logomarca
Cuiabá, 15 de Julho de 2024.

Arte e Cultura Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024, 16:17 - A | A

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024, 16h:17 - A | A

compreensão

Como dizer adeus: uma jornada sensível pelo luto na infância

No livro "Eu queria poder te dizer", o escritor Jean-François Sénéchal ajuda o pequeno leitor no processo de compreensão da morte e a lidar com o sentimento de perda

Divulgação

EuQueriaPoderTeDizer-capa-edit.jpg

 

A infância é uma fase mágica para criar lembranças afetivas e compartilhar momentos com as pessoas que se ama. Mas quando um ente querido morre, como compreender o sentimento de perda? No livro Eu queria poder te dizer, o escritor canadense Jean-François Sénéchal e a ilustradora japonesa Chiaki Okada apresentam uma narrativa poética, com desenhos delicados, sobre o tema do luto na infância para que as crianças aprendam a lidar com a tristeza, a solidão e a saudade.

Neste lançamento da VR Editora, o pequeno leitor acompanha a jornada emocional de uma raposinha que recebe a triste notícia da morte de sua amada avó. Deprimido com o acontecimento, ele encontra consolo nas recordações felizes que viveram juntos, nos lugares que frequentavam, e expressa os próprios sentimentos conflitantes ao escrever uma carta sincera de despedida.

Procurei por você em todos os lugares.
Em todos aqueles que só você e eu conhecíamos.
Não consegui te encontrar em lugar nenhum.
[...]
Hoje estou escrevendo para você.
Sei que você nunca vai ler minha carta.
Mas estou escrevendo mesmo assim.
Eu queria poder te dizer...
Eu te amo.
E adeus.

(Eu queria poder te dizer, p. 14 e 19)

Por meio das ilustrações acolhedoras de Okada e da escrita sensível de Sénéchal, o autor e a artista gráfica ensinam às crianças a expressar as emoções. Afinal, é preciso saber trabalhar com os momentos de tristeza de forma leve e gentil, seja ao criar desenhos que expressem a angústia, pela escrita, ou em conversas com os adultos. 

Mais do que uma história infantil que ensina sobre ressignificar perdas, Eu queria poder te dizer é uma lição de que as pessoas que passam pela vida de cada um nunca os deixam de verdade. Elas sempre estarão vivas na memória e no coração. Ao seguir a trajetória da raposa, os leitores vão aprender sobre aceitação e a descobrir maneiras saudáveis de lidar com a melancolia, o que torna a leitura acolhedora para todas as idades.

Divulgação

EuQueriaPoderTeDizer.jpg

 

Ficha técnica:
Título: Eu queria poder te dizer
Título original: Je voudrais te dire 
Autor: Jean-François Sénéchal 
Ilustradora: Chiaki Okada 
Editora: VR Editora
Número de páginas: 38 
ISBN: 978-85-507-0481-4 
Edição/ano: 1ª ed. / 2024 
Gênero: Literatura infantil 
Formato: capa dura - 21,5 x 29,5 cm 
Preço: R$ 69,90 
Onde encontrarAmazon | E-commerce VR Editora | Principais livrarias do Brasil

Divulgação

Jean-Francois.jpg

 

Sobre o autor: Jean-François Sénéchal cresceu cercado por livros. Depois de estudar antropologia por um tempo, ele voltou ao seu primeiro amor, dedicando-se exclusivamente à literatura. Suas histórias, que exploram questões sociais como exclusão e desigualdade para crianças e adolescentes, mereceram renomados prêmios em seu país, o Canadá. 

Instagram@j.f.senechal

Divulgação

okada-chiaki-18505.jpg

 

Sobre a ilustradora: Chiaki Okada é uma ilustradora japonesa cujo estilo inequívoco, com sua maneira única de trabalhar luz e cor, dá vida e emoção às histórias que conta com imagens. Tem várias obras publicadas na Ásia e na Europa. 

Instagram@chiakiokadapicturebook
Sitehttps://okada-chiaki.com/

Sobre a editora: A VR Editora está no Brasil há quase 25 anos. Tudo começou com a linha de Livros Presentes para ocasiões especiais. Em 2008, com a entrada da coleção Diário de um Banana – um sucesso de vendas em pouco tempo –, a VR Editora tornou-se inspiração quando o assunto é leitura infanto-juvenil. Apresenta aos pequenos leitores temas importantes da atualidade por meio de premiados autores e ilustradores, nacionais e estrangeiros.

Redes sociais:
Instagram: 
@vreditorabr
TikTok: @vreditorabr
Site: 
https://www.vreditora.com.br/




Comente esta notícia