logomarca
Cuiabá, 14 de Julho de 2024.

Variedade Sábado, 06 de Janeiro de 2024, 23:39 - A | A

Sábado, 06 de Janeiro de 2024, 23h:39 - A | A

Sustentabilidade

Turismo sustentável de base comunitária gera mais de R$ 2 milhões em faturamento no baixo Rio Negro

Os empreendimentos de turismo apoiados pela Fundação Amazônia Sustentável (FAS) na região do baixo Rio Negro garantiram um faturamento de R$ 2.069.343,00, atraindo mais de 3,2 mil turistas no período de janeiro a outubro de 2023. Os números demonstram a força do turismo de base comunitária, que é uma das principais atividades econômicas para famílias ribeirinhas naquela região e que ajudam a manter a floresta em pé.

Por meio de seu Programa de Empreendedorismo e Negócios Sustentáveis da Amazônia (Pensa), a FAS apoia 24 empreendimentos turísticos, entre pousadas e restaurantes, situados na Área de Proteção Ambiental (APA) Rio Negro e nas Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Negro e do Uatumã.

O número é significativo, segundo a FAS, mesmo diante dos desafios da severa estiagem, que fez algumas pousadas do Rio Negro cancelarem reservas devido à dificuldade de logística dos visitantes e turistas, o que resultou em um impacto de aproximadamente R$ 200 mil de arrecadação, entre outubro e dezembro deste ano.

Entre as ações estratégicas do programa para apoiar o turismo no Rio Negro, houve a oferta de R$ 16 mil por meio de um fundo de microcrédito para melhorar as infraestruturas turísticas, como a construção do Chalé Casa do Tarzan, na comunidade Terra Preta e do Chalé Turístico, na comunidade Sacará, ambas localizadas na RDS Rio Negro.

Outro empreendimento apoiado foi o Restaurante Tiririca, que por meio da Incubadora de Negócios Sustentáveis da FAS, foi contemplado com um sistema de solar para geração de energia limpa e acesso à internet. A FAS também promoveu a qualificação de novos profissionais por meio do curso superior em Gestão de Turismo, oferecido na RDS Rio Negro pela Universidade Nilton Lins, e do curso de qualificação em Habilitação Náutica, oferecido pela Marinha do Brasil, que juntos beneficiaram mais de 100 pessoas.

“Foi um ano de desafios, especialmente por conta da seca histórica que enfrentamos, mas os empreendedores mostraram força e resiliência ao longo do ano. Isso demonstra que estamos no caminho certo. Para 2024, a FAS vai continuar na sua missão de estimular o desenvolvimento do turismo na região, valorizando os protagonistas e as comunidades da Amazônia, estimulando a geração de renda e a melhoria da qualidade de quem vive na floresta”, afirma o gerente de Empreendedorismo e Negócios Sustentáveis da FAS, Wildney Mourão.

 

Sobre a FAS

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua pelo desenvolvimento sustentável da Amazônia. Sua missão é contribuir para a conservação do bioma, para a melhoria da qualidade de vida das populações da Amazônia e valorização da floresta em pé e de sua biodiversidade. Em 2023, a instituição completa 15 anos de atuação com números de destaque, como o aumento de 202% na renda média de milhares famílias beneficiadas e a queda de 40% no desmatamento em áreas atendidas entre 2008 e 2021. 




Comente esta notícia