logomarca
Cuiabá, 22 de Julho de 2024.

Variedade Quinta-feira, 27 de Junho de 2024, 20:20 - A | A

Quinta-feira, 27 de Junho de 2024, 20h:20 - A | A

ABRASCE

Segundo dia do 18° Congresso Internacional de Shopping Centers traz debates sobre varejo, inovação e empreendedorismo

Com diversas palestras durante a manhã e à tarde, evento trouxe especialistas para discutirem sobre temas atuais e importantes para o setor


 O segundo dia da 18ª edição do Congresso ABRASCE foi composto por painéis com participantes nacionais e internacionais. Varejo, inovação, empreendedorismo, práticas de ESG, criatividade, liderança, sustentabilidade e inclusão estiveram em pauta em seis palestras ao longo da manhã e início da tarde.

 

Para a abertura, Alberto Serrentino, fundador da Varese Retail, e Juan Cavalieri, sênior account director na Spotify, abordaram as transformações no varejo físico e digital. Serrentino destacou a integração das jornadas de clientes, os desafios do setor e a aceleração da digitalização na pandemia. Ele enfatizou o impacto dos marketplaces digitais no Brasil e o fenômeno do cross-border (transações entre comerciantes e vendedores de países distintos). O talk show ressaltou a necessidade de uma visão centrada na jornada do cliente, com a loja física atuando como hub logístico e de engajamento, e a importância de dados e tecnologia para personalização. A mudança no comportamento do consumidor, influenciada por plataformas digitais e algoritmos, foi destacada como crucial para o futuro do varejo. 


Paulo Rogério, fundador e COO da Pizzaria Crek, e Konrad Dantas, conhecido como KondZilla, produtor audiovisual e empresário, debateram com a jornalista Juliana Munaro o tema inovação, além da tecnologia, destacando mudanças culturais no comportamento de consumo. Paulo Rogério compartilhou a trajetória de sua empresa, que hoje conta com mais de 90 lojas no Brasil e no exterior. KondZilla falou sobre a importância da educação continuada, independentemente do setor de atuação, como instrumento de ascensão social. Ambos enfatizaram a importância de entender o mercado, seguir tendências culturais e econômicas e aprender com outras indústrias. 


A temática de ESG nos shopping centers e no varejo gerou bons tópicos em uma conversa moderada por Andreza Maia, cofundadora da Futuros Possíveis, com Paula Fonseca, diretora jurídica e compliance da Allos, e Estevan Sartorelli, CEO da Dengo Chocolates. Como mensagem central, o painel reforçou que a sustentabilidade é vital para o sucesso e a longevidade das empresas e não se define apenas como ações filantrópicas. Dentre os temas, a importância de engajar fornecedores e lojistas nas práticas ESG e a necessidade de uma governança bem estruturada. A precificação justa de produtos, seus fornecedores e a necessidade de políticas públicas que incentivem a sustentabilidade também estiveram em pauta.
 

Em uma palestra sobre criatividade, Murilo Gun, professor de criatividade, citou essa como uma característica inata a todos. O especialista explicou que inovação é criatividade transformada em valor comercial e destacou que a imaginação é essencial para o processo inovador. Criticou o foco excessivo na memorização em detrimento da imaginação no sistema educacional e na vida adulta, enfatizando a meditação como prática no desenvolvimento da criatividade, melhora do bem-estar emocional e autoconhecimento como peças-chave para o processo.
 

Carla Harris, senior client advisor no banco Morgan Stanley, apresentou uma abordagem inspiradora e pragmática sobre liderança intencional. Com 37 anos de experiência em Wall Street, Carla destacou a importância da autenticidade como vantagem competitiva, enfatizando que ser verdadeiro consigo mesmo não apenas fortalece a confiança das equipes, mas também facilita conexões genuínas e impactantes. Sua palestra trouxe à tona a questão da construção de confiança por meio de entregas consistentes. Destacou que clareza de metas e expectativas são fatores motivacionais para membros da equipe, além da importância crucial da diversidade, pois diferentes perspectivas e experiências são essenciais para promover a inovação e manter a competitividade no mercado atual.
 

Por fim, no encerramento das discussões apresentadas no congresso, o painel da CLICC (Cámara Latinoamericana da Industria de Centros Comerciales), com a participação de Veronica Reed, arquiteta especialista em eficiência energética e desenho ambiental, e David López, arquiteto, CEO e fundador da Master Makers, mediado por Cristina Moshenek, gerente de assuntos corporativos DK Management, falou sobre como sustentabilidade e inclusão são essenciais para um futuro justo e habitável. Com a arquitetura e o design cruciais na criação de espaços sustentáveis, eles apresentaram propostas sobre a transformação de edifícios existentes e a redução da pegada de carbono.
 

Exposhopping – A Arena Universidade, espaço recém inaugurado na Exposhopping 2024, também trouxe luz à diversos temas importantes que foram debatidos por especialistas durante toda a tarde. O primeiro painel“Conectando marcas, pessoas e o planeta”, que contou com curadoria da CLICC, trouxe o convidado Marcos Lovera Co-Founder da Mangata Customer Development, consultor estratégico e gestor de empresas especializado em PMEs, para falar sobre como as marcas podem se conectar com os seus usuários, destacando que o que constrói a marca não é a mensagem, mas sim a experiência que temos com ela.
 

O segundo painel do dia, “O Shopping e a Comunidade”, teve o jornalista e escritor Caco Barcellos como mediador, em uma entrevista com representantes do Salvador Shopping, Shopping Rio Claro e Natal Shopping, que contaram de forma inspiradora sobre projetos e ações sociais vencedores do Prêmio Abrasce deste ano, destacando a importância dos empreendimentos serem agentes de transformação social. 

 

Para fechar o dia, o painel “O segredo do êxito no desenho estratégico de espaços comerciais que se escondem atrás da empatia da sua marca”, trouxe novamente David López para abordar de forma inspiradora a importância de entendermos as pessoas com as quais trabalhamos porque é isso que nos torna melhores.




Comente esta notícia