logomarca
Cuiabá, 13 de Junho de 2024.

Variedade Terça-feira, 12 de Dezembro de 2023, 21:27 - A | A

Terça-feira, 12 de Dezembro de 2023, 21h:27 - A | A

Criminalização

Presidente Lula Defende Criminalização Contra Disseminação de Fake News sobre Vacinas

Divulgação

72982913-6D51-4DA7-8963-38B5AE8AEA68.jpeg

 


Em transmissão ao vivo no programa semanal "Conversa com o Presidente", o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou a necessidade de criminalizar indivíduos que propagam informações falsas sobre a segurança das vacinas, especialmente em relação à imunização da população brasileira, incluindo crianças.

Lula enfatizou a importância de processar criminalmente aqueles que realizam propaganda contrária, chamando-os de "facínoras" e ressaltando a falta de alternativas para lidar com negacionistas. O evento contou com a participação da ministra da Saúde, Nísia Trindade, que apresentou um panorama das ações governamentais ao longo de 2023.

Trindade informou sobre a criação da iniciativa interministerial "Saúde com Ciência" para combater as fake news e responder preventivamente aos efeitos prejudiciais da disseminação de desinformação. A estratégia visa recuperar as altas coberturas vacinais no Brasil.

O Ministério da Saúde identificou narrativas falsas, como a associação de vacinas a doenças como câncer, aids e diabetes, além de alegações infundadas sobre a imunização contra a COVID-19 provocar alterações na corrente sanguínea ou no DNA, durante o período de julho a setembro deste ano.

A ministra ressaltou os desafios enfrentados na disponibilidade de estoques das vacinas básicas para a infância, como polio e sarampo, que haviam se tornado ameaças novamente. Nísia destacou os esforços governamentais para organizar os estoques e garantir o funcionamento adequado do sistema de vacinação.

Nísia Trindade anunciou uma melhoria na cobertura vacinal, citando o aumento consolidado, especialmente na vacinação contra o HPV em adolescentes, que registrou um crescimento de 60% este ano. A ministra enfatizou a importância dessa vacina na prevenção do câncer de colo de útero.




Comente esta notícia