logomarca
Cuiabá, 14 de Julho de 2024.

Variedade Quinta-feira, 21 de Março de 2024, 23:09 - A | A

Quinta-feira, 21 de Março de 2024, 23h:09 - A | A

Viagem

Plataforma de viagens traz dicas que vão ajudar você a organizar sua viagem para Santarém, no Pará

O destino reúne uma rica cultura local e belezas naturais deslumbrantes, com atividades para toda a família

Divulgação Hurb

IMG_9333.jpeg

 


Para quem acha que Santarém, no Pará, se resume a Alter do Chão, está muito enganado. A cidade abrange vastas extensões de floresta tropical, grandes rios, áreas de igapós e ecossistemas de cerrado, oferecendo experiências únicas aos viajantes. A região é um verdadeiro paraíso amazônico, com suas belezas naturais e biodiversidade, e reúne motivos de sobra para uma viagem inesquecível. Para ajudar os viajantes que buscam se conectar à natureza e se aventurar por paisagens deslumbrantes, o Hurb, empresa de tecnologia que atua no mercado de turismo há 13 anos, traz dicas que vão ajudar você a organizar todo o roteiro.

Além das belas praias fluviais ao longo do Rio Tapajós, como a Praia do Maracanã, Praia do Cajueiro e Praia de Pindobal, com águas calmas e paisagens deslumbrantes, é possível contemplar o fenômeno do Encontro das Águas entre a cor barrosa do Tapajós e o cristalino do Rio Amazonas. E ainda respirar a atmosfera local, seja no centro histórico ou nas comunidades ribeirinhas. 

Para quem está planejando visitar a região, vale a pena ir ao Mercado Municipal local, conhecer o centro de artesanatos e explorar a Floresta Nacional do Tapajós. Rica em cultura, a cidade traz enraizada as histórias do seu povo. E isso fica claro na gastronomia, que é de surpreender com seus ingredientes típicos e preparos rústicos. Este é um lugar que não pode faltar no roteiro de qualquer turista. E, para ajudar a ter a melhor experiência, o Hurb reúne algumas dicas do que você precisa saber antes de viajar para Santarém.

 

1. Clima e melhor época para visitar

Com um clima tropical, a região conta com duas estações bem definidas: a chuvosa e a seca. A melhor época para visitar é durante a estação seca, de junho a dezembro, quando as atividades ao ar livre e as belezas naturais estão em seu auge.

 

2. Vacinação e cuidados com a saúde

Antes de viajar, certifique-se de ter as vacinas recomendadas para a região e consulte um profissional de saúde para orientações específicas. Importante levar repelente, protetor solar e roupas leves para se proteger dos insetos e do calor característicos da região.

 

3. Acomodações e transporte

Reserve as acomodações com antecedência, especialmente durante a alta temporada. As opções variam de charmosas pousadas e hotéis a hostels e aluguéis de temporada, a depender das preferências, orçamento e necessidades específicas de cada viajante. Considere alugar um carro para explorar a região com mais liberdade, mas também há opções de transporte público e táxis.

E, para quem tiver dias extras no roteiro e quiser aproveitar mais a região, saiba que Santarém serve como ponto de partida para explorar Alter do Chão, com apenas 30 km de distância. Chamada de "Caribe Amazônico" devido às suas margens fluviais de águas cristalinas, a atração já foi eleita pelo jornal britânico The Guardian uma das melhores praias do Brasil. Além disso, o destino é cenário de uma das maiores festas folclóricas da região, o Sairé, que atrai visitantes de todo o mundo. Vale a pena a visita!




Comente esta notícia