logomarca
Cuiabá, 20 de Julho de 2024.

Variedade Segunda-feira, 25 de Março de 2024, 14:54 - A | A

Segunda-feira, 25 de Março de 2024, 14h:54 - A | A

Inovação

CONHEÇA A TECNOLOGIA DE PLASMA ATMOSFÉRICO: SOLUÇÃO INOVADORA PARA ECONOMIZAR ÁGUA NA INDÚSTRIA TÊXTIL

Divulgação

unnamed - 2024-03-25T145257.501.jpg

 

O Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março, é uma iniciativa relevante para reforçar a importância da conservação desse recurso natural, uma vez que o debate global sobre ações que visem um consumo consciente e sustentável da água, assim como outros recursos naturais, vem sendo reforçado cada vez mais dentro das indústrias. Para minimizar o impacto do consumo de água e da contaminação de rios e mares por meio dos resíduos dos processos de fabricação que possuem altos níveis de componentes químicos, a indústria têxtil tem apostado em estudos e tecnologias que conscientizem sobre a economia e reutilização da água, assim como tem realizado ações efetivas que alinhem sustentabilidade com a qualidade do produto para atender as demandas do setor. Diante desse cenário, o SENAI CETIQT, vem sendo um aliado indispensável para o setor, se dedicando ao desenvolvimento de pesquisas e projetos em torno do plasma atmosférico, por meio do Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras, com o objetivo de encontrar maneiras de reduzir o desperdício desse recurso natural na produção do setor.

O Plasma Atmosférico é uma tecnologia que aplica descargas elétricas em um gás à temperatura ambiente. Ele contém espécies químicas como radicais livres, íons e fótons ultravioleta que interagem com as superfícies dos materiais, tratando as superfícies em condições de vácuo, ou em condições atmosféricas, minimizando o uso de reagentes químicos e sem a produção de efluentes. Devido às diversas formas de aplicação, essa tecnologia se tornou uma alternativa promissora para a expansão da sustentabilidade dentro do setor têxtil. No processo de tingimento, por exemplo, o plasma pode atuar como um pré-tratamento. Graças à sua capacidade de destruir as barreiras que dificultam a difusão do corante no tecido, o resultado é uma maior fixação e maior solidez no momento da lavagem, economia do consumo de água e a redução da quantidade de substâncias poluentes liberadas na natureza.

Outro benefício, a partir do tratamento realizado com o plasma, pode ser encontrado no processo de sublimação, estamparia e colagem em tecidos e fibras sintéticas. Essa tecnologia modifica a superfície dos tecidos, aumentando a receptividade desse material aos corantes, pigmentos, tintas e revestimentos, o que dispensa o excesso de água e o uso de tratamentos químicos tradicionais. “A pesquisa é um processo complexo em função da diversidade de fibras (celulósicas, sintéticas, regeneradas, proteicas, entre outras), mas com o parque de equipamento do ISI e seus pesquisadores altamente capacitados, é possível oferecer soluções inovadoras para avançarmos com a indústria têxtil”, afirma Adriano Passos, Coordenador no Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras.

Além das áreas citadas anteriormente, o plasma atmosférico pode ser utilizado na esterilização, que poderá eliminar odores, impurezas e microrganismos contagiosos, que estão presentes na superfície de tecidos, garantindo mais respirabilidade e higiene. Os substratos poderão ser funcionalizados com propriedades hidrofóbicas, hidrofílicas e metais, com efeitos anticorrosivos

 

O SENAI CETIQT  

O Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil – SENAI CETIQT, é um centro de referência na geração de conhecimento para a cadeia produtiva química, têxtil e de confecção, que sempre esteve em sintonia com as demandas específicas e tendências de futuro da indústria brasileira.  

Comemorando 75 anos em 2024, desde o início o CETIQT se estruturou para atender ao desenvolvimento estratégico das indústrias nacionais.  

Hoje o centro atua na promoção de uma indústria sustentável, inovadora e competitiva, investindo nas áreas de sustentabilidade e economia circular, por meio da oferta de consultorias, projetos de estudos, pesquisas para o desenvolvimento de novos produtos, novos processos e recursos naturais; além de se dedicar às formações profissionais e consultorias para o desenvolvimento da cadeia produtiva da moda. 

O SENAI CETIQT é formado pela Faculdade SENAI CETIQT, pelo Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras (ISI) e pelo Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção. 




Comente esta notícia