logomarca
Cuiabá, 22 de Julho de 2024.

Saúde Quarta-feira, 27 de Março de 2024, 13:04 - A | A

Quarta-feira, 27 de Março de 2024, 13h:04 - A | A

dicas

4 dicas para fortalecer a imunidade nas mudanças de temperatura

Descubra como a chegada do outono afeta sua saúde e aprenda estratégias eficazes, reforçando seu sistema imunológico com hábitos saudáveis.

Divulgação

5a977a75b26823a3b2575bc367277977.png

 

Com a chegada do outono, fica claro que a transição de estação pode acabar influenciando diretamente a saúde da população, já que a tendência no verão são temperaturas mais quentes, enquanto no outono acontece a diminuição gradual das temperaturas, levando muitas pessoas a sofrerem com essa mudança. Segundo um estudo do ResearchGate, doenças respiratórias, como bronquite, DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) e enfisema, são diretamente afetadas com as mudanças climáticas, prejudicando a saúde respiratória​​. Essa tendência pode acontecer por conta de do maior tempo passado em ambientes fechados, onde os vírus podem se espalhar mais facilmente, e também devido à redução da umidade do ar do período.

Para combater esses desafios e fortalecer o sistema imunológico, adotar hábitos saudáveis na transição para o outono é essencial. Priscila Bernardes, coordenadora do curso de Nutrição do Centro Universitário Newton Paiva, referência em saude em Belo Horizonte, revelou algumas dicas para ficar com a saúde em dia e não se complicar quando as temperaturas mais baixas chegarem: 

Vitamina C: Uma dieta equilibrada, rica em frutas, verduras e legumes, pode fornecer os nutrientes necessários para apoiar a saúde imunológica. Alimentos como laranja, acerola, kiwi e brócolis são excelentes fontes de vitamina C, um poderoso antioxidante que ajuda na prevenção de doenças. 

Suplementação de Vitaminas: A suplementação de vitaminas pode ser considerada uma boa opção, especialmente para quem tem dificuldade em obter todos os nutrientes necessários apenas pela alimentação, ou de forma natural, como tomado sol. 

Hidratação: Além da alimentação, manter-se hidratado é fundamental, especialmente em um período em que o clima começa a ficar mais seco. A água é sempre a nossa melhor aliada, você também pode complementar seu consumo de líquidos com um chá quentinho ou sopas leves, pontua a especialista. A ingestão de líquidos ajuda a manter as vias aéreas úmidas, facilitando a defesa contra agentes patogênicos. 

Atividade física: A prática regular de atividade física também desempenha um papel crucial na manutenção da saúde. Não só fortalecendo o sistema imunológico, mas também a qualidade do sono, além de reduzir os níveis de estresse, fatores cruciais para um bom funcionamento do organismo. Uma opção é aproveitar as temperaturas amenas e as paisagens transformadas pelas cores do outono, para fazer caminhadas ao ar -livre.

Para a especialista, as pessoas não podem subestimar a importância de hábitos simples, como lavar as mãos frequentemente e usar roupas adequadas para se proteger do frio. “Essas medidas, embora básicas, são eficazes na prevenção de doenças comuns do outono. Adotar esses hábitos não só pode ajudar a navegar pela transição das estações com mais saúde, mas também estabelecer a base para um bem-estar duradouro ao longo do ano,” finaliza.

 

Sobre o Centro Universitário Newton Paiva

 

Com uma tradição de ter sido criado há mais de 50 anos, o Centro Universitário Newton Paiva possui dois modernos complexos educacionais, com amplo nível tecnológico, em Belo Horizonte, MG. A instituição, que conquistou nota máxima pelo MEC (Ministério da Educação) nas modalidasdes EAD e Presencial, conta com corpo docente formado por mestres e doutores e está entre as principais instituições de ensino superior de Minas Gerais.  São cerca de 50 cursos de graduação, e mais de 90 cursos de pós-graduação, divididos nas modalidades presencial e à distância. Consagrado pela alta qualidade acadêmica e excelente infraestrutura, com avançados laboratórios, núcleos de prática em diversas áreas do conhecimento e centros de inovação e, ainda, o primeiro campus inteligente do estado, o Smart Campus. E está alinhado com as questões ambientais, pois apoia e promove os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).




Comente esta notícia