logomarca
Cuiabá, 14 de Julho de 2024.

Palavra de Profissional Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2024, 11:26 - A | A

Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2024, 11h:26 - A | A

saúde mental

É preciso sair do lugar de vítima

Divulgação

o-rosto-escondido-da-menina-bonita-nova-com-cede-a-parede-cinzenta_176420-696.jpg

 

Quero começar esse artigo com uma reflexão “Quem se faz de vítima não procura ajuda, procura aliados”.

Esse tema ainda continua sendo um dos mais polêmicos quando ainda não conhecemos a visão sistêmica.

Mas porque ela se faz de vítima? Podemos definir “a vitimização” como o hábito de condicionar o sentimento de piedade a si próprio evitando se responsabilizar pelos seus próprios erros.

Pode-se dizer que esse comportamento tem origem na infância, quando só recebia atenção e cuidados quando machucados ou doentes.

Muitas das nossas dinâmicas, sejam doenças, sintomas, síndromes, bloqueios e medos... estão ligados a algo mais profundo... e sair deste lugar "de vítima" nos fará perder muitas coisas... principalmente a atenção que, por carência, manifestamos inconscientemente.

Sem falar que temos ganhos secundários e olhar para nós sem algo que nos acompanhou durante anos, é praticamente impossível pensar nisso.

Se permita pelo menos 'imaginar" que existe uma outra forma de viver e sentir... quem sabe já será um ótimo início!

 

 

Divulgação

jpgn

 

 

Eluise Dorileo é psicóloga, terapeuta familiar

Email eluisedorileo@hotmail.com




Comente esta notícia