logomarca
Cuiabá, 14 de Julho de 2024.

Moda e Beleza Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024, 15:42 - A | A

Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024, 15h:42 - A | A

Bumbum perfeito

Pesquisadores descobrem as ‘medidas ideais’ e cirurgião plástico comenta o que fazer para conquistá-las

Nádegas maiores e mais firmes nunca saem de moda. Entre procedimentos simples até o tradicional bisturi, Dr. Luiz Haroldo Pereira conta também as preferências entre as brasileiras, além das pesquisas

Divulgação

unnamed.png

 

Traço diretamente ligado à genética brasileira, o bumbum nunca sai de moda. Desta vez, foi objeto de pesquisa com os resultados apresentados no IMCAS World Congress 2024, uma das maiores conferências de estética do mundo. Segundo os pesquisadores, 6 pontos são analisados entre formato, projeção, proporção, qualidade da pele, flacidez e contorno. De acordo com o Dr. Luiz Haroldo Pereira, ex-presidente da SBCP, as brasileiras em especial têm preferências mais específicas e revela o que fazer para chegar lá.

“Procedimentos estéticos para a região do bumbum sem dúvidas estão entre os mais procurados e o que as pacientes mais querem é sempre uma grande projeção da região glútea, diferente das americanas, por exemplo, que gostam da projeção lateral, as ‘ancas’.”

 

Divulgação

Untitled.jpg

Luiz Haroldo Pereira

 

A medida ideal

 

Segundo os pesquisadores, as proporções já são bem parecidas com as proporções das brasileiras. No formato favorito para as mulheres, o eleito foi o coração invertido, em que a parte de cima é mais fina e a parte de baixo maior e arredondada. Outro ponto analisado é o volume, que deve ser proporcional na parte de cima e de baixo, após definido o ponto mais alto do glúteo.

Além disso, o “bumbum perfeito” é empinado, mas sem projeções exageradas. A pele é lisa e com o mínimo de flacidez. O contorno é arredondado, formando uma projeção de quadril.

 

“Brazilian Butt Lift” - O desejo pelo bumbum brasileiro

 

Conhecido mundialmente, o “bumbum brasileiro” sempre foi pedido nos consultórios pelo mundo todo. Mas aprimorá-lo também é algo desejado por aqui. E para isso, a técnica de lipoaspiração e enxerto de gordura é a escolhida. “Colocamos bem na parte central do musculo”, conta o médico.

Pioneiros na lipoaspiração no Brasil, Luiz Haroldo explica com detalhes o procedimento que faz sucesso aqui e no exterior: 

“Em primeiro lugar, fazemos a lipoaspiração no local e injetamos sobre o concentrado de tecido adiposo, depois que ela passa pela centrífuga.  Se retiramos 1000 ml de gordura, colocamos apenas entre 300 e 400 ml de cada lado, já que nem tudo serve. A média ideal é inserir 350 ml em cada nádega para ter um bom resultado, sem exageros e com o corpo harmonizado.”

 

Pequenos reparos

Para quem já está quase lá, a indicação são os bioestimuladores, que auxiliam no aspecto e podem provocar pequenos aumentos. “É um procedimento que traz um resultado muito bom na hora, principalmente se você fizer no tempo certo, não deixando os efeitos da celulite ou flacidez se agravarem tanto. Mas como a maioria dos procedimentos, não é permanente”.

 

O “Boom” do silicone

De acordo com o médico, a procura maior não é por resultados sutis. “Normalmente as pacientes querem muito mais projeção, uma mudança mais perceptível”, e para isso, a indicação do cirurgião é a prótese de silicone intramuscular, método mais conhecido.




Comente esta notícia