logomarca
Cuiabá, 18 de Julho de 2024.

Gastronomia Segunda-feira, 08 de Julho de 2024, 20:55 - A | A

Segunda-feira, 08 de Julho de 2024, 20h:55 - A | A

Vinhos

Harmonização de vinho com pão de queijo? Entenda como isso é possível

Divulgação

IMG_3011.jpeg

 


Você sabia que, assim como fazemos com diferentes tipos de queijos, também podemos combinar pão de queijo com vinho? A princípio, a ideia talvez faça nossas papilas gustativas se contorcerem de estranhamento, mas essa união de sabores inusitada pode abrir portas para novas experiências gastronômicas.

IA

IMG_3010.jpeg

 

A título de curiosidade, o consumo de vinho no Brasil deu um salto durante o período da pandemia de Covid-19. Um levantamento feito pela Ideal Consulting, especializada em pesquisa de mercado vinícola, apontou que, no primeiro trimestre de 2020, as pessoas passaram a beber 10,9% mais vinho se comparado ao mesmo período de 2019. 

Para o Sommelier Gill Baptista, juiz internacional de vinhos e parceiro da Fornalha Mineiraapesar de se tratar de uma experimentação que varia de pessoa para pessoa, ela ajuda a quebrar o estereótipo de que vinho só cai bem com pratos refinados ou tábua de frios, especialmente os queijos Gouda e Brie. “Mesmo assim, precisamos nos atentar aos sabores, texturas e aromas de cada elemento. O pão de queijo tradicional tem essa casquinha crocante que esconde um recheio macio e levemente salgado, então é importante escolher um vinho que consiga complementar essa sensação”, explica.

 

Para experimentar em casa

Abaixo, o sommelier traz algumas dicas de como degustar o quitute mais querido do Brasil junto com uma boa taça de vinho. “Esta combinação, sem dúvida, realça o que o nosso país tem de melhor: juntar diversas culturas de maneira a proporcionar experiências e sensações únicas, sejam elas culinárias ou não”, defende.

 

1. Vinhos brancos frescos: “Tanto o Sauvignon Blanc quanto o Chardonnay jovem são uma boa opção para pães de queijos tradicionais e mais leves. Esses vinhos trazem acidez e frescor ideais para cortar a gordura do queijo e realçar o sabor, mas devem ser servidos gelados”, sugere.

 

2 Espumantes: “Talvez muita gente não saiba, mas o espumante também é um dos tipos de vinhos disponíveis no mercado. Os brut e proseccos são excelentes pedidas para acompanhar o pão de queijo, já que a efervescência limpa os palatos entre cada mordida e nos ajuda a saborear mais o gosto do queijo”, exemplifica o especialista.

 

3. Vinhos tintos leves: “Se nenhuma das outras opções despertou seu paladar, o vinho tinto, um dos tipos mais consumidos no Brasil. Vão bem com o pão de queijo o Pinot Noir e o Gamay, que são mais frutados e leves”, conclui.

 

Fora o pão de queijo tradicional, a Fornalha Mineira também possui outros produtos em seu catálogo, como o palito de parmesão e a chipa paraguaia. Os pães de queijo recheados, tanto doces e salgados, também fazem sucesso com a clientela, especialmente os sabores calabresa, frango, creme de avelã e goiaba.

Se você tiver vontade de experimentar essas iguarias, Gill Baptista tranquiliza: “Todos os vinhos citados combinam bem com nossos outros sucessos. Basta apenas encontrar sua combinação preferida”. 

E o sommelier conclui: “Apesar de todas as dicas dos vinhos mencionados, cada pessoa tem seu paladar individual, então você também pode experimentar um de nossos produtos com seu vinho preferido. Não existe outra regra para isso além de saborear a versatilidade do pão de queijo”.

 

Sobre a Fornalha Mineira

Fornalha Mineira é uma empresa familiar de origem mineira e dedicada à produção de pão de queijo. A empresa iniciou a sua trajetória em 2014, tendo somente os dois sócios e suas esposas como funcionários das empresas. Desde o início dos trabalhos, a fábrica vem aumentando não só sua capacidade de produção e infraestrutura, como também a distribuição de seus produtos dentro do território nacional. A Fornalha Mineira visa uma particularidade no sabor e mantém um padrão de qualidade, buscando sempre inovar e atender a todos com carinho e dedicação.




Comente esta notícia