logomarca
Cuiabá, 13 de Junho de 2024.

A | A

dicas especiais

No inverno: detalhes que tornam a casa aconchegante para receber a época mais fria do ano

Especialista em arranjos florais, Luiza Fiorito compartilha ideias e ensina técnicas para trazer mais personalidade e ‘aquecer’ a casa durante o inverno  

Com a chegada do inverno, é hora de transformar a casa em um refúgio confortável e elegante. A decoradora e especialista em design floral, Luiza Fiorito traz dicas valiosas de décor, utilizando arranjos florais e itens de mesa posta, para deixar a casa um ambiente acolhedor durante a estação mais fria do ano.

Luiza ensina que o primeiro passo é utilizar os arranjos florais. Por meio deles é possível adicionar vida e cor aos ambientes internos no inverno. A decoradora sugere a combinação de flores da estação, como tulipas, hortênsias, cerejeiras e cymbidium. Utilizar vasos de cerâmica ou potiches de vidro transparentes para realçar a beleza das flores e mesclar mudas de diferentes tamanhos. A ousadia na mistura de texturas e cores é fundamental, trazendo personalidade para a decoração.

Outra opção que é a cara do inverno, são as flores secas e desidratadas. Além de serem fáceis de cuidar, esse tipo de flor tende a durar mais tempo dentro de casa podendo chegar até 6 meses sem danos algum. São resistentes à mudança de clima, são sustentáveis e não apresentam cheiro, algumas das espécies mais utilizadas no processo da secagem são os cravos, as rosas, o eucalipto e a palmeira latânia.

O segundo passo é investir numa mesa posta para receber amigos e familiares. Para criar uma mesa posta aconchegante no inverno, a especialista sugere o uso de jogos americanos ou toalhas de mesa com tecidos quentes, como veludo ou linho, além de louças e talheres com acabamentos delicados, em prata ou dourado, para adicionar um toque de sofisticação. O uso de velas pode criar uma atmosfera acolhedora à mesa.

Divulgação

handler (1).jpg

 

Opte por guardanapos em tecidos macios, como o algodão, amarrados com fitas ou anéis decorativos. Elementos naturais, como galhos secos e pinhas, também podem ser incorporados à decoração da mesa para um toque rústico e elegante”, explica Luiza.

A especialista lista outras dicas que considera essenciais para ‘vestir’ a casa para o inverno:

 

  • Texturas aconchegantes: use mantas, almofadas e tapetes felpudos para adicionar textura e conforto aos espaços. Opte por tecidos de lã, veludo e pele sintética.
  • Cores quentes: escolha tons quentes para as paredes e tecidos, como vermelho, laranja e marrom, para criar uma sensação de calor e intimidade. Almofadas e cortinas em tons terrosos também são ótimas opções.
  • Iluminação intimista: aproveite a luz natural durante o dia, abrindo cortinas e persianas. À noite, opte por luminárias de mesa e abajures, que proporcionam uma iluminação mais suave e acolhedora.
  • Aromas agradáveis: utilize velas perfumadas ou difusores de ambiente com essências que remetam ao inverno, como canela, laranja ou pinho. Esses aromas trazem uma sensação de conforto e relaxamento.
  • Cantinho do café ou chá: crie um espaço dedicado ao preparo de bebidas quentes, com uma seleção de chás, café e chocolate quente. Adicione xícaras e bules charmosos para tornar o momento ainda mais especial.

Divulgação

handler (2).jpg

 

Sobre Luiza Fiorito

Site | Instagram | TikTok  Luiza Fiorito é uma decoradora de eventos ousada, criativa e apaixonada pelo seu trabalho. Em sua empresa, cada projeto é único e seu trabalho é materializar a essência do cliente em forma de decor. Designer floral pela Flower Academy Londres, trabalha no ramo há cerca de dez anos e desde sempre se propôs a criar decorações que revelam muito mais do que apenas a beleza. Todo processo criativo dos projetos que assina é voltado a trazer significado para cada detalhe da decoração. Desde as espécies das flores escolhidas até o estilo do mobiliário, cada elemento decorativo e cenográfico desvenda algo da personalidade de seus clientes; sejam eles mais românticos, mais modernos, mais clássicos ou mais inovadores.  




Comente esta notícia