logomarca
Cuiabá, 21 de Junho de 2024.

A | A

dicas

Fim do inverno: veja dicas para guardar os cobertores, edredons e mantas da forma correta

Maior rede de lavanderias do Brasil ensina como armazenar cobertas e outras roupas de cama, para preservá-las em bom estado por mais tempo

Com a chegada da primavera e o fim do inverno, os dias vão ficando mais quentes, tirando a necessidade das roupas de cama mais pesadas, como cobertores e edredons, na hora de dormir. Para armazenar tais peças até o ano seguinte, alguns truques podem auxiliar neste momento, visando sempre manter o aspecto de novo e aumentar a vida útil dos itens, além de arrumar da maneira correta para que ocupem menos espaço no dia a dia. Pensando nisso, Marinês Cassiano, especialista em cuidados têxteis da 5àsec, elencou algumas dicas que auxiliam na organização e conservação dessas peças no guarda-roupa.

1. Lave as cobertas, os edredons e as mantas antes de guardar
Depois de uma estação inteira utilizando as peças, os resíduos de suor, de alimentos, poeira e outras partículas de sujeira geram a proliferação de ácaros e fungos, além de comprometer a qualidade do item em longo prazo. Por conta disso, lavar antes de guardar é a escolha ideal. Recomendamos uma limpeza profissional em um local de qualidade, por contar com um processo adequado para cada tecido. Lavanderias especializadas, como é o caso da 5àsec, contam com maquinários com capacidade de lavar roupas de cama mais pesadas em qualquer tamanho, seja de solteiro, casal, queen ou king size.

2. Proteja os cobertores
Outra etapa é proteger os cobertores e demais roupas de cama de frio com opções próprias para esse armazenamento ou feitas de TNT. Esse processo é muito importante, pois minimiza a chance de danos aos itens. Uma dica é evitar as embalagens de plástico, pois esse material não permite a circulação de ar adequada pela peça, o que aumenta as chances da proliferação dos fungos e de que a coberta fique com mau cheiro ou partes amareladas.

3. Escolha bem o local para guardar
Como esses itens não serão utilizados por alguns meses, é importante que o local que eles ficarão esteja limpo e longe de pontos onde há umidade ou mofo. Algumas alternativas são baús de cama, em cima de armários, em gavetas das extremidades do móvel, que geralmente não são frequentemente acessadas, entre outros. É importante que o local seja limpo de forma periódica, com uma manutenção mensal, e que as cobertas sejam colocadas ao ar livre, evitando o mau cheiro e o acúmulo de poeira.

Marinês explica que a limpeza e o armazenamento correto garantem não só uma boa aparência das peças, mas também uma boa saúde respiratória para as famílias, principalmente para quem sofre de alergias ou tem crises de rinite. “Durante o sono, é natural a eliminação de suor, saliva, caspa e células mortas da pele. Essa combinação torna edredons e cobertores um local ideal para o desenvolvimento de uma série de germes, como bactérias, fungos, vírus e principalmente ácaros que podem trazer algum transtorno para a saúde. Por isso, é importante que no início e no fim das estações mais frias fazer a higienização dos cobertores, mantas e edredons antes de utilizá-los, visando o bem-estar dos moradores. E, se possível, a orientação é que opte por uma lavanderia especializada, como a 5àsec, que pode oferecer uma limpeza profunda e serviços como o bactericida”, finaliza a especialista.

Sobre a 5àsec:
Especializada no tratamento de roupas e produtos têxteis, por meio de um sistema de limpeza de qualidade, que utiliza equipamentos e produtos de alta tecnologia em seus serviços, a 5àsec é reconhecida no mercado como uma lavanderia inteligente. Seus diferenciais estão centrados no atendimento ao cliente e nos serviços especializados, como: a revitalização das cores das roupas; o processo de engomar, que conserva as roupas como recém-passadas; a impermeabilização, que evita incrustações de manchas, e o tratamento especial em couro, que o hidrata e rejuvenesce. A 5àsec é a maior rede de lavanderias do Brasil, com mais de 530 pontos de venda em todo o território brasileiro.




Comente esta notícia