logomarca
Cuiabá, 19 de Julho de 2024.

Arte e Cultura Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2024, 18:20 - A | A

Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2024, 18h:20 - A | A

Experiências

Teresa Perez explora a magia dos Safáris na África

A Teresa Perez reuniu as melhores experiências de safári no continente para quem busca uma nova maneira de explorar cada pedacinho da exuberante natureza africana

Divulgação

CA0D8977-B25D-4A54-AE56-CC75EEFBD793.jpeg

 


A Teresa Perez, especialista em viagens com significado e roteiros personalizados, reuniu as melhores experiências de safári para ajudar os viajantes a explorar a infinita natureza africana e proporcionar uma viagem marcante. A África é um continente que encanta e fascina, onde os mistérios da vida selvagem se desvendam e a celebração da vida acontece a cada passo. Para diferentes idades e momentos de vida, um safári pela África é capaz de proporcionar experiências extremamente transformadoras, em uma jornada repleta de significados.

Além das tradicionais viagens em carros fechados, ideais para crianças a partir de 2 anos, é possível subir em um balão de ar quente e ver o dia nascer em tons alaranjados, contemplando a vastidão da savana de uma perspectiva única. A experiência muitas vezes termina com um café da manhã sob a sombra de um baobá, árvore nativa do continente africano e também da Austrália.

 

A África oferece a oportunidade de vivenciar a vida selvagem em sua forma mais pura, proporcionando momentos de reflexão, contemplação e conexão com a natureza circundante. É um lugar onde os viajantes são convidados a se redescobrir enquanto mergulham profundamente na complexidade e na riqueza do cenário.

 

Confira algumas experiências e planeje a sua próxima viagem:

 

A Vida Selvagem de Camarote: É impossível não se impressionar com a dinâmica da savana quando observada do alto. Os passeios de balão sobrevoam áreas repletas de ação e paisagens deslumbrantes. No Quênia e na Tanzânia, o nascer do sol apresenta diversos tons alaranjados que dificilmente serão vistos em outro lugar do mundo. Quênia e Tanzânia são os destinos ideais para essa experiência.

Onde experimentar: Reserva Nacional Masai Mara (Quênia) e Parque Nacional do Serengeti (Tanzânia)

Melhor época: julho a outubro

 

Percorrer o Okavango Delta de Diversas Formas: Seja de mokoro, helicóptero ou barco, conhecer o rio Okavango é uma experiência sublime e única. O delta e sua planície alagada abrigam uma imensidão selvagem ao seu redor. Um safári pelas suas águas é completamente diferente dos feitos por terra, inclusive por apresentar surpresas e cenários que só podem ser vistos a partir da canoa. Uma das experiências inesquecíveis nessa região é sobrevoar parte dos mais de mil quilômetros pelos quais o rio Okavango se estende.

Onde experimentar: Okavango Delta (Botsuana)

Melhor época: junho a outubro

 

Safáris Fotográficos no Deserto:Subir as dunas de 300 metros de altura em Sossusvlei, na Namíbia, é uma experiência que estimula intensamente todos os sentidos humanos. O deserto na costa atlântica abriga algumas das dunas mais altas do mundo, incluindo a famosa Duna 45. Deadvlei, uma formação única, oferece surpresas e cenários que só podem ser vistos a partir de passeios de helicóptero, 4x4, bicicletas, quadriciclos e até sobrevoos de balão.

Onde experimentar: Sossusvlei (Namíbia)

Melhor época: abril a outubro

 

O Céu Mais Estrelado da África: As "starbeds" suítes sofisticadas instaladas a céu aberto, oferecem uma observação noturna espetacular do céu estrelado africano. Lodges remotos proporcionam uma visão deslumbrante do céu estrelado, envolvendo os hóspedes com a emocionante experiência de ouvir os sons da vida selvagem, oferecendo, ao mesmo tempo, opções culinárias excepcionais e segurança de alta qualidade.

Onde Experimentar: Kruger National Park (África do Sul), Okavango Delta (Botsuana), Hwange National Park, Zambezi National Park e Mana Pool (Zimbábue)

Melhor Época: África do Sul: o ano todo; Botsuana: junho a outubro; Zimbábue: maio a outubro

 

O Espetáculo das Grandes Migrações: A migração de mamíferos é um dos maiores espetáculos da natureza. É possível observá-la tanto da terra, enquanto as manadas correm em busca de pastagens frescas, quanto do alto, em passeios de balão. A Reserva Nacional Masai Mara no Quênia e o Parque Nacional do Serengeti na Tanzânia são os lugares ideais para testemunhar esse fenômeno. Mais de 1 milhão de animais realizam uma incrível migração do Quênia para a Tanzânia e de volta, fortalecendo-se em grupo para enfrentar predadores como hienas e crocodilos. Este fenômeno espetacular é uma experiência emocionante que cativa pessoas de todas as idades, semelhante a uma cena de filme, ideal para famílias e

entusiastas da vida selvagem.

Onde experimentar: Reserva Nacional Masai Mara (Quênia) e Parque Nacional do Serengeti (Tanzânia)

Melhor época: Quênia: julho a outubro; Tanzânia: outubro a julho

 

Navegando o Rio Chobe: Às margens do rio Chobe, na Botsuana, corre uma belíssima parte da vida animal africana. Hipopótamos, leões, antílopes, búfalos e outros animais frequentam as margens do rio, especialmente durante o período de cheia. Uma jornada por águas do rio Chobe é completamente diferente dos safaris terrestres e oferece surpresas e paisagens únicas. Quem já navegou em um rio de tamanho volume e importância sabe da experiência que é percorrer um núcleo tão importante para a fauna e para a flora local.

Onde experimentar: Botsuana

Melhor época: março a outubro

 

Os Donos da Savana Bem Pertinho, no Kruger National Park:O Kruger National Park, na África do Sul, é um imenso santuário com uma das maiores diversidades de vida selvagem do Hemisfério Sul. Os "Big Five" (leão, leopardo, elefante, rinoceronte e búfalo) podem ser avistados durante todo o ano. O Sabi Sand Game Reserve, no Kruger National Park, é o lugar ideal para uma experiência de safári na África do Sul.

Onde experimentar: Sabi Sand Game Reserve, no Kruger National Park (África do Sul)

Melhor época: O ano inteiro

 

A Majestosa Victoria Falls: As Cataratas Vitória, entre a Zâmbia e o Zimbábue, são uma das Maravilhas do Mundo Moderno. Além das cataratas espetaculares e arco íris entre suas quedas d'água, os visitantes podem pular de bungee jump, explorar o Parque Nacional Mosi-Oa-Tunya e admirar o céu estrelado da região.

Onde experimentar: Victoria Falls, entre a Zâmbia e o Zimbábue

Melhor época: maio a outubro

 

Um Safari a Cavalo ou de Bicicleta pela Savana: Cavalgar pelo coração da savana ou fazer safáris de bicicleta proporciona uma experiência totalmente imersiva. No caminho, prepare-se para encontrar os mais diversos tipos de manadas e famílias de animais. Tanto as cavalgadas quanto os passeios sobre duas rodas passam por diversas regiões que nem sempre os carros conseguem acessar.

Onde experimentar: Safári a cavalo: Okavango Delta (Botsuana) Masai Mara (Quênia) NamibRand Nature Reserve (Namíbia); Safári de bike: Sossusvlei na Namíbia e Makgadikgadi Pans (Botsuana)

Melhor época: Botsuana: junho a outubro; Quênia: janeiro e fevereiro e junho a outubro; Namíbia: abril a outubro

 

Vista Privilegiada para a Vida Selvagem: Experimentar um "Hide Safari" permite aos viajantes ficarem camuflados e observarem de perto os animais da savana sem serem percebidos. Nele, é possível experienciar situações selvagens extremas, como um predador que busca sua presa à margem de um lago ou uma família que interage após uma farta refeição.

Onde experimentar: Parque Nacional Hwange e Malilangwe Wildlife Reserve (Zimbábue)

Melhor época: maio a outubro

 

O Modo de Vida das Tribos Originárias Africanas: Imersões culturais são uma parte vital de qualquer viagem à África. Conhecer as tribos como os Himbas na Namíbia ou os Maasai no Quênia e Tanzânia oferece uma oportunidade de aprender sobre tradições ancestrais e estilos de vida únicos.

Onde experimentar: Masais: Reserva Nacional Masai Mara (Quênia) e Parque Nacional do Serengeti (Tanzânia); Himbas: Serra Cafema (Namíbia); Samburu: Samburu (Quênia)

Melhor época: Quênia e Tanzânia:junho a outubro e janeiro a fevereiro; Namíbia: abril a outubro

 

A imponência dos maiores gorilas do mundo: A visita a esses animais ameaçados é uma experiência rara e altamente controlada, com menos de mil indivíduos existentes. Mais da metade reside nas Montanhas Virunga em Ruanda. O encontro com esses primatas majestosos requer uma caminhada que varia de 30 minutos a 4 horas, mas a recompensa é inestimável. Além da proximidade com os gorilas, a caminhada oferece uma conexão única com a natureza e vistas deslumbrantes.

Onde Experimentar: Parque Nacional dos Vulcões, Ruanda

Melhor Época: junho a setembro

 

Observando a Graciosidade dos Suricatos: Para uma experiência única na savana, junte-se aos suricatos de manhã. Observar essas criaturas sociáveis e graciosas é cativante, já que eles têm tarefas bem definidas ao acordar. Acompanhados por guias experientes, você pode testemunhar como se protegem dos perigos da savana, identificar líderes de grupos e chegar bem perto desses animais.

 

Explorando as Belezas Naturais de Madagascar: Madagascar, a quarta maior ilha do mundo, é um tesouro de biodiversidade. A icônica floresta de baobás e os lêmures simpáticos são atrações principais. A ilha também brinda os visitantes com praias de areia branca e águas azuis deslumbrantes.

Onde Experimentar: Parques Nacionais Andasibe-Mantadia e Isalo, Madagascar

Melhor Época: abril a outubro

 

O topo da África: O Kilimanjaro, a montanha mais alta da África, com 5.895 metros de altitude, oferece vistas espetaculares. Subir ao topo revela um cenário de neve cercado pela paisagem africana icônica, combinando a beleza da savana com a majestade da montanha.

Onde Experimentar: Kilimanjaro, Tanzânia

Melhor Época: junho a setembro

 

Uma viagem à África é uma imersão na natureza, onde safáris modernos podem colocar os viajantes no epicentro da vida selvagem. Os lodges sofisticados oferecem um cenário de despertar com famílias de elefantes circundando as acomodações e noites embaladas por rugidos da savana. Além disso, a conscientização crescente sobre o impacto ambiental e social das viagens tem levado destinos africanos, como Quênia, Tanzânia, Zimbábue, Ruanda e África do Sul, a adotarem práticas sustentáveis e culturalmente responsáveis. Hospedar-se nesses locais, muitos dedicados a experiências de safári, contribui para o equilíbrio ambiental. Em uma jornada de descoberta pessoal e da África, a equipe Teresa Perez, pioneira em viagens ao continente desde 1996, em parceria com as principais redes hoteleiras locais, oferece conforto, segurança e a oportunidade de transformação em uma viagem que merece ser vivida com leveza e tranquilidade.

 

Onde ficar:

 

Singita: uma rede de hospedagem sustentável e comprometida com a conservação ambiental, que transformou antigas concessões de caça em áreas de proteção à vida selvagem há 30 anos. Com 15 lodges e tendas premiados em quatro países africanos, o Singita oferece uma variedade de experiências de safári. No Zimbábue, o Pamushana Lodge proporciona observação de animais a partir de um bunker junto a um lago, stargazing no céu da savana e visitas a sítios arqueológicos. Na África do Sul, o Singita possui cinco opções de acomodação. Cada estadia no Singita oferece uma experiência única de safári em locais deslumbrantes.

 

&Beyond: uma rede de acomodações que oferece experiências únicas em safáris na África. Na Ngala Private Reserve, localizada no Kruger National Park, África do Sul, os hóspedes podem encontrar dois dos três raros leões brancos da vida selvagem, desfrutando de uma variedade de acomodações. Além disso, a região do Okavango Delta, em Botsuana, é conhecida por sua espetacular fauna e flora, e os lodges da &Beyond proporcionam voos panorâmicos sobre a vasta planície alagada. No Quênia, os &Beyond Kichwa Tembo Tented Camp e &Beyond Bateleur Camp, localizados dentro do Masai Mara, oferecem experiências próximas às migrações de animais, enquanto o &Beyond Klein's Camp é ideal para observar a vida selvagem noturna na Tanzânia. Já o &Beyond Grumeti River Lodge, nos arredores do Serengeti, é perfeito para safáris no início do ano, onde os viajantes podem testemunhar manadas de gnus e crocodilos gigantes.

 

Sobre Teresa Perez

Com 32 anos de história, a Teresa Perez é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e uma das marcas do TP Group, que também contempla TP Corporate,TP Air, New Age, Embark Beyond e Oiá Casa Lençóis. Sua atuação pioneira inclui um trabalho consistente de consultoria em viagens em destinos nas Américas, Europa, Ásia, África e Oceania. Com um time de consultores apaixonados por viagens, a agência

identifica os interesses, desejos e necessidades de cada cliente, com análise de roteiros, destinos, culturas e logísticas. Teresa Perez, fundadora, e Tomas Perez, presidente da agência, são membros do Conselho do mundialmente renomado Grupo Four Seasons, no qual discutem tendências e qualidade dos serviços, dentre outros assuntos do setor. A operadora também faz parte dos conselhos da Belmond, Rosewood e Shangri-lá, além de integrar clubes de benefícios das redes de hotéis Mandarin Oriental, Ritz-Carlton, Starwood, Four Seasons e Rocco Forte, que garantem vantagens exclusivas aos seus clientes. A empresa também vem sendo sucessivamente reconhecida através de prêmios concedidos anualmente no Virtuoso Travel Week, tendo recebido oito troféus nos últimos 7 anos – os 5 mais recentes como Top Production Latin America. Recentemente, a Teresa Perez também foi premiada como a agência com melhor resultado no mercado da América Latina e, em 2015, ganhou o exclusivo título Ruby of Siam – concedido pela Virtuoso a um pequeno grupo de agentes de viagens internacionais que representam a excelência em serviços de alto padrão.




Comente esta notícia