logomarca
Cuiabá, 13 de Junho de 2024.

Arte e Cultura Sábado, 04 de Março de 2023, 04:09 - A | A

Sábado, 04 de Março de 2023, 04h:09 - A | A

Pop art

Cia. Noz de Teatro, Dança e Animação faz temporada gratuita do infantojuvenil POP no Teatro Arthur de Azevedo

Com direção de Anie Welter, espetáculo apresenta para a criançada o universo colorido, vibrante e político da Pop Art

Popularizada nos anos de 1960 nos Estados Unidos, a Pop Art ficou conhecida por propor uma reflexão sobre o consumo da sociedade norte-americana. E a Cia. Noz de Teatro, Dança e Animação evoca o universo presente nesse movimento artístico no espetáculo infantojuvenil POP, que tem uma temporada gratuita no Teatro Athur de Azevedo, entre os dias 11 de março e 2 de abril.

O espetáculo tem direção de Anie Welter e traz no elenco Jota Rafaelli, Laís Trovarelli / Vanessa Balsalobre, Luciana Venancio/ Maiara Roquetti e Rafael Bolacha / Valcrez da Silva Siqueira   

Além de apresentar a estética toda colorida da Pop Art para os pequenos, a peça convida o público mirim a repensar nos próprios hábitos de consumo a partir de situações rotineiras da vida infantil, como acompanhar os pais no supermercado e assistir à televisão. 

“A Pop Art agrada o público infantil até hoje por oferecer elementos com cores fortes, personagens animados, músicas e objetos característicos. Todo o cenário busca aproximar-se do universo juvenil e criticar com bom humor a massificação da sociedade, ressaltando sua influência no comportamento humano atual”, reflete a diretora Anie Welter.

Com uma mistura de dança, música, artes plásticas, animação de objetos e bonecos, o espetáculo retrata de forma divertida o cotidiano de uma dona de casa que assiste à TV e é impactada por um apresentador de programa de auditório que narra e intervém de forma divertida na vida dela.

A proposta é mostrar como a TV, tão presente na vida das pessoas, influencia o hábito de consumo da sociedade. Em cena, os simples atos de ir ao mercado, adquirir uma roupa ou assistir TV se transformam em situações divertidas, nas quais personagens, produtos e embalagens dialogam com o mundo da publicidade e da moda.

No cenário, cubos mágicos como quebra cabeças brincam de montar imagens que aparecem e desaparecem num jogo divertido, no qual surgem personagens e situações inspirados em garotos propaganda, histórias em quadrinhos, anúncios coloridos e letreiros comerciais que fazem referência à cultura pop.

A fantasia é elemento marcante nesta encenação, e surge por meio de figurinos coloridos, belas coreografias e na transformação de embalagens de produtos alimentares em bonecos dançantes e performáticos que interagem com a protagonista da história rompendo a barreira do real.

A música (vencedora do Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem – Música Originalmente Composta) é um corpo que compõe o trabalho, acompanha e delineia com suas notas e tons os caminhos proporcionando diálogos entre os personagens animados, dando lhes vida, ritmo e personalidades.

A proposta estética permite que o espetáculo POP transite por temas contemporâneos e pertinentes à vida de crianças e adultos sem ser panfletário, garantindo diversão de qualidade para toda família.

Outras atividades

POP é possível graças a um projeto da Cia Noz de Teatro, Dança e Animação  contemplado pela 15ª edição do Prêmio Zé Renato de Teatro para a Cidade de São Paulo, da Secretaria Municipal de Cultura.

Além da peça, o grupo promove um Workshop de Formas Animadas no dia 25 de abril, às 17h, no próprio Teatro Arthur de Azevedo. A atividade visa adentrar de forma lúdica o universo da manipulação de bonecos e objetos, vivenciando jogos corporais, de voz, manipulação e dramaturgia. 

O projeto também prevê a realização de 30 apresentações agendadas em escolas da rede pública de ensino, centros culturais e CEUs; 10 mediações artísticas destinadas às crianças; uma nova temporada e um curta-documentário a ser postado no canal do youtube da Cia Noz.


Sinopse

O espetáculo inventa e reinventa a POP ART dentro do universo infantil, envolve as técnicas de dança, música, artes plásticas e animação de objetos e bonecos.

No POP o cotidiano da vida de uma dona de casa, um simples ato de ir ao mercado, adquirir uma roupa ou assistir TV se transforma em situações divertidas onde personagens, produtos e embalagens dialogam com o mundo da publicidade e da moda. No cenário, cubos mágicos e quebra cabeças brincam de montar imagens que aparecem e desaparecem num jogo divertido, nesse jogo surgem personagens e situações inspirados em garotos propaganda, histórias em quadrinhos, anúncios coloridos e letreiros comerciais que fazem referência à cultura pop.

Ficha Técnica

Coordenação e Direção Geral: Anie Welter

Criação: Anie Welter, Cida Sena, Paulo Henrique Alves, Rafael Petri, Renata Andrade e Sheyla Coelho  

Trilha Sonora:  Morris Picciotto

Produção Musical: Yvo Ursini

Luz e Designer Gráfico: Rafael Petri

Cenários, figurinos, adereços e bonecos: Renata Andrade e Anie Welter

Elenco: Jota Rafaelli, Laís Trovarelli / Vanessa Balsalobre, Luciana Venancio/ Maiara Roquetti e Rafael Bolacha / Valcrez da Silva Siqueira   

Produção Geral e Executiva: Luciana Venancio (Movicena Produções)

Assistente de Produção: Amanda Chaptiska

Mídias Sociais: Carla Mercado, Laís Trovarelli e Luciana Venancio

Assessoria de Imprensa: Pombo Correio

Orientação de Workshop: Anie Welter e Laís Trovarelli

Orientação de Mediação Artística:  Jota Rafaelli, Laís Trovarelli, Maiara Roquetti, Rafael Bolacha e Vanessa Balsalobre

 

Este projeto foi contemplado pela 15° Edição do Prêmio Zé Renato de Teatro para a Cidade de São Paulo - Secretaria Municipal de Cultura

Serviço

POP, da Cia Noz de Teatro, Dança e Animação

Temporada: 11 de março a 2 de abril, aos sábados e domingos, às 16h

Teatro Arthur de Azevedo - Av. Paes de Barros, 955, Alto da Mooca

Ingressos: gratuitos, distribuídos uma hora antes de cada apresentação

Duração: 45 minutos

Classificação: Livre 

Capacidade: 349 lugares

4 poltronas para obesos; 8 lugares para cadeirantes.

 

Workshop de Formas Animadas

Descrição: a atividade visa adentrar de forma lúdica o universo da manipulação de bonecos e objetos, vivenciando jogos corporais, de voz, manipulação e dramaturgia. O workshop será focado na relação corporal do intérprete com os objetos e bonecos, transformação e ressignificação de materiais do cotidiano, suas possibilidades cênicas e criação de cenas através de improvisações.

Quando: 25 de abril, a partir das 17h

Duração: 3 horas.

Público-alvo: Estudantes, artistas e interessados em geral.




Comente esta notícia