logomarca
Cuiabá, 22 de Julho de 2024.

Variedade Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024, 11:32 - A | A

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024, 11h:32 - A | A

DOAÇÂO

Mais de 10 mil objetos esquecidos em aeroportos são doados à APAE

O material estava nos setores de Achados e Perdidos de 14 aeroportos administrados pela empresa

Divulgação

unnamed (70).jpg

 

Em período de alta movimentação nos aeroportos, é comum que passageiros deixem para trás objetos pessoais. Sejam óculos, livros, ursos de pelúcia, bijuterias ou até mesmo uma máquina de cortar cabelo, esses são alguns dos mais de 10 mil itens esquecidos durante o último ano em aeroportos administrados pela CCR Aeroportos, que estão sendo destinados à Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (APAE).

Todo este material permaneceu por mais de 90 dias (o tempo limite para a devolução) nos setores de Achados e Perdidos dos aeroportos, aguardando seus donos que, por alguma razão, não voltaram para resgatá-los. Além de proporcionar um destino aos objetos esquecidos, essa iniciativa promove a responsabilidade social e destaca como pequenos gestos podem ter um impacto positivo significativo na vida de muitos.

Divulgação

unnamed (5).jpg

 

A coordenadora de Customer Experience da CCR Aeroportos, Angélica Werneck, destaca que dezenas de profissionais da empresa foram mobilizados para realizar a doação. “Organizamos um procedimento de catalogação dos objetos nos 14 aeroportos com aviação comercial, identificamos o que poderia ser doado, o que deveria permanecer retido, como equipamentos eletrônicos com informações pessoais, e estamos realizando a doação às APAEs das cidades onde estão localizados os aeroportos. Um trabalho feito a muitas mãos com responsabilidade e solidariedade”, explica.

O diretor da APAE de Goiânia, Albanir Pereira Santana, explica a destinação desses objetos para a instituição que atende crianças e adolescentes diariamente. “Vamos verificar o que é possível ser reutilizado pela própria instituição. Aquilo que não for utilizado, vamos separar adequadamente e realizar um bazar, feito com o objetivo de ajudar as famílias que são atendidas pela APAE."

Além de Goiânia, foram doações às APAEs de São José dos Pinhais (onde fica o Aeroporto Internacional de Curitiba), São Luís, Teresina, Foz do Iguaçu, Londrina, Joinville, Navegantes, Palmas, Imperatriz, Petrolina, Pelotas, Uruguaiana e Bagé.

 

Procedimentos para Achados e Perdidos

Caso um passageiro encontre ou esqueça um objeto em algum dos aeroportos CCR, o processo de devolução é simples. Para quem encontra algum objeto esquecido, acionar um agente do aeroporto é o primeiro passo para garantir a entrega segura. Já para quem perdeu um item, é necessário informar o máximo de características do objeto possível. Após a comprovação da veracidade, documentos pessoais são solicitados para registro no formulário de devolução, facilitando o processo de retirada.

Os objetos esquecidos ficam sob cuidados do aeroporto por um período de 90 dias, oferecendo aos passageiros tempo suficiente para entrar em contato e recuperar seus pertences. Para agilizar esse processo, a concessionária disponibiliza um canal de comunicação através do telefone 0800-727-4720. As devoluções são realizadas entre 8h às 17h nos dias úteis

 

Sobre a CCR Aeroportos

A CCR Aeroportos é uma divisão de negócios do Grupo CCR que opera 20 aeroportos no mundo, firmando sua presença em quatro países e nove estados brasileiros. Com a recente expansão a empresa se consolidou como uma das maiores operadoras em número de aeroportos no Brasil. Ao todo administra 17 aeroportos brasileiros: São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; Goiânia, em Goiás; o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por meio da BH Airport, e o Aeroporto da Pampulha, em Minas Gerais; Curitiba, Bacacheri, Londrina e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; e Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul. No exterior, a empresa opera os aeroportos de Juan Santamaria (Costa Rica), Quito (Equador) e Curaçao (Antilhas Holandesas). Em todas estas operações, a CCR Aeroportos movimenta cerca de 42 milhões de passageiros por ano.

 



Comente esta notícia