logomarca
Cuiabá, 22 de Julho de 2024.

Variedade Segunda-feira, 06 de Maio de 2024, 13:04 - A | A

Segunda-feira, 06 de Maio de 2024, 13h:04 - A | A

PRAVALER

Dicas financeiras para estudantes universitários

Definir os gastos mensais, negociar dívidas e estabelecer metas são algumas das iniciativas que contribuirão para alcançar o equilíbrio das despesas

Divulgação

unnamed - 2024-05-06T130704.752 (1).jpg

 

A vida adulta pode apresentar inúmeros desafios. Entre os diversos aspectos, destaca-se a estabilidade financeira, que traz maior segurança e alcançar objetivos, como uma viagem, a compra de um imóvel ou adquirir o diploma desejado. Pensando nisso, o Pravaler, empresa líder no acesso ao ensino superior e em soluções para o ecossistema de educação do Brasil, listou algumas dicas de como otimizar a renda para tornar esses sonhos possíveis.

Antes de tudo, vale entender o que é estabilidade financeira? Em resumo, é uma condição na qual uma pessoa, família ou organização consegue manter um equilíbrio saudável entre seus rendimentos e despesas ao longo do tempo, garantindo assim uma base sólida e, consequentemente, mais qualidade de vida. Essa solidez, por sua vez, também envolve a capacidade de se adaptar a mudanças em relação ao dinheiro, como variações nos rendimentos, custos inesperados, flutuações no mercado e eventos imprevistos, sem que isso cause um impacto negativo no bolso. Na prática, é ter uma gestão financeira eficiente e sustentável que permita enfrentar os obstáculos e aproveitar as oportunidades ao longo do tempo, principalmente para quem está no período universitário.

 

Confira algumas dicas de como tornar o dinheiro mais rentável e equilibrar as despesas com mais facilidade: 

 

  • Defina as entradas e as saídas

Você sabe com o que gasta seu dinheiro todo mês? Não? Então, é importante ter isso muito bem definido. Muitas vezes, não são os grandes gastos, mas as pequenas despesas como o cafezinho na padaria, um lanche antes de ir para a faculdade ou a pizza no meio da semana que estouram o orçamento sem a gente perceber. Anotar todos os gastos em uma caderneta ou planilha, além de proporcionar organização, trará uma visão mais detalhada para o gerenciamento da renda. 

 

  • Monte seu orçamento mensal

Agora que você sabe para onde vai o seu dinheiro todo mês, é hora de definir seus gastos. Veja quais essenciais e que não podem ser eliminados, como mensalidade de cursos, faculdade, água, luz, telefone, internet, aluguel e transporte – e coloque-os na lista de gastos fixos. Depois, considere os outros como lanches, balada, viagens de fim de semana e vestuários – e veja o que pode der cortado. Estabeleça prioridades! A meta é economizar para “reformar” sua vida financeira.

 

  • Defina suas dívidas

Tenha muito bem organizado quais são suas dívidas e a quantia exata de quanto deve. Pague primeiro aquelas em que os juros são maiores e que, no caso de atraso, possa impactar nos gastos mensais. Além disso, considere negociar o valor das dívidas diretamente com os credores, uma vez que eles podem reduzir o montante a ser pago.

 

  • Estabeleça metas

Quais são seus objetivos de vida? Talvez a casa própria? Um carro novo? Uma graduação? Um intercâmbio? Não tenha medo de planejar quais serão seus gastos mensais, apenas cuide para que eles estejam de acordo com sua renda a médio ou longo prazo. Estabelecer metas irreais causa apenas frustração.

 

  • Tenha foco

Um dos principais desafios de todo esse processo é justamente o início. Alguns dos itens acima, na prática, podem parecer muito difíceis, e você pode se sentir tentado a desistir inúmeras vezes. Por isso, é importante ter suas metas e objetivos a longo prazo sempre em mente, uma vez que eles o motivarão a seguir determinado e, com a prática, esse processo se tornará cada vez mais simples.

 

  • Não desista de seus objetivos

Em determinados momentos pode haver necessidade de uma mudança de rota. Faça isso, mas não desista. Se tratando do estudante universitário que, por conta de um aperto financeiro, está pensando em trancar ou desistir da graduação, existem opções como o financiamento estudantil privado do Pravaler que pode ser aderido por veteranos, independente do período letivo. Com ele, é possível pagar metade da mensalidade, no dobro do tempo, permitindo assim um respiro para administrar a renda e focar nos estudos. Saiba mais no site.  




Comente esta notícia