logomarca
Cuiabá, 19 de Julho de 2024.

Palavra de Profissional Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024, 15:06 - A | A

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024, 15h:06 - A | A

desafios

Volta às aulas: como lidar com as pressões escolares e acadêmicas

Psicóloga fala sobre desafios emocionais dos estudos e como administrá-los

Divulgação

e6e807c6-83e8-4fcd-a1bd-17591c266746.jpg

 

À medida que o ano letivo se inicia, estudantes em todo o país estão repletos de entusiasmo e determinação. Metas de estudo são estabelecidas, planos são traçados e uma sensação de empolgação permeia esse começo. No entanto, com o passar do tempo, é frequente observar uma queda na energia inicial afetando a motivação dos alunos diante dos desafios emocionais.

Segundo Denise Rodrigues, coordenadora do curso de Psicologia da UNINASSAU Rio de Janeiro, essa é uma situação comum na vida acadêmica. Por a trajetória de estudo ser longa, é certo que terão sucessos e contrariedades durante o processo. E, normalmente, no momento do fracasso ocorre o primeiro afastamento dos propósitos iniciais. De acordo com a psicóloga, os possíveis efeitos dessa quebra de expectativa são ansiedade, aumento da frustração – quando o resultado não é tão positivo quanto o esperado – e aumento da pressão psicológica.

“Uma das estratégias para lidar não só com esses desapontamentos, mas com a vida como um todo, é entender que esse é um sentimento comum na vida profissional. Dessa forma, é fundamental ter clareza sobre metas pessoais, onde se quer chegar e o quanto aquilo é importante e prioritário. O segundo ponto é entender que o desempenho acadêmico não tem a ver com a sua capacidade, ele é apenas um retrato de um determinado momento e pode ser influenciado por várias coisas. Outra questão é dedicar tempo ao lazer e hobbies”, afirma Denise.

A conexão com os colegas e a busca por apoio social também são elementos-chaves na construção da fortaleza emocional dos estudantes. Assim, contar com um sistema de suporte psicológico, seja por meio de amigos, familiares ou profissionais da saúde mental, pode, igualmente, ser uma fonte valiosa de conforto e encorajamento, essenciais para enfrentar os desafios e manter a motivação durante todo o ano letivo.




Comente esta notícia