logomarca
Cuiabá, 15 de Julho de 2024.

Mulher em Destaque Quinta-feira, 21 de Março de 2024, 22:55 - A | A

Quinta-feira, 21 de Março de 2024, 22h:55 - A | A

Dicas

Mês da Mulher: 5 dicas para conquistar o sucesso empreendendo

O sucesso nunca é fácil, especialmente para mulheres empreendedoras. Hérica Machado, fundadora da KARU, agência de marketing, oferece algumas dicas valiosas para enfrentar essas dificuldades.

Pixabay

IMG_9332.jpeg

 


À medida que celebra-se o Mês da Mulher, é necessário refletir sobre os avanços das mulheres no mercado de trabalho. Mas, para as que desejam empreender, muitas vezes o caminho não é dos mais fáceis, apesar do empreendedorismo estar crescendo no Brasil. De acordo com dados do Monitor Global de Empreendedorismo, feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e pela Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (Anegepe), quase 70% dos brasileiros de 18 a 64 anos, estavam envolvidos com empreendedorismo em 2022. Além disso, eram 42 milhões de empreendedores já na ativa.

Entretanto, a pesquisa “Características dos Empreendedores: Empreendedorismo Feminino”, divulgada pelo Sebrae no último Dia do Empreendedorismo Feminino, mostra que as mulheres recebem menos apoio para abrir ou gerir pequenas empresas do que homens. As empreendedoras acabam dedicando menos horas às suas empresas, já que precisam utilizar praticamente o dobro de tempo do que os homens nos cuidados com familiares e com afazeres domésticos. Apesar disso, um estudo com base nos dados divulgados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), também aponta que o percentual de empreendedoras em relação ao total de negócios chegou a 34,4% em 2022, o que totalizou 10,3 milhões de mulheres donas de seus próprios negócios.

Para Hérica Machado, fundadora e Head de Estratégia da KARU, agência de marketing especializada em soluções tailor made, o caminho do empreendedorismo precisa de muita coragem e persistência. “É preciso coragem para se dedicar por horas aos detalhes de cada projeto, acreditando muito na ideia, e persistência para garantir o crescimento - seja de conhecimento, processos ou expansão do negócio. O que garante a construção consistente de um negócio são os processos, a visão a médio e longo prazo, e o planejamento”, comenta.

Nesse caminho, provar a eficiência e experiência como empreendedor pode ser uma das maiores dificuldades para as mulheres. “Esse pode ser um grande desafio, entendendo que construir uma carreira em cenários onde os decisores majoritariamente são homens pode exigir mais para equiparar a visão em relação aos pares. Ser uma mulher empreendedora é ter que provar, e reafirmar, todos os dias, a qualidade do seu trabalho, a excelência da entrega, o seu nível de conhecimento e expertise do seu negócio”, entende Hérica.

Para iniciar um negócio, é imprescindível o investimento em um plano de negócios. “Além de um plano bem construído, o acompanhamento e ajustes de rota com agilidade se faz necessário. É preciso ter uma visão de growth sobre o negócio, um plano bem elaborado e flexibilidade para lidar com os imprevistos. Metas são importantes para entender o momento certo de tomar decisão, já que se antecipar ou postergar demais pode gerar prejuízos - não só financeiros, mas de confiança. A visão a longo prazo e metas vêm do planejamento, que é a bússola para o crescimento dos negócios”, analisa. 

Para ajudar quem deseja se destacar no mercado de trabalho e encontrar o sucesso com o seu próprio negócio, a especialista lista as principais dicas. Confira: 

Divulgação

IMG_9331.jpeg

 

1. Construa e confie no que está desenvolvendo

 

“Desenvolva o seu negócio com foco. Confie no seu repertório e no que almeja como profissional. Acreditar no que está construindo, ter confiança para vender sua ideia e estabelecer os objetivos são cruciais nesta etapa da criação”, indica.

 

2. Encontre o seu diferencial

 

“É preciso consolidar a sua trajetória profissional, colher os frutos de projetos bem sucedidos, bem como os aprendizados daquilo que deu errado. Ao longo da carreira também é necessário conectar soluções alinhadas com o cenário do negócio, entender o core business e se dedicar a testar e entender a melhor aplicabilidade, validando público, ticket, processos e cultura. A construção do diferencial irá nascer de forma natural, pois você verá a lacuna do mercado que o seu negócio resolverá”, defende a especialista.

 

3. Planejamento é importante, acompanhamento é essencial

 

“Quando traçamos uma rota é importante acompanhar o quanto estamos no caminho. Não é diferente com o planejamento, tão importante quanto construir a hipótese de caminho olhando para o objetivo do negócio é a aferição dos indicadores de sucesso”, explica.

 

4. Tenha confiança no Network

 

“Por mais que possa ser clichê, é imprescindível que as mulheres entendam que: sozinhas vamos mais rápido e juntas vamos mais longe. Ter pessoas de confiança, mentores e colegas de profissão envolvidos em colaborar ou validar ideias é um propulsor para ter uma solução ainda mais alinhada com a necessidade do mercado”, completa.

 

5. Faça benchmark

 

“Conectar a rede profissional vai além do network para fechar novos clientes. É possível aprender com quem já faz, abrindo discussões sobre negócios, desafios e como solucioná-los. Assim, é possível reduzir o tempo de aprendizado, acelerado decisões e crescimento”, finaliza Hérica Machado.

 

Sobre a KARU

 

A KARU é uma agência de marketing especializada em soluções tailor made. Na Karu, os desafios são oportunidades. São uma agência inovadora, resiliente e em constante crescimento, oferecendo soluções criativas para diversos setores. Abraçam o trabalho remoto, promovendo uma colaboração dinâmica entre talentos geograficamente distribuídos pelo Brasil. A KARU tem em seu portfólio empresas como: Estadão, Grupo Vieira, Forbes e Wide Educação.

 

Confira o manifesto da KARU: https://www.karu.ag




Comente esta notícia