logomarca
Cuiabá, 19 de Julho de 2024.

Mulher em Destaque Sexta-feira, 08 de Março de 2024, 14:17 - A | A

Sexta-feira, 08 de Março de 2024, 14h:17 - A | A

Posse de imortal

Escritora Divanize Carbonieri toma posse na AML

Divulgação

954d7150-1c82-46ba-baa4-7f3f98e311e4.jpeg

 


Na noite do  Dia Internacional da Mulher, 19h00, toma posse na Academia Mato-Grossense de Letras a professora e escritora Divanize Carbonieri. Ela foi eleita para a cadeira 17, cujo patrono é João Severiano da Fonseca e que teve, como último ocupante, o poeta e prosador Avelino Tavares.
Carbonieri será a primeira mulher a ocupar a referida cadeira e a décima quarta mulher entre as acadêmicas vivas que compõem o quadro da AML.

Trata-se de um evento singular na história da instituição, em que uma mulher toma posse durante a gestão da primeira mulher negra a ocupar a presidência da casa, a poeta e escritora Luciene Carvalho, que, por sua vez, recebeu o cargo de outra mulher, a jornalista e escritora Sueli Batista, gestão na qual foi eleita. Em mais de cem anos de existência da AML, é a primeira vez que isso acontece.
Carbonieri é professora do Departamento de Letras da Universidade Federal de Mato Grosso. Paulista de nascimento, vive em Mato Grosso desde 2009. Toda a sua produção literária, que envolve dez livros de ficção publicados, foi realizada no período de sua residência no estado. Em 2017, ela foi contemplada com o Prêmio Mato Grosso de Literatura, concedido pelo governo estadual. Em 2020, seu primeiro livro de contos, Passagem estreita, esteve entre os cinco finalistas do Prêmio Jabuti, um dos mais importantes do país. Originalmente ligada aos estudos literários de língua inglesa, Carbonieri também vem se tornando uma estudiosa da literatura mato-grossense, já tendo publicado resenhas e ensaios sobre autoras e autores como Marli Walker, Marta Cocco, Luciene Carvalho, Eduardo Mahon, Luiz Renato de Souza Pinto, Rodivaldo Ribeiro, Juçara Naccioli e Larissa Campos.




Comente esta notícia