logomarca
Cuiabá, 13 de Junho de 2024.

Gastronomia Segunda-feira, 23 de Outubro de 2023, 12:35 - A | A

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2023, 12h:35 - A | A

Sobremesas

Sobremesas estão cada vez mais versáteis, agradam variados paladares e têm uma verdadeira legião de fãs

Famosa pelos deliciosos salgados, a Zé Coxinha tem também opções de sobremesas

 

Seja um simples doce caseiro ou algo mais elaborado, é difícil encontrar quem não seja adepto aos prazeres que a sobremesa proporciona.  Versáteis, elas servem para ocasiões diversas e proporcionam uma verdadeira diversidade de sabores, texturas e combinações. 

A Zé Coxinha, franquia pioneira na venda de salgados no copo e na caixinha, incluiu opções doces em seu cardápio: bolos, churros e brigadeiro. Assim, a rede oferece aos seus clientes uma experiência completa, onde os salgados podem ser acompanhados por sobremesas igualmente saborosas.

Churros, bolos e brigadeiro são mais do que sobremesas e cada um deles tem sua própria história, seu charme especial e sua maneira única de conquistar corações e paladares variados.

Divulgação

Foto Zé Coxinha 25.jpg

 

Brigadeiro

Doce típico da culinária brasileira, o brigadeiro tem suas origens no Sudeste do país. Em 1946, nas habilidosas mãos da doceira carioca Heloísa Nabuco de Oliveira, esta delícia foi criada. Ela comercializava o brigadeiro visando arrecadar fundos para a campanha do candidato brigadeiro Eduardo Gomes. O doce recebeu o nome de “brigadeiro” também em homenagem ao candidato. 

O quitute rapidamente se tornou um sucesso no Brasil.  A versatilidade do doce também levou ao desenvolvimento de diversas variações, como brigadeiro branco, brigadeiro de morango, brigadeiro de pistache, entre outros, expandindo ainda mais sua popularidade.  Essas pequenas delícias se tornaram o doce favorito em festas infantis, reuniões familiares e eventos pelo Brasil afora.

 

Divulgação

Foto Zé Coxinha 27.jpg

 

Bolo

O bolo é uma iguaria de origem antiga que às civilizações da Mesopotâmia, Egito e Grécia. Seu surgimento está ligado ao desenvolvimento da panificação, quando a humanidade começou a dominar técnicas de moagem de grãos e fermentação. No Império Romano, eles aperfeiçoaram a técnica da fermentação e a incorporaram à produção, então apelidaram o prato de "bolo" devido à sua semelhança com uma bola.

Ao longo dos séculos, com evolução das técnicas culinárias e a disponibilidade de ingredientes diversos, os bolos se tornaram mais diversificados e sofisticados. Porém, desde sempre, eles são capazes de brilhar em qualquer ocasião - em um simples aniversário até uma elegante festa de casamento. O universo dos bolos oferece infinitas possibilidades, desde os clássicos, como o bolo de chocolate ou brigadeiro, até os mais exóticos e sofisticados. E o melhor de tudo é que os bolos se ajustam perfeitamente ao tamanho da festa, atendendo desde pequenos grupos até grandes celebrações.

Divulgação

Foto Zé Coxinha 26.JPG

 

Churros

A origem do churros é incerta, mas acredita-se que tenha suas raízes na Península Ibérica, entre Portugal e Espanha. A primeira menção escrita dos churros é no século XV, encontrada em um livro de receitas espanhol. Existem diversas teorias acerca da sua origem, sendo uma delas a sugestão de que pastores espanhóis os criaram como uma opção de refeição rápida e de fácil transporte. Outra teoria sustenta que os churros foram introduzidos na Península Ibérica pelos árabes, que conquistaram a região no século VIII.

O quitute de origem misteriosa consiste em tiras de massa frita e crocante. Hoje, os churros conquistaram corações pelo mundo todo, cativando paladares de todas as idades. Sejam recheados com doce de leite, chocolate, ou simplesmente servidos ao lado de uma xícara de café, esses petiscos são irresistíveis, proporcionando uma experiência doce e memorável em qualquer contexto.




Comente esta notícia