Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 24-09-2021 às 16:34

Reflexões sobre padrões de beleza e imagem plural hoje

Quem nunca se sentiu desconfortável com sua aparência ou buscou pertencer a um padrão que atire a primeira pedra. Será que podemos fugir da discussão de beleza e padrões? O tema é de extrema importância para a área de consultoria de imagem e para o contex

O conceito de beleza e a sua relação social mudam conforme o tempo e luga | Creditos: Divulgação Unsplash.

Pela etimologia, a palavra beleza é originada do latim “bellus”, a ideia de bonito, belo, encantador e o sufixo – “eza” para atribuir relação. A palavra beleza quer dizer, então, o que está relacionado com o belo. Mas a beleza não é uma só. Existe uma forte influência dos padrões sociais, estéticos e subjetivos para entender sua manifestação. Esses padrões são influenciados pelas condições e circunstâncias socioculturais de uma época. Então, o conceito de beleza e a sua relação social mudam conforme o tempo e lugar. 

Os membros AICI Brasil - Associação Internacional de Consultores de Imagem, são qualificados e dedicados a ajudar indivíduos e empresas em todos os aspectos da aparência pessoal, comportamento e comunicação para garantir uma imagem vencedora em sua vida e em seus negócios. Eis o trabalho da consultoria de imagem, tão importante nestes tempos, umas das profissões de maior ascensão nesta década. Os códigos de como se vestir e portar nunca foram tão urgentes e valiosos como hoje. Mais do que nunca a máxima ”A primeira impressão é a que fica”, tornou-se lema de uma geração onde a imagem aliada à tecnologia instantânea, valem muito.

Mais do que nunca também, a diversidade de belezas, corpos, padrões, etnias e gêneros devem ser respeitados e mais que isso, realçados. O profissional de consultoria de imagem tem papel fundamental na criteriosa tarefa de realçar os atributos individuais e pontos fortes da beleza e imagens pessoais. Refletindo sobre a questão, a AICI Brasil reuniu alguns de seus membros para esmiuçar o assunto “padrões de beleza plurais” e convidou a consultora de imagem Larissa Menezes, para colaborar com a discussão. "Desde sempre existiram padrões de beleza na sociedade. O grande risco atualmente é a busca por padrões que considero opressivos."  afirma Larissa, consultora de imagem, moda e comportamento na AICI Brasil - Associação Internacional dos Consultores de Imagem.

Na pré-história, mulheres obesas tinham o tipo físico ideal, pois significava que eram bem nutridas, o que supostamente as tornava melhores para procriar. Em outras épocas, como no renascimento, a gordura também era sinal de poder aquisitivo e classe social. Com filósofos como Pitágoras, Aristóteles e Platão, vieram os padrões de beleza baseados na arte e que incluíam conceitos matemáticos de proporção e simetria. Em outros momentos, novas vertentes surgiram, como a do filósofo Kant que trouxe o entendimento que belo é o que agrada universalmente, sem relação com qualquer conceito.  Outra visão inclui o intelecto e o estilo de vida das pessoas para definir o que é belo e não mais apenas a aparência do corpo em si. Com o passar dos anos, vimos os padrões de beleza serem transformados, mas levando ainda como referência a arte, dessa vez nas revistas, cinemas e novelas.

A atuação da mídia e o advento das redes sociais intensificaram a exposição desses padrões, que passaram a ser vendidos como se fossem algo a ser seguidos e alcançados a qualquer preço. Somos bombardeados o tempo todo por corpos, rostos e pessoas “perfeitas” e isso se reflete no aumento da busca por procedimentos estéticos e intervenções para alterar os corpos e os rostos.  Infelizmente, a maioria dos padrões atuais são irreais e acabam por gerar transtornos alimentares e causam distorções de imagem que acabam por reforçar preconceitos e trazer à tona sentimento de frustração e de não pertencimento.

Mas, e o que é um padrão? É uma “base de referência que é usada para determinar as qualidades ou características de alguma coisa; norma".  Entretanto, quem já estudou qualquer coisa sobre seres humanos sabe que somos diversos e múltiplos. Vê-se, então, que isso de existir um padrão já cai por terra.  Voltando à atuação da mídia, as campanhas publicitárias são quase sempre feitas por modelos magras e jovens, muitas vezes até menores de idade. Como a mulher pode se reconhecer? Será que uma modelo de 14 anos sem ter passado por transformações – hormonais, corporais, envelhecimento da pele – representam uma mulher de 35, 40, 50, 60 anos? Claro que não!

Além de tudo já dito, o conceito de belo e feio são subjetivos. Isso deve ser plural, ou seja, incluindo as diferenças. A  beleza está exatamente na diversidade. E isso é o que bem encontramos no Brasil. Um país tem que como forte característica a diversidade cultural, de sotaques, de cor de pele, de cabelos, de corpos. Podemos continuar julgando a beleza das pessoas levando em consideração conceitos antigos? Olhe ao seu redor… o que você vê? Quem são as pessoas que estão à sua volta? Como elas são? O que as torna únicas?

consultoria de imagem da AICI Brasil pode ser vista como um espaço para as mulheres se reconhecerem na sua integralidade: nos seus corpos, seus cabelos, sua pele. Por isso, Uma forma de incluir e mudar isso é quebrar a nossa visão da importância de existir um padrão. As clientes da AICI, mulheres em sua maioria, transitam entre as diferentes características. A abordagem com cada uma é diferente por se tratar de um olhar individualizado. Mas, uma coisa se repete: a necessidade de esvaziar das crenças e gostos pessoais das consultoras para abrir espaço para acolher e fazê-las abraçarem suas próprias belezas.

Muito já avançamos nesse sentido, mas ainda existem profissionais que não se abriram para esse olhar. Tudo bem! Ainda é tempo para isso. É preciso ter um olhar aberto para a diversidade. Isso não pode ser usado como a sustentabilidade, que é citada muitas vezes por finalidade comercial. Tem que ser real! 

“Quando a gente aprende a se identificar, se aceitar e se amar em toda completude, é o que eu chamo de beleza que vem da alma. E, quando isso acontece, a gente está pronta para mudar o mundo.” (Referência artigo da Larissa Menezes, consultora da AICI Brasil: Se a beleza pode curar, sustentar e transformar, imagine quando ela aflora da alma) 

Sobre a  AICI - Associação Internacional de Consultores de Imagem

A  Association of Image Consultants International (AICI) é a principal e maior associação profissional de consultores de imagem pessoais e corporativos do mundo. Uma organização sem fins lucrativos, a AICI dedica-se a aumentar o nível de profissionalismo e aprimorar o reconhecimento dos consultores de imagem.

Os membros da AICI Brasil aconselham clientes individuais e corporativos em aparência, comportamento, habilidades de comunicação, etiqueta e protocolo internacional. Como especialistas em consultoria de imagem, eles orientam os clientes a atingir seus objetivos específicos com autenticidade, credibilidade e confiança. Apoiando o desenvolvimento da profissão de consultoria de imagem, a AICI Brasil reúne indivíduos e empresas que procuram serviços de consultoria de imagem com o especialista apropriado.

AICI Brasil aprimora os padrões do setor por meio de um rigoroso programa de certificação em três níveis e realiza a principal conferência anual de consultoria de imagem do mundo a cada 2 anos. Além de oferecer aulas de educação continuada para consultores de imagem, atua como a voz da profissão de consultoria de imagem e a fonte definitiva da mídia para especialistas em questões e eventos atuais que podem afetar a profissão de imagem.

NOVIDADE: Nos próximos dias 20 e 21 de Agosto acontecerá a próxima edição do Congresso Internacional AICI e reunirá especialistas para a 8° edição e entre os convidados estarão presentes virtualmente Cris Guerra, Alice Ferraz (Fhits), Lele Santhana, Marleyh Selo, Carolina Bejar e Luanna Toniolo Domakoski (TROC). A AICI Brasil é presidinada por Silvia Scigliano e conta com um conselho diretor e consultivo de consultores de imagens de diferentes regiões e atuações do Brasi. No site: Início - AICI (aicibrasil.org) confira mais detalhes sobre a Associação. 

 

SERVIÇO:

20 e 21/08: 8° Seminário Internacional AICI

02/09: evento online Núcleo Regional Rio Grande do Sul 

Inscriçoes através do site.

Para saber mais: Início - AICI (aicibrasil.org)

 

ATENDIMENTO À IMPRENSA:

Amanda Zambotto | Bossa Comunicação

jornalismo@bossacomunicacao.com.br | +19 999484164

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.