Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 25-06-2021 às 08:30

Delegada e juiz na 3ª Sala de Debates da BPW Cuiabá

Pela primeira vez a Sala de Debates é realizada on-line

A BPW Cuiabá sempre dirige o seu olhar para questões que tratam de formas de conter a violência contra a mulher. | Creditos: Pixabay e divulgação

Jozirlethe Criviletto, Delegada de Polícia da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá  e Jamilson Haddad, Juiz de Direito da 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Cuiabá-MT, são os convidados da terceira edição da Sala de Debates, que acontece no formato on-line  no dia 17 de março, às 19 horas de Cuiabá.

O evento mediado pela advogada Claudia Aquino, diretora jurídica da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá, faz parte do 19º Marco é Mulher.

Há três anos a BPW Cuiabá realiza a Sala de Debates, sempre dirigindo o seu olhar para questões que tratam de formas de conter a violência contra a mulher.

 “Violência Doméstica no Século XXI” é o tema deste ano. A delegada Jozirlethe Criviletto, abordará dentro do  assunto, “ Tipos de Violência contra a Mulher, com Ênfase na Violência Sexual”.

O juiz Jamilson Haddad, “A Violência Doméstica Contra a Mulher e os Métodos Modernos de Resolução de Conflitos ”. 

O debate será transmitido diretamente do setor de iluminação da Eletro Fios, que patrocina o 19º Marco é Mulher juntamente com o  Sicoob - União MT/MS. Apoiam o evento, Cleide Imóveis e Portal Rosa Choque.

Estão contribuindo com a coordenação do evento, a segunda diretora jurídica, Marilza Moreira, a diretora de Comunicação Neide Alves e a diretora de Eventos, Carla Guberth.

O evento será transmitido ao vivo pelo Instagram @bpwcuiaba

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.