Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 25-06-2021 às 08:02

Associação Comercial foca no empreendedorismo feminino em projeto virtual

*Mulheres contam histórias de superação em encontro de empreendedorismo da Associação Comercial*

Mariza Bazo, diretora da Associação Comercial de Cuiabá | Creditos: Divulgação

No mês dedicado às mulheres, a Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC) realiza uma série de eventos voltados ao público feminino, em especial, ao empreendedorismo. Na manhã desta terça-feira (09.03), diretoras, colaboradoras, associadas e convidadas do setor empresarial da baixada cuiabana participaram do evento on-line ACConectada sobre Empreendedorismo Feminino.

O grupo contou suas experiências e histórias vividas como mulheres empresárias, a conciliação para algumas delas com a maternidade, a vida familiar e as atribuições diárias à frente dos negócios, além da superação.

A diretora Mariza Bazo mediou o evento e iniciou o bate-papo apresentando um contexto histórico sobre a luta das mulheres pelos seus direitos e igualdade, além de ressaltar o papel da Associação Comercial como entidade que sempre apoiou a classe feminina.

“Desde o início da história as mulheres não têm sido protagonistas, buscamos igualdade e equidade, mas percebemos que tivemos muitos avanços, por isso, também fazemos reflexões positivas, com números e pesquisas que apontam para esse progresso feminino”, pontuou.

Mariza lembrou que dentro da ACC ela se sente muito honrada e tem, junto às demais diretoras, as suas opiniões respeitadas. “Muitas instituições ainda não tratam as mulheres com essa equidade, sou muito grata ao presidente Jonas Alves por nos garantir este espaço”, ressaltou a empresária. 

Para o presidente Jonas, a capacidade da mulher à frente dos negócios tem sido colocada em pauta na sociedade e no mundo empresarial já há algum tempo.

“Vejo, por exemplo, nas premiações, a quantidade de mulheres empreendedoras que recebem prêmios por liderarem empresas de sucesso. Me emocionei aqui hoje com os depoimentos das associadas e empreendedoras. Vamos continuar defendendo a participação igualitária de homens e mulheres e os interesses de todos, do coletivo”, declarou o presidente da ACC. 

*Sensibilidade Feminina*

A empresária e diretora da ACC, Dalva Beatriz Malhado Ferraz, deixou sua mensagem de otimismo e perseverança às mulheres, reafirmando que a sensibilidade feminina é o maior diferencial.

“Temos uma força feminina interna que nós não podemos deixar de ouvir, toda mulher é intuitiva e isso é um diferencial imenso. A mensagem que tenho é que devemos seguir em frente, estamos no caminho certo, não tenham medo de empreender, temos que vencer o medo para que haja o equilíbrio”, observou. 

Com três lojas, duas em Cuiabá e uma em Várzea Grande, a Condessa Prime surgiu do empreendedorismo de uma mulher, contou a empresária Luna Maria Mendes de Souza Alencar. A sogra de Luna, dona Nazaré, já falecida, iniciou o negócio de bordados e incentivou o crescimento da empresa.

“Ela foi uma segunda mãe para mim, começou a empresa de cama, mesa e banho e nós aprendemos com ela, tenho muito orgulho dessa mulher empreendedora”, relatou a empresária, que em conjunto com o marido Igor Alencar, comandam o negócio familiar.

Outras empresárias convidadas também contaram suas trajetórias, detalhando que a superação as motivou a continuar no caminho do empreendedorismo. 
“Ainda vemos muita diferença salarial, feminicídio e outras atrocidades cometidas contra as mulheres, mas cabe a nós reforçar e melhorar os movimentos de empoderamento para conseguirmos atingir o topo, afinal, nós criamos os homens, se não fosse por nós, eles não existiriam”, frisou Gillian Prado, da Sicredi. 

A diretora da ACC, Andrea Tereza de Rezende, reforçou que a luta é longa e constante e que as mulheres devem manter e cultivar a sutileza feminina. “Devemos buscar a igualdade e nunca a superioridade. Temos que humanizar cada vez mais as instituições e mostrar que a força das mulheres tem poder transformador”. 

A gerente da ACC, Samanta Fernandes, também lembrou que a entidade sempre está disponível para atender as empreendedoras que precisam de orientação.
“Tudo que estiver ao nosso alcance, inclusive os benefícios, estão à disposição. Para nós é um prazer ter todas aqui conosco. Este ano, infelizmente, não pudemos comemorar de forma presencial, mas isso é necessário, porque estamos cuidando de vocês e da nossa equipe”, completou.

Também participaram do evento as associadas Andrea Ferreira Rocha Anghinoni, Rozilene Barreto de Lima Teixeira, Lucélia Basto de Souza, Lucianna Moreira da Silva, Cristiane Bianchi, além das convidadas Naianne Soares, Cristiane Carrasco, Edilene Natale, Adriana Borges, Sandra Monteiro, Débora Oliveira e Marizete França.

*Programação Mês das Mulheres*

Nesta quinta-feira (11.03), às 19h, a ACC realiza a live "A mulher empreendedora e os desafios da pandemia" com a diretora de Desenvolvimento Humano do Instituto Huno, Luciana Matos. A live será intermediada pela jornalista Luciane Mildenberger pelo pelo Instagram @acc.mt. 

A Associação Comercial iniciou a programação do mês das mulheres com a live “Violência Doméstica: conheça os canais e formas de buscar ajuda”, no dia 04. Também está prevista mais uma sobre "Empreendedorismo Feminino" no dia 18 de março, além de dicas de filmes e séries nas redes sociais para que todos conheçam mais e se inspirem nas histórias de empreendedoras.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.