Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 07-03-2021 às 17:39

Governador dá posse ao novo presidente e vogais da Junta Comercial de Mato Grosso

Mariza Bazo, foi empossada no Colégio de Vogais, representando a Facmat uma das novas entidades que passa a ocupar uma das 14 cadeiras da Jucemat.

Manoel Lourenço Silva, presidente da Jucemat, Jonas Alves, presidente da Facmat, o governador Mauro Mendes e Mariza Bazo, membro titular do Colégio de Vogais | Creditos: Assessoria Facmat e Michel Alvim Secom MT

O Governador Mauro Mendes deu posse ao novo presidente e aos vogais da Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), na tarde do dia 20 de janeiro, no Palácio Paiaguás. O contador Manoel Lourenço Silva assume a autarquia com a missão de avançar ainda mais na desburocratização e melhoria da prestação de serviços. 

Três novas entidades passam a integrar o conselho de vogais da Jucemat, que tem a partir de agora 14 cadeiras com a participação da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Mato Grosso (FACMT); das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Mato Grosso (FCDL/MT), e da Organização e Sindicato das Cooperativas Brasileiras (OCB/MT).

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, ressalta a importância da participação de novas entidades no conselho consultivo da autarquia para somar com a experiência, e a vivência, de setores importantes da economia, que são usuários do sistema da Jucemat. 

“Quero mais uma vez agradecer ao presidente, e aos vogais que tomaram posse aqui hoje, por terem aceitado essa missão de estar junto conosco para contribuir com o desenvolvimento do estado. Queremos que a Junta continue no caminho de modernização e eficiência do serviço público que estamos trilhando, e possa prestar um serviço cada vez melhor aos empreendedores de Mato Grosso”, afirma o governador. 

O novo presidente, Manoel Lourenço Silva, avalia a importância continuar evoluindo os serviços e torná-los cada vez mais automáticos e digitais. “O nosso foco será trazer os empresários para perto da Jucemat, e estarmos juntos, para que eles se sintam seguros que podem contar com a Junta. E para que possamos evoluir em termos de digitalização e que os empresários que querem abrir uma empresa tenham o registro de forma fácil, e que mais portas se abram em Mato Grosso”.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda, a Jucemat presta um papel estratégico para o desenvolvimento de um ambiente que atrai novos negócios, que consequentemente, gera desenvolvimento econômico para o estado. 

“A Junta Comercial é um orgulho mato-grossense, uma referência nacional, vem prestando um grande serviço ao cidadão. Esse processo de informatização que começou na gestão da presidente Gercimira, e que vai ter uma continuação agora com a nova gestão, vai facilitar a vida do cidadão, de quem quer empreender, e do cidadão que precisa das informações da Junta Comercial”, avaliou.

Novos vogais 

Foram nomeados como representantes da Facmat, como titular Mariza Aparecida Bazo e suplenge, Rita de Cássia Matos; da  FCDL/MT como titular Luiz Fernando Medeiros Lima, e como suplente Caio Henrique Moreira Ramon; da OCB/MT como titular Valéria Grecco Teixeira, e como suplente Carlos Alberto de Oliveira Paes. 

Também foram empossados como representantes do governo o novo presidente e Norma Sueli, como titulares, e Carlos Alberto do Prado e Gledisson Fleury, como suplentes. O Conselho de Regional de Administração (CRA/MT) indicou como vogal suplente Lécio Victor Monteiro da Silva Costa.

O colégio de vogais empossado tem mandato de quatro anos e representa a opinião da sociedade organizada dentro da Junta Comercial, onde são responsáveis pelo julgamento de processos em decisão colegiada, entre outras ações.

Outros órgãos e entidades que possuem participação no colégio são: a União, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), o Conselho Regional de Administração de Mato Grosso (CRA-MT) a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio), Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), o Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRC-MT), Conselho Regional de Economia (Corecom-MT).

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.