Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 07-03-2021 às 17:52

As formas de empreender na live da BPW Cuiabá

Quatro integrantes da Comissão BPW Jovem participam da segunda live do ano promovida pela organização. O evento aconteceu na loja Eletro Fios.

Da esquerda para a direita, Monique, Thais, Juliana e Bercallem | Creditos: Divulgação BPW Cuiabá

Na época de pandemia os negócios não pararam e muitas empreendedoras tiveram que se reinventar para garantirem o sucesso. As formas de empreender foi o tema da segunda live do ano realizada pela Associação de Muheres de Negócios e Profissionais – BPW Cuiabá, conduzida pela diretora de comunicação, Neide Alves.  Quatro associadas ligadas a Comissão Jovem  participaram: a arquiteta Juliana Tanaka, e as empresárias Thais Gama, Monique Evelin e Bercallem Salazar.
As empreendedoras falaram sobre desafios, sucesso, tendências, novos conceitos, superação, medo, estratégias, independência e amor pela ONG Feminina, que tem inspirado com tantas empreendedoras exitosas.

A presidente da BPW Cuiabá, Zilda Zompero, que empreende há 28 anos na Eletro Fios, empresa de elétrica, hidráulica e iluminação, que foi o cenário perfeito para a live, destacou a importância de quatro, das integrantes da BPW Jovem compartilharem suas histórias. “A tecnologia ajuda, mas a ousadia, a coragem destas jovens que encontraram novas estratégias de como pensar e agir para chegarem aos patamares do sucesso são muito relevantes”, deixou claro.

Juliana Tanaka, que coordena a Comissão BPW Jovem da organização falou da sua trajetória profissional iniciada, após se formar, trabalhando em escritório de arquitetura.  De família empreendedora, inclusive sua mãe Aliuda Tanaka, que sempre a ensinou a ser independente, presidiu a BPW Tangará da Serra.

Sonhando com algo mais na  arquitetura Juliana não demorou para ter seu próprio empreendimento, e como no seu ramo, o nome é a assinatura do negócio, hoje tem o escritório Juliana Tanaka Arquitetura para a vida. Já realizava trabalhos em Cuiabá, Tangará da Serra e Primavera do Leste, e atuando dentro de um novo conceito na pandemia, passou a atender com consultoria online, e conquistou novos mercados, fora de Mato Grosso. Ao deixar sua mensagem final convidou as mulheres de negócios e profissionais jovens a ingressarem na BPW Cuiabá, porque na organização tem mulheres experientes no empreendedorismo, que são empoderadas e que também empoderam.

 Thais Gama, empreendedora na área da moda, proprietária da Lela Outlet deixou claro que o seu ramo de atuação foi abraçado pelo dom, parece ter nascido com ele, e faz o que realmente sempre gostou. Segundo ela a pandemia não interferiu negativamente na empresa, antenada acompanhou as lives das marcas com que trabalha e teve até mais comodidade de fazer suas compras sem precisar viajar.

O mercado da moda é muito dinâmico e na pandemia segundo Thais, continuou a gerar coleções, e inclusive o setor criou um novo jeito de se vestir, citando a moda conforto. As oportunidades na adversidade tem sido aproveitadas para gerar bons negócios. A empreendedora é vice-coordenadora da BPW Jovem, e recordou que quando há nove anos ingressou na organização era recém chegada na cidade, e  Terezinha Zompero a convidou para fazer parte da associação, e ela encontrou uma verdadeira família.

Bercallem Salazar embora muito jovem, com 21 anos de idade, iniciou no mundo dos negócios após passar profissionalmente pela área de Recursos Humanos. Incentivada pelo pai que trabalhava na área de construção civil por décadas, ela ingressou no empreendedorismo neste ramo, fundando a Goiás Construções e Reformas.

No início relata que foi tudo desafiador. Teve medo, não conhecia o setor , mas teve a capacidade para aprender, e soube ouvir. Seu pai administra parte do negócio e o marido ela  colocou para trabalhar junto, sendo a empresa fundada há dois anos. Mesmo no período da pandemia, a Goiás cresceu, e trabalhou com grandes obras, mas a maior parte com pequenas reformas, pois atribui isso ao fato de quanto mais se está dentro de casa,  mais se observa e quer mudar. Com visão, ela aproveitou o nicho.

Monique Evelin também é muito jovem, mas confiante de que empreender conduz ao sucesso. Sua história mostra que tem garra pra ir longe. Fechou o contrato para iniciar a sua empresa, Sapatilha de Luxo no dia 18 de março, e no dia seguinte foi decretado o lockdown em Cuiabá. Foi, portanto, um desafio abrir a loja, mas ela foi em frente, e em maio, sem criar muitas expectativas começou as atividades.

Sem clientes, e num período de incertezas, Monique passou a atender com diferencial, inclusive também com confecções para públicos que usam numerações maiores. Foi se ajustando e no final do ano teve que trabalhar até meia noite para conseguir manter os prazos de entrega, pois atende muito no sistema delivery. Tudo foi se ajustando e seu negócio vai muito bem.

A íntegra da live pode ser assistida no IGTV Instagram da @bpwcuiaba. A diretora de comunicação Neide Alves que também é empreendedora da Marco's Estofados tem dedicado parte do seu tempo para a realização das lives da organização e manifestou seu desejo de fazer parte da próxima como uma das entrevistadas. 

 

 

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.