Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 15-01-2021 às 16:16

Márcia Fellipe não é fenomenal à toa

A cantora é a primeira mulher do forró a bater 1 bilhão de views no YouTube.

Na trajetória de Márcia Fellipe não faltam músicas que caíram no gosto popular | Creditos: Ederson Lima

Márcia Fellipe coleciona parcerias e hits de muito sucesso e isso se revela em seus números nas plataformas digitais. O ano nem bem começou e a manauara ultrapassa a incrível marca de 1 bilhão de visualizações em seu canal no YouTube, que possui quase 3 milhões de inscritos.

Na trajetória não faltam músicas que caíram no gosto popular, entre elas: “Deixa Eu te Fazer Feliz” (feat. Aldair Playboy) com 97M de views, “Quatro Sorrisos” com 31M e o mais recente lançamento com Wesley Safadão, “Na Cama Compensa”. Com menos de um mês o clipe conta com mais de 5,6M de visualizações e faz parte do seu último DVD “A Fenomenal Vol.2” lançado em dezembro.

Assista:

https://www.youtube.com/watch?v=moohLAH4cvU.

“Alcançar esse número me deixou muito feliz e prova que estamos no caminho certo. São anos na estrada e saber que o público cada vez gosta mais e acompanha meu trabalho me enche de orgulho e felicidade”, comenta Márcia.

Quem nunca cantarolou: “Dormir de conchinha, nem pisar em festa, Deus me livre, mas quem me dera”, o refrão que conquistou o Brasil é do single gravado com Jerry Smith, “Quem Me Dera”. A música, que virou praticamente um “hino” no país, também entrou no concorrido TOP 10 do Spotify e atualmente tem mais de 420M de reproduções somente no YouTube.

A faixa faz parte do DVD "Márcia Fellipe Made in Studio" (2018).  O disco saiu com 12 canções inéditas e contou com outros convidados especiais: Xand Avião participou de "Adivinha" e o pagodeiro Ferrugem de "Tá Difícil".

Ela é ou não é verdadeiramente fenomenal?

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.