Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 14-04-2021 às 18:58

Ajude seu pet a enfrentar o medo de fogos nas festas de final de ano

A veterinária Dra. Michele C. Monzani Carneiro orienta tutores com técnicas para garantir o bem-estar dos pets durante as queimas de fogos típicas desta época do ano

| Creditos:

As festas de final de ano estão se aproximando e com elas, a preocupação dos tutores diante da reação dos pets no momento dos fogos de artifício. Por conta disso, a Dra. Michele C. Monzani Carneiro, da Clínica Veterinária Paco & Sua Turminha, orienta e dá dicas de como ajudar os pets a enfrentar seus medos.Os pets tendem a sofrer mais com a queima de fogos devido ao fato de terem uma audição mais aguçada que a das pessoas. Eles sentem muito mais a vibração, o que resulta em traumas e reações inesperadas como fuga da residência, tremor, convulsão e até mesmo óbito do pet.

Para diminuir ou evitar que os pets sofram nestes períodos a dica é acostumá-los com esta situação quando são filhotes. “Quando meu cachorrinho Paco era filhote e lançavam um rojão, eu comemorava e fazia barulho com uma panela ou coisas semelhantes, para mostrar que é um sinal de festa para ele ir se acostumando com o barulho”, orienta a veterinária. 

Para atenuar o som dos fogos, ela recomenda: “No dia da queima de fogos, recomendo também colocar um algodão no ouvido do pet. O correto é torcer a ponta de um pedaço de algodão para que fique mais fina e possa ser introduzida no conduto auditivo. Com isso, o som dos fogos será diminuído, porém a vibração continuará sendo percebida pelo pet”.

A técnica do pano ajuda o pet a se sentir mais seguro e acolhido na hora dos fogos. “Com uma faixa de atadura ou de tecido, o tutor primeiro posiciona a faixa na altura do peito, na parte de baixo do pescoço do pet. Depois deve subir com a faixa pelas laterais e cruzar sobre o pescoço, em direção ao dorso. Logo em seguida, desce com a faixa e faz outro cruzamento na parte inferior, no abdômen do cão ou gato. Daí, é só finalizar amarrando nas costas, próximo à coluna, sem apertar muito”, ensina ela.

Confira a vídeo gravado pela Dra. Michele em que ensina a técnica do pano praticando no seu cachorro Paco: clique aqui e faça o download.

A veterinária indica que a técnica pode ser usada em cães e gatos. “Mas não recomendo que a técnica da faixa seja feita se o pet for ficar sozinho, pois pode se enroscar, ficar preso em algo e acontecer um acidente”, alerta.

Associadas às técnicas apresentadas, a Dra. Michele aponta outras dicas para diminuir o estresse causado pelos fogos: o uso de remédios homeopáticos ou florais também é indicado no dia das comemorações para já prepará-lo para o que virá. São eles os florais ‘Medo de Fogos’ e o ‘Anizem’, ministrados por via oral duas semanas antes das datas comemorativas; e o ‘Stress Way’, inalável com ação imediata. Todos estes são indicados para cães, gatos, coelhos e aves e ajudam também nos dias de trovões e outros ruídos fortes. 

Para gatos, há ainda o Feliway nas versões em spray de inalação e difusor elétrico, um produto não medicamentoso para auxiliar na adaptação dos gatos em situações adversas.

Seguindo algumas destas recomendações, a dra. Michele espera que tutores e pets passem as festas com um pouco mais de tranquilidade e alegria.

Estas e outras dicas estão disponíveis no Instagram da clínica:

https://www.instagram.com/pacoesuaturminha/

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.