Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 16-01-2022 às 20:13

Decoração de inverno se rende ao couro

O frio arrebatador que está fazendo em algumas regiões do Brasil traz à tona o tradicional couro. No décor, esse material está em alta revestindo principalmente móveis e proporcionando mais aconchego aos ambientes

No projeto da arquiteta Fabiana Visacro o couro aparece revestindo poltronas e cadeiras, o que deixou os ambientes extremamente acolhedores e elegantes | Creditos: Henrique Queiroga

O couro revestindo os móveis, uma prática que já foi tendência, está de volta com tudo para trazer mais aconchego, elegância e requinte aos espaços. E vale até couro sintético ou ecológico! Só não vale deixar de aproveitar essa charmosa opção.

A designer de interiores Fabiana Visacro conta quais as vantagens desse tipo de revestimento: “O couro agrega acolhimento, sofisticação e modernidade! Pode ser usado para retratar um ambiente austero, como um escritório de advocacia, ou um ambiente lúdico, como o quarto de uma criança. O que vai determinar é o tipo de textura, a costura apresentada e a cor. É um material muito versátil”.

 

Leia mais:

Coco Chanel e Giorgio Armani inspiram Camila Borin em seus projetos

Decoração e cores de tintas na Casa Cor Rio Grande do Sul

 

Mas, será que o couro pode revestir todo tipo de móvel? A arquiteta Carmen Calixto dá dicas. “Na decoração, costumamos utilizar o couro em cadeiras, poltronas, sofás, cabeceiras de cama, gaveteiros, mesas e painéis”, enumera. O revestimento pode aparecer ainda em outros tipos de peças como bandejas, almofadas, tapetes e adornos.

 

Curta o Portal Rosa Choque no Facebook 

 

As profissionais reforçam que no mercado há muitos tipo de couro. Fabiana explica as diferenças: “O legítimo é o mais resistente. Ele é extraído da pele animal. Já o sintético, recebe pouco couro natural e muito poliuretano na composição. Tende a esfarelar e pode ficar comprometido pela umidade ou se ficar muito tempo guardado. O couro ecológico também é feito de pele animal, mas passa por processos menos agressivos ao meio ambiente e aos animais. Há ainda o recouro, composto por fibras de couro, látex natural e outros agentes vegetais. É considerado um material ecológico”.

 

Quanto à manutenção, é simples. “As superfícies em couro podem ser limpas com pano úmido. Existem também empresas especializadas em tratamento e revitalização de couros”, encerra Carmen.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.