Cuiabá - MT, 09-08-2022 às 09:44

Culinária vegana e a importância do tempero nas novas receitas

Novas técnicas no preparo de pratos veganos vem surgindo no mercado nos últimos anos, acompanhando crescimento do público que abdica dos alimentos de origem animal

Experimentos gastronômicos no veganismo estão ligados não só ao tempero, mas também a técnicas culinárias em alta no mercado | Creditos: Engin Akyurt/Pexels

A culinária vegana tem crescido no gosto popular de quem busca uma alimentação mais regulada e saudável. Para muitos, o veganismo é uma estilo de vida, mas, a alimentação vegana não está restrita somente aos veganos. De acordo com a professora Lidiane Andrade, do curso de Gastronomia da Universidade Tiradentes (Unit Sergipe), os experimentos gastronômicos no veganismo estão ligados não só ao tempero, mas também a técnicas culinárias que estão em alta no mercado. 

De acordo com a professora, a introdução de alimentos de origem vegetal como protagonista do prato faz bem para o metabolismo, aumenta a carga de vitaminas, sais minerais e diversos outros nutrientes. Para realizar receitas com foco na substituição de produtos de origem animal pelo vegetais, existe a possibilidade de usar extratos vegetais, farinha de leguminosas, tubérculos, cogumelos e diversos outros ingredientes, que utilizados da maneira correta, proporcionam texturas e sabores que substituem o uso de carnes e derivados. 

“A combinação de ingredientes e o conhecimento técnico possibilitam uma alimentação mais saudável, e o consumo de mais alimentos vegetais tem sido o mais recomendável. A maioria dos estudos mostra que a alimentação baseada em vegetais tem muitos efeitos benéficos e estimula o consumo de vegetais, de forma criativa, com atenção às técnicas, abusando de ervas e especiarias nos faz bem e ainda ajuda a desenvolver a economia local e o pequeno produtor”, reitera Lidiane. 

A professora também explica que mesmo com o uso exacerbado de pesticidas nas monoculturas, houve também um aumento da produção de pequenos produtores, melhorando a perspectiva do consumo de vegetais no país. “Eles têm feito o trabalho de colocar na mesa de uma parte da população brasileira alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos. A alimentação vegana será melhor e mais democrática, quando a disponibilidade de alimentos seguros for maior. De toda forma, para aqueles que têm acesso aos produtos orgânicos, a culinária vegana é uma excelente e saborosa opção de alimentação saudável”.

Tendência

O desenvolvimento das novas técnicas culinárias de preparo acompanha o crescimento do público de vegetarianos e veganos no mundo todo, devido ao maior acesso à informação e conscientização quanto ao direito dos animais, por exemplo. São escolhas que consideram inclusive as dimensões ética, da saúde e da sustentabilidade socioambiental. 

Além de retirar do prato qualquer alimento de origem ou matéria-prima animal, o veganismo se recusa a consumir qualquer produto feito com ingredientes de fonte animal ou serviço que não respeitem os seres vivos. Essa ideologia atinge inclusive produtos cosméticos e de limpeza, vestuário, e até mesmo entretenimento. Nem pense em convidar um vegano para um passeio num oceanário, por exemplo. Nenhum ambiente com animais fora de seu habitat natural será convidativo para esse público.

Mais que um modo de alimentação, trata-se de um estilo de vida que tem sido cada vez mais popular, no sentido de crescimento do número de adeptos. Segundo pesquisa do Ibope Inteligência de abril de 2018, no Brasil 14% da população se declara vegetariana. E de acordo com o Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec), um terço dos brasileiros do Brasil todo busca opções veganas nos cardápios. E 46% dos brasileiros já deixam de comer carne, por vontade própria, pelo menos uma vez na semana, segundo pesquisa feita em 2021 a pedido da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB).

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.