Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 24-09-2021 às 18:12

Galeria

BPW Cuiabá através de caminhada conscientiza sobre campanha Doando Vida que será aberta dia 26 de agosto


Solidariedade que corre nas veias. A Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais- BPW Cuiabá realizou na manhã do dia 21 de agosto, no Parque das Águas, uma caminhada com suas associadas visando a sensibilização para a Campanha Doando Vida, que será aberta  nacionalmente, pela BPW Brasil, com a participação de todas as BPWs locais,  no dia 26 de agosto.

Segundo a presidente Andréa Barbosa o evento ocorre desde 2002 em edições ininterruptas e tem por meta ampliar as doações de sangue e medula óssea para o Hemocentro de Cuiabá, que terá seu período de realização com agendamento de 26 de agosto a 4 de setembro.

A presidente ao abrir o evento falou de forma muito  emocionada que recentemente a sua mãe precisou de várias transfusões de sangue,  e ela que todos anos participa da campanha, sentiu mais de perto o quanto a ação tem muita relevância para a sociedade. 

São grandes as expectativas para este ano. A coordenadora de saúde da BPW Cuiabá, Alessandra Boaventura disse que todos os esforços estão sendo feitos para números significativos serem alcançados. 

Greice Ponce, representante do Hemocentro disse que o estoque  de sangue da instituição se encontra em nível crítico e que a instituição precisa da solidariedade das pessoas para atendimento diário para quem necessita.

Dados oficiais do Hemocentro divulgados no final da campanha no ano passado apontam que 108,157 mil mulheres, se apresentaram para doar, durante as edições da campanha da BPW Cuiabá, das quais 71.139 mil estavam aptas a doarem.

Presidentes da BPW Cuiabá que já realizaram a campanha: Zilda Zompero, Sueli Batista e Mariza Bazo  junto de Andréa Barbosa. Uma iniciativa que tem longa trajetória.  

História 

A campanha foi criada na primeira gestão da presidente fundadora Sueli Batista, com o nome inicial “Sou Doadora de Vida”. Ela participa ativamente da iniciativa. Em 2012   passou a ser nacional ampliando para doações de órgãos, medula óssea e leite materno. A partir de 2013 passou a ter o nome simplificado “Doando Vida”, chamando a atenção para que as doações no período não ficassem restritas somente às mulheres, que participavam na época da criação  com pouco mais de 3% e hoje equipara -se aos homens, levando-se em conta que a mulher pode doar apenas três vezes ao ano (a cada quatro meses) e o homem quatro vezes por ano (a cada três meses).  

No período de 18 anos de 3,5% de doadoras, o que era considerado baixíssimo, o percentual subiu para 37% .

A elevação é considerada pelo Hemocentro como resultado da  conscientização da importância da doação de sangue por mulheres incentivadas pela BPW Cuiabá. 

Sueli Batista era doadora de carteirinha, e há 4 anos não pode mais doar sangue e como criadora da campanha pede  para todos que podem doar que o façam. Mesmo porque há uma baixa no banco de sangue público devido a pandemia, que persiste no país, e nos hospitais as necessidades por transfusões  não param.

As associadas foram recebidas ao som da violonista Fernanda Pavan, da Acalanto Presentes, que trouxe ainda mais leveza  através da divina música. 

Patrocinadores e apoiadores

Comper, Eletro Fios, Unimed, Help vida, Andréa Barbosa, Puríssima, Prefeitura de Cuiabá, TV Centro América, Genius, Portal Rosa Choque e  Acalanto.

Veja link da matéria da TV Centro América, Rede Globo.

https://globoplay.globo.com/v/9789315/