Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 02-12-2020 às 02:38

Assembleia Social é a nova parceira da BPW Cuiabá no projeto  Chita & Fuxico

Na costura da dignidade e da cidadania sempre há novas conexões do bem, deixando como contribuição seus  fios de diversas matizes para tecer solidariedade.

Da esquerda para a direita: Tatiane Barbieri, Zilda Zompero, Daniella Paula Oliveira, Sueli Batista e Deize Aguena. União para ações efetivas | Creditos: Karen Malagoli / Assembleia Social

Mais um avanço para a sustentabilidade de uma organização que há mais de 18 anos tem deixado impactos positivos na sociedade por seus projetos e ações. No dia 11 de novembro, a  Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá foi  abraçada por uma nova parceira. A Assembleia Social- Um setor da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, que a princípio se colocou como importante ponto de apoio para eventos da ONG Feminina, para que o projeto Chita & Fuxico avance. Participaram da reunião, a Presidente da BPW Cuiabá Zilda Zompero, Daniella Paula Oliveira, coordenadora da Assembleia Social e as coordenadoras da BPW Cuiabá: Comissão de Responsabilidade Social, Sueli Batista; Comissão de Cultura, Deize Aguena Moreira e Comissao de Educação Tatiane Barbieri.

O projeto Chita & Fuxico visa a autonomia econômica de mulheres em situação de vulnerabilidades, seja social, por renda moradoras de comunidades tradicionais, vitimas de violência doméstica e de mães com filhos portadores de necessidades especiais”. Foi o que destacou a presidente da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá, Zilda Zompero. A iniciativa foi criada pela fundadora da BPW Cuiabá, Sueli Batista, que hoje é conselheira superior e coordenadora da  Comissão de Responsabilidade Social, da ONG Feminina.

O Chita & Fuxico contempla em seu eixo estrutural a qualificação e a  geração de renda, de mulheres em situação de vulnerabilidade social, por renda, vítimas de violência doméstica, mães com filhos portadores de necessidades especiais e também captar recursos financeiros e material para o fomento de outras iniciativas da BPW Cuiabá, que impactam positivamente a sociedade, e promovem o empoderamento e a autonomia econômica da mulher.

Algumas ações já foram agendadas para ocorrerem no Teatro Zulmira Canavarros, sendo que no local terão a princípio duas ações do 19° Março é Mulher, realizado pela organizaão, o Business Day BPW Cuiabá, dia 13 de março, o show Cantando Elas, com Carlos Navas, e Trio Brazilis e convidadas, que encerra o projeto dia 31 de março, com ingresso social, através de Chita e outros materiais para costura. Outro evento está agendado para o dia 5 de maio, que será um grande bazar, no qual terá um espaço para o Chita e Fuxico e toda a renda será destinada para a BPW Cuiabá utilizar em suas ações. As doações já podem ser feitas a partir deste mês, de roupas, acessórios e até utensílios domésticos e brinquedos. Haverá um espaço na Assembleia já para guardar tudo que for doado.

 Daniella Paula disse que há intenção também de ajudar na captação de novas máquinas de costura, para o pólo inicial do projeto, que será o bairro tradicional São Gonçalo Beira Rio, sendo que a BPW Cuiabá já está com parceria com a Associação Cultural Flor Ribeirinha para o primeiro atelier de costura, para formação de costureiras, e produção que atenderá tanto o projeto, quanto a confecção do vestuário dos bailarinhos do Grupo Flor Ribeirinha.

Veja outras fotos de Karen Malagoli / Assembleia Social em:

https://www.al.mt.gov.br/midia/album/assembleia-social-firma-parceria-com-bpw/visualizar

 

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.