Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 02-12-2020 às 03:08

A comunicação  e as novas tecnologias na economia criativa 

O processo comunicacional não é estático e a comunicação moderna está em constante transformação, principalmente, devido influências pelo cenário tecnológico e pela rede mundial de tecnologia.

Os clientes atualmente estão mais informados do que antigamente. Os novos meios comunicacionais são responsáveis ao oportunizar formatos ágeis para verificar e analisar os argumentos das empresas | Creditos: PixaBay

Por Ana Eliza Lucialdo

A comunicação humana feita por meio da linguagem é uma ferramenta de integração e interação social há milhares de anos, inclusive, grande propulsora do progresso,  e por meio dela a humanidade pode registrar e transmitir as experiências exitosas para outras gerações. E qual o papel da comunicação na economia do novo milênio?

A comunicação contemporânea atravessa uma profunda transformação influenciada  pelas tecnologias digitais. As mesmas funcionam como sistema integrador e ampliam as práticas mediáticas, e tudo está sendo reformulado( BUITONI, 2012).

Portanto, entende-se que o processo comunicacional não é estático e que a comunicação moderna está em constante transformação, principalmente, devido influências pelo cenário tecnológico e pela rede mundial de tecnologia.

Atrelado ao impacto no processo comunicacional contemporâneo, o formato de monetização também foi remodelado. O que gerava riqueza somente por meio dos recursos principais como o capital, a terra e o trabalhopassaram a gerar a oportunidade de monetização por meio do conhecimento, a tecnologia e a criatividade, apontado como monetização por meios simbólicos (REIS, 2008).

Portanto, a importância dos fatores imateriais na economia atual é um dos principais insumos para o desenvolvimento, de acordo com Xavier Greffe em Economia Artisticamente Criativa (2015), a criatividade, da mesma forma das ideias, são molas propulsoras para essa economia intangível.

E qual o papel da comunicação nesse processo? As empresas e negócios atualmente se antecipam as necessidades e desejos dos clientes tendo a intenção profunda em satisfazê-las, buscando a fidelização do mesmo por meio do atendimento, do produto e serviço ofertado.

Os clientes atualmente estão mais informados do que antigamente. Os novos meios comunicacionais são responsáveis ao oportunizar formatos ágeis para verificar e analisar os argumentos das empresas, propiciando assim as escolhas e a busca as melhores escolhas possíveis em suas decisões por apenas uma pesquisa na internet (KOTLER e KELLER, 2006).

A comunicação  e as novas tecnologias na economia criativa devem atuar fortemente conectadas, interligadas e produzindo sentido à sua audiência. No contexto mercadológico, as empresas, empreendedores, profissionais liberais e os novos formatos de negócios devem perpassar pela descoberta do propósito do negócio. Pois, ao entender a essência da empresa a etapa seguinte é promover a divulgação nos meios comunicacionais a fim de fomentar relações sociais satisfatórias ampliando a possibilidade de monetização à organização empresarial.

 

Ana Eliza Lucialdo é professora mestra com pesquisa em economia criativa (ECCO/UFMT), em Políticas Públicas pela Universitat de Girona (Espanha), MBA em Comunicação e Marketing. É palestrante e consultora de estratégia e negócios digitais filiada a BPW Cuiabá e ao PMI-MT. Instagram e LinkedIn: anaelizalucialdo

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.