Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 02-12-2020 às 03:03

Seis dicas para se preparar para o verão

Nutricionista fala sobre como alimentação, exercícios físicos e uma boa qualidade do sono andam juntos no processo de emagrecimento

O Verão está sendo anunciado e se preparar de forma saudável para receber a nova estação é fundamental, fique de olho na alimentação dentre outras dicas | Creditos:

O verão ainda nem chegou, mas as temperaturas já estão altas e, com a pandemia, o jeito mais seguro de se refrescar é em casa. E não é porque o cenário não permite encontros em praias e piscinas que os cuidados com a forma física devem ser deixados de lado. Pelo contrário – perder os quilinhos ganhados na quarentena é importante para manter a saúde em dia e, claro, uma boa autoestima. “Para isso, a ajuda de um nutricionista, mesmo que por teleconsulta, é essencial. Muitas pessoas acabam fazendo dietas por conta, com restrições excessivas que podem levar a transtornos alimentares, compulsão e até mesmo à perda de massa muscular”, destaca a nutricionista ortomolecular Claudia Luz, do Departamento de Inovação da Via Farma.

A especialista ressalta que além de uma dieta personalizada de acordo com as necessidades individuais de cada organismo, o nutricionista ainda pode indicar ativos naturais que ajudam a potencializar o emagrecimento de forma saudável. “A vantagem desses ativos é que não costumam apresentar efeitos colaterais. Mas é importante optar por fórmulas com eficácia comprovada em estudos – daí a importância dessa escolha ser feita junto de um médico ou nutricionista”, afirma.

Para ajudar na missão de emagrecer de forma efetiva – e o mais importante, com saúde – a nutricionista separou algumas dicas sobre o assunto. Confira abaixo.

1. Aposte na alimentação natural

Evite o consumo de alimentos ultraprocessados, açúcares, carboidratos simples e álcool e priorize refeições mais naturais. Alimentos integrais, frutas, legumes e verduras são ricos em nutrientes essenciais para o equilíbrio da saúde e possuem fibras solúveis e insolúveis que ajudam a promover a sensação de saciedade.  As fibras também diminuem a absorção de gordura pelo organismo, evitam picos glicêmicos no sangue e ainda ajudam no funcionamento do intestino. Assim, fica mais fácil emagrecer de forma saudável.

 

2. Fique de olho na compulsão

Um dos principais desafios do emagrecimento é controlar a fome emocional ou compulsiva. Tente comer de forma mais consciente, diferenciando a fome fisiológica da simples “vontade de comer”. Nem sempre é preciso deixar de comer aquele docinho de vez em quando, o segredo é a moderação. Dietas muito restritivas podem, inclusive, gerar episódios de compulsão, com refeições altamente calóricas. Para controlar essa sensação, o nutricionista pode indicar suplementos naturais, como a combinação entre os extratos naturais de manto de senhora, oliva, hortelã selvagem e sementes de cominho, que pode ser formulada em farmácias de manipulação e tem estudos comprovados no controle da compulsão e na redução de peso.

 

3. Mantenha-se firme nos exercícios

Encontre uma modalidade de exercício que traga prazer em praticar, assim será mais fácil manter a regularidade. Vale pular corda, subir e descer escadas ou até pedir a ajuda de um profissional de Educação Física para planejar um treino funcional que possa ser feito em casa, com objetos domésticos. Além de ajudar a promover o déficit calórico necessário para o emagrecimento, os exercícios ainda trazem a sensação de bem-estar, melhoram a composição corporal e podem, inclusive, ajudar no controle da fome.

 

4. Beba água

Um corpo mais hidratado tem um metabolismo mais eficiente, o que favorece o processo de emagrecimento. Além disso, uma boa ingestão de água também previne a retenção de líquidos, diminuindo o inchaço responsável por medidas a mais. A necessidade diária de água varia de pessoa para pessoa, dependendo das características do organismo e da rotina de exercícios.

 

5. Durma bem

Uma noite mal dormida já é capaz de afetar todo o metabolismo, prejudicando a digestão e aumentando o apetite por alimentos ricos em açúcar e carboidratos, que, em excesso, estimulam o ganho de peso. Além disso, a restrição de sono está frequentemente ligada ao estresse e à ansiedade, que também são gatilhos para uma alimentação desequilibrada e para o ganho de peso.

 

6. Conte com extratos naturais

Muitas vezes, pode ficar difícil perder gordura na região abdominal, principalmente no caso das mulheres, que têm mais tendência a ganhar medidas nessa região, devido à influência dos hormônios femininos. Para potencializar o combate à gordura abdominal, também é possível contar com extratos naturais, como o de amora selvagem, que é rico na antocianina C3G, uma substância com estudos comprovados no combate à obesidade abdominal e alto poder antioxidante e anti-inflamatório.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.