Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 02-12-2020 às 14:52

Profissionais de saúde vão ganhar medalhas produzidas por joalheiros voluntários

Iniciativa global Hand Medal Project mobilizou 3.000 joalheiros de 66 países que confeccionaram 70 mil medalhas

As medalhas possuem o formato de uma pequena mão, com cerca de oito centímetros | Creditos: Divulgação

Profissionais de saúde que estão atuando no combate à Covid-19 serão homenageados por joalheiros. No dia 8 de novembro, a iniciativa Hand Medal Project vai distribuir 70.000 medalhas aos profissionais, em 66 países. A iniciativa global contou com a participação de 3.000 joalheiros voluntários, que confeccionaram as peças gratuitamente para o projeto. A iniciativa colaborativa foi idealizada pelas artistas Iris Eichenberg e Jimena Ríos (https://handmedalproject.com).

As medalhas foram fabricadas em metal, que pode ser prata, cobre, bronze ou latão. Elas possuem o formato de uma pequena mão, com cerca de oito centímetros. O simbolismo desse formato é demonstrar gratidão e devoção aos profissionais de saúde que, incansavelmente, estão se dedicando ao trabalho de luta contra a pandemia.

A iniciativa mobilizou joalheiros e conduziu a confecção das medalhas entre os meses de abril e outubro. Todas as peças estão sendo entregues para os chamados “hand keepers”, um grupo formado por 145 voluntários responsáveis por monitorar a produção e conferir a qualidade das medalhas produzidas. Em novembro, os hand keepers entregarão as medalhas aos “hand givers”, profissionais de saúde contatados pelo projeto que serão responsáveis por entregar as medalhas aos profissionais homenageados nos hospitais.

Medalhas confeccionadas

Segundo um levantamento da iniciativa Hand Medal Project, 89,9% (399 medalhas) do total de 444 peças doadas pelo Brasil para a iniciativa foram confeccionadas em São Paulo. Entre os voluntários participantes do projeto está a designer de joias Alice Lobato, que produziu medalhas com a superfície do metal colorida à mão. “A satisfação e alegria em fazer parte de uma ação tão linda como essa é imensa. É um projeto positivo e de tamanha sensibilidade, que nos contagia com o propósito de homenagear os profissionais de saúde”, afirmou a designer Alice Lobato.

A artista empregou técnicas de aplicação de pigmento em pó, pintura com tinta acrílica, flocagem, pátinas, oxidações e desenhos com canetas para porcelana para colorir as medalhas. Durante a produção, a artista engajou seguidores na rede social Instagram (@alicelobatojoias) e recebeu sugestões que inspiraram a definição de desenhos para as peças, além de mostrar o making of da fabricação. Cada medalha recebeu um desenho exclusivo e ganhou um visual diferenciado que destaca as técnicas de coloração trabalhadas pela artista.

Alice Lobato se especializou em pigmentação de metais na escola de joalheria contemporânea Alchimia, em Florença, na Itália e, desde então, dedica-se à criação de joias coloridas. Ela ministra aulas sobre as técnicas no Brasil, por meio do Workshop Online Técnicas de Cor no Metal e cria joias autorais exclusivas, que estão disponíveis na loja virtual da designer, no site www.alicelobato.com.br.

Sobre Alice Lobato

Alice Lobato é bacharel em Desenho Industrial pela Universidade Estácio de Sá, especialista em joalheria com formação pela Escola de Joalheria Atelier Mourão e pós-graduada em Design de Joias pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro. Para aperfeiçoar suas atividades como docente, atualmente Alice Lobato está cursando Artes Visuais com habilitação em licenciatura na Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), em São Paulo.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.