Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 21-09-2020 às 09:35

BPW Cuiabá conscientiza a população sobre a importância de doar sangue

A Campanha Doando Vida chega a 19ª edição e este ano será feita apenas por agendamento, garantindo a segurança dos doadores na época da pandemia do novo coronavírus.

Mariza Bazo conselheira superior da BPW Cuiabá é uma doadora fidelizada | Creditos:

Nesta segunda-feira, 14 de setembro a Associação de Mulheres de Negºªócios e Profissionais -BPW Cuiabá realiza a 19 edição da campanha Doando Vida, iniciada em 2002 com o nome de Spu Doadora de Vida, que a princípio visava a ampliação de doação de sangue feita por mulheres. O sucesso foi tão grande que homens também se engajaram a iniciativa. A novidade deste ano é que as doações serão feitas somente por agendamento, até o dia 25 de setekmbro. "Será fundamental a participação da sociedade, pois as doações de sangue na época da pandemia reduziu 47%", destacou a presidente da ONG Feminina, Zilda ompero..

Em 18 anos, e 19 edições, é possível verificar o quanto foi importante a atuação da ONG Feminina junto ao Hemocentro de Mato Grosso, sendo que no período já se apresentaram para doar 108,157 mil mulheres, das quais 71.139 mil estavam aptas a doarem. No período de 18 anos de 3,5% de doadoras, o que era considerado baixíssimo, subiu para 37 por cento. Isso sem computar o número de homens que também somam forças na campanha. Os números são oficiais, e foram apresentados pela diretora do Hemocentro de Mato Grosso, Gian Carla Zanela, durante uma live ocorrida nas dependências do órgão com a participação da presidente Zilda Zompero, a fundadora da organização e realizadora da campanha Sueli Batista e a coordenadora de Saúde da BPW Cuiabá, Veralice Valéria, coordenada por Neide Alves, diretora de comunicação.

Sueli Batista fez um depoimento no qual estimula as pessoas a doarem. Destacou que desde 2002, em 2016 foi o último ano que ela doou sangue devido ter sido detectado que tem tireóide de Hashimoto "senti muita tristeza ao guardar minha carteira de doadora da campanha que criei com a médica Hilvanete Fortes, quando presidi a BPW Cuiabá e ela coordenava nossa Comissão de Saúde.  Por outro lado vendo o resultado da iniciativa guardei o documento orgulhando a minha trajetória. Em nome de toda esta história e pelo que já não posso doar eu peço para todos que podem que o façam. Mesmo porque há uma baixa no banco de sangue público devido a pandemia. 

Os eclarecimentos são fundamentais, e no domingo foi feita uma ação articulada de forma coletiva para que as associadas fizessem simultaneamente postagens. Terá toda segurança no Hemocentro para a coleta de sangue, e quem teve covide e se curou já pode doar sangue. Veralice como coordenadora da campanha está fazendo um bom trabalho de conscientização. No panfleto que divulga e  está colocando com o kit dos doadores, a palavra de ordem é "um ato de amor ao próximo. Ajude ao banco de sangue a salvar vidas". Ela salienta que doar sangue é também um exercício de responsabilidade.

Zilda Zompero, presidente da BPW Cuiabá, já está  mobilizando os seus funcionários da Eletro Fios para  a campanha, como faz todos os anos, mesmo quando não era a principal gestora da ONG Feminina. Ela considera fundamental que as empresas estejam engajadas.

A BPW Cuiabá presenteará os doadores com máscaras perosonalizadas. Uma forma de exptressar gratidão.

Serviço:

Campanha Doando Vida

O agendamento pode ser feito através dos telefones: 36230044 -98433.0624, para a doação para medula óssea não precisa do agendamento, bastando fazer o cadastro.

Quando: De 14 a 25 de setembro

Onde: MT Hemocentro - Rua 13 de Junho, 1055, Centro Sul - Cuiabá

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.