Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 21-09-2020 às 07:49

BPW Cuiabá costura dignidade através do projeto Chita & Fuxico inaugurando a Loja do Bem, no Goiabeiras Shopping

O Projeto Chita & Fuxico da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá tem valor agregado com um dos maiores shoppings de Cuiabá o abraçando, hoje tem ponto fixo para receber doações

Zilda Zompero, presidente da BPW Cuiabá, entre as conselheiras superiores Mariza Bazo e Sueli Batista, que é a criadora e coordenadora do projeto. Todas felizes com o novo ponto de arrecadação, que sai da Eletro Fios e Ganha a Loja do Bem, no Goiabeiras | Creditos:

“Estamos costurando dignidade, cidadania e melhores condições de vida para mulheres em situação de vulnerabilidades, seja social, por renda, vitimas de violência doméstica e de mães com filhos portadores de necessidades especiais”. Foi o que destacou a presidente da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá, Zilda Zompero ao falar do projeto Chita & Fuxico, criado pela Comissão de Responsabilidade Social, da ONG Feminina, que a partir desta quarta-feira, dia 10 de setembro inaugura a Loja do Bem, doada pelo Goiabeiras Shopping para que a iniciativa a princípio tenha um ponto de arrecadação de matérias primas, acessórios e máquinas de costura, novas ou usadas, para o desenvolvimento do projeto.

O Chita & Fuxico contempla em seu eixo estrutural a qualificação e a  geração de renda, de mulheres em situação de vulnerabilidade social, por renda, vítimas de violência doméstica, mães com filhos portadores de necessidades especiais e também captar recursos financeiros e material para o fomento de outras iniciativas da BPW Cuiabá, que impactam positivamente a sociedade, e promovem o empoderamento e a autonomia econômica da mulher. (Foto da doação de três máquinas de costuras na Eletro Fios, das quatro arrecadadas pela advogada Cláudia Aquino, antes da  live musical solidária)

Recentemente, em uma live em parceria com o cantor Carlos Navas, diretamente de São Paulo, a BPW Cuiabá conseguiu recursos para dar inicio ao projeto, que nunca recebeu recursos públicos. Ganhou na oportunidade 16 máquinas de costura, tecidos, linha e acessórios, e condições financeiras para pagamento inicial das facilitadoras. Sueli Batista, coordenadora da Comissão de Responsabilidade Social da BPW Cuiabá disse que as primeiras beneficiadas com o projeto, serão as mães de crianças com microcefalia e residentes na comunidade tradicional do bairro São Gonçalo Beira Rio. Será visitada ainda a Casa do Amparo para destinar pelo menos duas máquinas para ficar no local, com uma facilitadora para ensinar a arte da costura.

Na elaboração do projeto foi pensado nos  Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) , que trata-se de uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015 composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. O estimulo ao empreendedorismo e a economia popular solidária, fazem parte do projeto, sendo fatores considerados como determinantes para o desenvolvimento comunitário, uma vez que de forma cooperativa ou de grupos formais é possível combater as desigualdades e empoderar a sociedade.

            A Loja do Bem fica no 1° Piso, número 164, próxima das escadas rolantes, em frente ao café. As doações poderão ser feitas em horário de funcionamento do Goiabeiras Shopping, basta chegar entrar na loja e  o que está ofertando, em uma das prateleiras. Foi deixado um caderno para que a pessoa doadora escreva sobre a importância de ser solidária, e o que doou, caso queira deixar registrado. 

Sueli Batista e Zilda Zompero estão felizes com os primeiros resultados do projeto.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.