Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 24-09-2020 às 01:33

Josi Crispim concorre a vaga no Conselho Municipal de Política Cultural de Cuiabá

Josi Crispim | Creditos:

Hoje, 7 de agosto, 17 horas encerra as eleições para o Conselho Municipal de Política Cultural de Cuiabá. Das 425 inscrições, dentre delegados e conselheiros, para as oito cadeiras representativas, 241 foram homologadas. Dentre elas concorre para a vaga, como conselheira do segmento da música, Josi Crispim. Ela conta com apoio da coordenadora da Comissao  de Cultura da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Cuiabá, a cantora Deize  Águena, dentre outros nomes expressivos do segmento cultural.

Josi que é única mulher concorrente na categoria é violonista profissional, graduada em Música pela Universidade Federal de Matogrosso em 2011. É professora de música na Escola de Música Josi Crispim.


Em 2005, tornou-se a primeira mulher a tocar viola-de-cocho profissionalmente ao compor o naipe do instrumento na Orquestra Sinfônica do Estado de Mato Grosso, voltando a se apresentar com a Orquestra, a convite do Maestro Leandro Carvalho, no Teatro Ibirapuera–SP, na comemoração dos 10 anos da Orquestra em 2015.

Nos anos 2000, compôs o Grupo Novos Chorões com direção musical de Pio e Ellen Toledo. Em 2003, fundou o Grupo Bionne, ao lado da cantora e compositora Estela Ceregatti, formado por um sexteto feminino. Participou de várias edições do Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães além de eventos de renome nacional, como o Festival Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília. Como musicista tocou com artistas locais, como Ebinho Cardoso e Sidney Duarte e com artistas nacionais como Yamandú Costa e Guinga.

Atualmente, atua como professora de violão e de vários outros instrumentos musicais; prepara candidatos para o Exame de Habilidades Específicas para o Curso de Música da UFMT; compõe para grupos musicais como a banda Caixa de Brinquedo; integra o naipe de sopranos do Coral do Sesc Arsenal e compõe o Duo de Violão-Bandolim com Moacyr Marcosky.

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.