Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 21-09-2020 às 08:29

Elas invadem mercado da cerveja dominado por homens

Depois de trabalhar durante 15 anos como securitária e se aventurar no ramo da gastronomia, a empresária Rogéria Xerxenevsky decidiu abrir uma cervejaria artesanal com o marido

A cerveja é a bebida preferida das brasileiras, sendo que 57% consomem bebidas alcoólicas, e 72% delas afirmam tomar cerveja. | Creditos: PixaBay

Cada vez mais elas estão ganhando espaço em áreas que até há pouco tempo eram dominadas pelos homens, como é o caso do mercado cervejeiro. Com o crescimento das cervejas especiais, muitas mulheres resolveram investir no setor e aprender mais sobre os estilos, aromas e sabores que as caracterizam.

A empresária Rogéria Xerxenevsky trabalhava há 15 anos no setor privado, onde seguia carreira, porém, com a chegada do primeiro filho, decidiu se dedicar ao papel de mãe. “Achei importante essa pausa para poder curtir a chegada do meu primeiro filho”, explica. Assim que o segundo filho nasceu, ela decidiu se reinventar e se formou em gastronomia. Nesse período, abriu um buffet voltado  exclusivamente a atender festas.

Após o nascimento do terceiro filho, Rogéria e o marido Alexandre decidiram mudar-se para Brasília. Alexandre sempre teve vontade de trabalhar com cervejas, e essa paixão influenciou sua esposa, que percebeu que poderia ser uma ótima oportunidade de retomar sua vida profissional: “Além de ser um mercado em grande expansão na época , foi uma ótima oportunidade para eu voltar ao trabalho“ – complementa a empresária.

Com o nome de Micro X, a marca se tornou a primeira cervejaria cigana a produzir suas receitas no Centro-Oeste do Brasil. Depois de dois anos, o casal se mudou para São Paulo, mais precisamente para região de Interlagos, onde adotaram o nome de X Craft Beer. “Durante esse período estudei mais um pouco e me tornei sommelier de cervejas e mestre em estilos, além de ser responsável por toda a gestão da cervejaria”, ressalta Rogéria. Atualmente, eles apostam no atendimento delivery para se destacar no setor,  cada vez mais competitivo.


Força feminina

De acordo com uma pesquisa feita pela MindMiners, em parceria com a consultoria AT Kearney, a cerveja é a bebida preferida das brasileiras, sendo que 57%  consomem bebidas alcoólicas, e 72% delas afirmam tomar cerveja. “As mulheres estão ganhando destaque no setor, seja como profissionais do ramo ou como consumidoras.”

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.