Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 13-07-2020 às 01:56

Marquim D’Morais abre circuito de shows virtuais gratuitos

Os shows participam da campanha de financiamento coletivo Colabore Hospitais UFMG e estreiam toda quarta-feira de julho, às 19h, no canal do YouTube da UFMG

Quem abre o projeto é Marquim D’Morais, com a apresentação virtual Beleza no Caos | Creditos: Frank Bitencourt

A Diretoria de Ação Cultural da UFMG (DAC) inaugura na próxima quarta, 1° de julho, a nova temporada do Circuito Cultural UFMG #emcasa. Marquim D'Morais, Laura Sette, Sara Não Tem Nome, Roger Deff e Roda de versos das mulheres do Jequitinhonha são as atrações deste mês. Os shows participam da campanha de financiamento coletivo Colabore Hospitais UFMG e estreiam toda quarta-feira, às 19h, no canal do YouTube da UFMG. 

Quem abre o projeto é Marquim D’Morais, com a apresentação virtual Beleza no Caos. Além de músicas do seu primeiro disco, Do Alto do Morro, o artista apresenta canções inéditas, que farão parte do seu próximo álbum. O trabalho do jovem músico, nascido e criado no Aglomerado da Serra, é marcado pela pluralidade cultural presente na favela. Suas composições abordam narrativas de cunho social, fazendo uma junção de ritmos, como rap, soul, reggae, baião, maracatu e capoeira.

A fusão de ritmos continua no dia 8, com o pocket show de Laura Sette. Original, a artista vai do funk ao rap, passando pelo R'n'B e trap. No dia 15, é a vez de Sara Não Tem Nome, que recém lançou a música Agora, inspirada no período de isolamento durante a pandemia. Já a periferia, o centro urbano e o hip hop são as inspirações do jornalista e rapper Roger Deff, que se apresenta no dia 22. Encerrando a programação de julho, mulheres de sete comunidades do Vale do Jequitinhonha “jogam versos” de poemas, mesclando autoria e domínio público, na Roda de versos das mulheres do Jequitinhonha. 

 

O projeto

“Para nós, é muito importante manter o Circuito Cultural durante a pandemia, pois ele é mais um canal a dar voz aos artistas e uma boa maneira de contribuirmos para manter viva a cultura como um dos pilares de nossa Universidade”, explica o produtor cultural, Sérgio Diniz. Desde março, quando a Diretoria de Ação Cultural adaptou o projeto para o ambiente virtual, já foram disponibilizados mais de dez pocket shows gratuitos no YouTube.

Um dos objetivos do projeto é promover o intercâmbio das expressões culturais locais e regionais com a comunidade artística e acadêmica.  Além de jovens cantautores representativos da cena belo-horizontina, neste mês foram convidadas as mulheres jogadoras de versos, preservando uma tradição oral do Vale do Jequitinhonha. “Neste momento, a curadoria está pensando outras formas de atuar neste contexto virtual e esperamos ter boas surpresas em breve, contemplando também outras linguagens para além da música”, pontua Sérgio.

 

Colabore Hospitais UFMG

Desenvolvida pela Universidade em parceria com a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) e o Instituto dos Advogados de Minas Gerais (IAMG), a campanha visa arrecadar verba para o enfrentamento à pandemia nos hospitais gerenciados pela UFMG. O volume arrecadado é destinado à aquisição de medicamentos, insumos, equipamentos de proteção individual e a contratação de serviços necessários ao atendimento de pessoas diagnosticadas com Covid-19, demais síndromes respiratórias agudas e outras emergências.  

Os interessados em contribuir podem transferir qualquer valor para o Banco do Brasil (001), agência 1615-2, conta corrente 960.419-7 (CNPJ da Fundep: 18.720.938/0001-41). Também podem ser doados bens ou equipamentos; nesse caso, basta entrar em contato com a Diretoria de Cooperação Institucional da UFMG por meio dos telefones (31) 3409-4555 e (31) 99306-0348 ou do e-mail gab@copi.ufmg.br

 

SERVIÇO

Circuito Cultural UFMG #emcasa

Estreia de pocket shows toda quarta, às 19h

1/7 - Beleza no Caos, de Marquim D'Morais

8/7 - Corpo, Alma e Consequência, de Laura Sette

15/7 - Sobrevivência dos vagalumes, de Sara Não Tem Nome 

22/7 - Etnografia Suburbana, de Roger Deff

29/7 - Roda de versos das mulheres do Jequitinhonha

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.