Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 04-08-2020 às 10:21

Mãe um ser de luz no caminho daquelas que juntas brilham mais

O Portal Rosa Choque abriu espaços, em parceria com a Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá, para manifestações de amor, carinho, amizade e respeito, dentre outros sentimentos que se queira externar, alusivos a data tão especial, o

| Creditos:

Mãe é uma palavra de apenas três letras, e se eu, eu  Sueli Batista, editora responsável do Portal Rosa Choque,  fosse traduzir, colocaria maternidade, amor e esperança.  Os estudiosos atribuem a classificação da palavra mãe como substantivo concreto, mas como filha pergunto:  como substituir a palavra para um ato de aconchego se ela é tudo? Lendo  a poesia “Para sempre”, do grande poeta Carlos Drummond de Andrade, me atentei para um questionamento verbalizado do que saiu da sua alma inspirada, “Por que Deus permite que as mães vão-se embora? Se hoje eu fosse responder ao poeta, eu diria sim elas partem com a permissão divina,  somente do plano terrestre, deixando por outro lado a semeadura. Nos corações elas sempre haverão de encontrar abrigo, então partir pode ser uma simples questão de interpretação.

Neste momento em que um inimigo invisível ronda o planeta, e tantas mães deixaram o convívio com seus filhos, quero manifestar minhas palavras de gratidão para Almerinda Felipe dos Santos, que deu a  luz da vida pra mim, Luiz Carlos, Sérgio e João. Ela  neste momento se encontra com a saúde fragilizada, fazendo com que meu coração fique apertado, ao ouvir sua voz já sem o mesmo vigor do ânima, e não poder lhe abraçar. Não é só saudades o que sinto,  é nostalgia pela falta da presença daquela que vive em São Paulo, onde nasci, e  que hoje é  a cidade brasileira do epicentro da pandemia do coronavírus.

 “Se Deus me der vida e saúde, vou comemorar mais um aniversário”, estas palavras é como um mantra que minha mãe repete desde que teve um câncer muito agressivo aos 67 anos de idade. Em 2020 completará 84 anos. Eu acredito em seu mantra em forma de otimismo e muita positividade, suas peculiaridades. Como dela herdei tais características, já estou vendo o final do ano, onde estarão filhos, netos, bisnetos...em comemoração não só pelo Natal e Ano Novo, mas por algo muito especial entre as duas datas, a vida daquela que é a fonte geradora inicial da nossa família.

O Poeta, Carlos Drummond,  na poesia que escolhi para citações líricas na matéria diz que “mãe não tem limite, é tempo sem hora”.  Minha sócia Mariza Bazo, que tem em Luiza Pozati Bazo, a referência de amor, força e resiliência. Ela destaca “Eu e os meus irmãos temos a melhor mãe do mundo! Uma mulher de fibra, corajosa, de fé inabalável, que aos 81 anos de idade, nos ensina diariamente,  com o seu exemplo, a sermos fortes, amorosos e confiantes em Deus. Ela sempre tem as palavras certas, um colo delicioso e aconchegante. Sempre dedicada à família. Uma mãe, avó e bisavó amorosa e zelosa.

A presidente da BPW Cuiabá, Zilda Zompero não tem mais, há alguns anos o convívio com sua mãe Yolanda, a quem ainda declara seu amor, como na própria canção que ultrapassa o tempo e o espaço, como as lembranças que ficam.  E do poeta, segue o trecho do que escreveu para iluminar.... diz ele “luz que não apaga quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido, na pele enrugada, água pura, ar puro, puro pensamento”.

 “O tempo passa muito rápido, os filhos crescem o amor aumenta. Tempo, tempo ...”, destaca, apontando que seus filhos representam tudo para ela.  “São meu sol e minha chuva, meu sul e meu norte. São meu sorriso constante e minha lágrima de alegria. Fui abençoada pela maior dádiva que a vida me poderia oferecer: vocês, meus amores. E agora ser mãe duas vezes, ser avó é uma benção muito grande . É ser mãe com açúcar.

Zilda é mãe de Tiago e  Rodrigo, que multiplicam a vida que ela gerou.  O primeiro lhe dará a netinha Bianca, o segundo, já lhe deu o neto Giuseppe, e a caminho vem chegando Arturo. Ainda este ano haverá mais luz em sua vida. Na foto de capa estão as crianças que aparecem com Zilda Zompero.

Um fato interessante, é que no estafe da BPW Cuiabá, a maior parte é mãe de homens. A primeira vice-presidente, Margareth Nunes, gerou Felipe e Thiago. A segunda-vice presidente, Andréa Barbosa, deu a luz para Leandro, Frederico e Augusto, a primeira secretária da organização, gerou Renato, Renan e Ryan e Zilda Castanho, segunda secretária, mãe de Miguel;  Silvana Gomes, a  primeira diretora tesoureira, mãe de Matheus, Cleide Lima, segunda tesoureira, mãe de Rafael, Guilherme, Gustavo. O que estas mulheres tem em comum? Profundo amor aos filhos, uns homens feitos, que caminham até lado a lado nos empreendimentos, outros caminhando para a adolescência em novos aprendizados.

Andrea Barbosa diz, “não importa se o meu dia foi ruim, ter três filhos significa que tem sempre alguém para me dar carinho. Alguém sempre quer me dar um beijo, e as vezes disputar o lugar ao meu lado. A casa dificilmente silencia, é barulhenta, bagunçada, porém muito alegre e feliz. Eu amo tudo isso”, frisou.        

Zida Castanho, que nos brinda com a foto do exato momento que tornou-se mãe  ressalta ser grata a Deus por ter uma mãe presente e por ser uma mãe presente. Ela destaca ser a forte expressão do amor verdadeiro sua mãe Luzia e seu filho Miguel.”Um amor puro, amor sagrado,amor forte, amor generoso, amor acolhedor, amor infinito, amor poderoso, amor inspirador, amor segurança, amor resiliente, amor protetor e amor puro e bondoso”, finalizou.

Cláudia Aquino, primeira diretora jurídica da BPW Cuiabá, Carla Gubert diretora de eventos e Neide Alves de Paula, diretora de Comunicação da organização, tiveram equilíbrio de gênero ao darem a luz.  Carla é mãe de Isabele e Guilherme e diz “Ser mãe é enfrentar o mundo encontrando forças onde nem imaginamos ter para proteger o bem mais precioso que Deus nos presenteou”.

Mãe de Júlia e João, Neide destaca que “ser mulher é sinônimo de força e muita perseverança. O mais lindo da vida, entretanto,é a realização de ser mãe e ver seus tesouros te acompanharem em seus projetos. Sou mulher, sou mãe e sou grata”, frisou.

Ser mãe é conhecer um amor inexplicável, afirma Cláudia Aquino. “Muito se diz sobre diferentes formas de amar. Existem até amores que acabam, que se perdem no tempo. O amor por uma amiga é diferente do amor por uma mãe, que é diferente do amor por uma tia...Mas o amor de uma mãe pelos seus filhos é inexplicável. Ele não acaba, ele não se perde no tempo, só aumenta e transborda. Transcende a tudo e a todos. Thales Oliveira e Talita Oliveira, minhas experiências de mãe. São a melhor parte de mim. Amo vocês quando vocês nem existiam e os amarei até o infinito”.

A transcedência citada por Cláudia, encontra eco mais um vez no trecho poético. Diz Drummond que “morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio. Mãe, na sua graça, é eternidade”. Marilza Moreira, segunda diretora jurídica da BPW Cuiabá diz que ser mãe é dádiva. “As mães tem a responsabilidade de criar, ensinar, instruir, proteger. Não é uma tarefa nada fácil e somente por isso já devem ser amadas”, Ela tem tem apenas uma filha, Fabiane, e se  sente orgulhosa quando faz uma foto que representa quatro gerações. Com sua mãe, filha e netos. Se ela  agradece a oportunidade de ser mãe, de ser avó então, nem se fala. “É ser mãe duas vezes”.

A coordenadora da Comissão de Saúde da BPW Cuiabá, Veralice Valéria  é mãe de Evelyn, Erika e Rui Junior. Ela diz que ser mãe. “é a missão de maior responsabilidade, é amar de forma mais completa e incondicional. Mãe é sinônimo de amor, carinho e bondade”.

Juliana Tanaka, coordenadora da Comissão BPW Jovem Cuiabá, enviou uma fotografia que para ela tem grande significado ao lado do filho. O reflexo que vejo nesta foto é de uma mãe que olha e zela com amor e carinho seu filho. Nunca houve um amor tão forte, tão arrebatador que preenchesse não apenas a mim, mas a todos que o rodeiam. O Fernando externaliza seu amor de todas as formas possíveis: abraçando, gesticulando e falando e orando. 
"Ser mãe é uma experiência  muito boa que encheu a minha vida de alegria. Hoje o tempo está passando e esta foto fez eu relembrar mais um dos momentos bons com os meus filhos", disse Anna Maria Barreto, conselheira diretora da BPW Cuiabá. Recentemente sua mãe faleceu e ela sabe que o poeta teve razão ao questionar, é que a Maria Eugênia estará para sempre viva em suas lembranças.

Terezinha Zompero, conselheira diretora da BPW Cuiabá, sempre comemora o Dia das Mães com grande significado, ela é mãe de um casal, Bruna e Jean, que somam uma dupla perfeita para realizá-la na completude de ter gerado vidas. Ela recordou que na época da pandemia os momentos mais especiais do isolamento social são aqueles que divide com o esposo e os filhos a força e otimismo de que juntos e com Deus ao lado tudo ficará bem.

Janeiva Rondon, também integrante do Conselho Diretor da BPW Cuiabá diz que “ser  mãe é algo divino e sem explicação, é um sentimento muito lindo que nos invade sem limites, um sentimento eterno que nos faz  uma protetora  incondicional”.

Ainda na poesia “Para sempre”, vê se a inquietude do poeta em questionar a razão das mães partirem para outro plano, e pergunta: Por que Deus se lembra - mistério profundo - de tirá-la um dia? Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho me ele, velho embora,  será pequenino feito grão de milho”. Então se as mães nunca deveriam morrer, talvez os filhos não deveriam crescer? Realmente, quanto misteriosa é a vida. Andressa Gonçalves, coach de constelação sistêmica, diz que  "mãe, termo usado para designar um coração capaz de amar infinitamente, é sentir por dois, sorrir por dois, sofrer por dois, é dar o melhor de si duas vezes... É aquela que cura com um abraço e que faz sarar com um beijo".  Desejou um feliz dia das mães para todas as mamães desse mundo, “em especial para a minha mamy Sueli Gatto”. Na foto que ela enviou para a galeria está a doce espera do seu filho Gabriel.  

Para a administradora Carla Nunes mãe é “um amor verdadeiro e o único capaz de superar qualquer situação. Ela tem a capacidade de ouvir o silêncio, adivinhar sentimentos, encontrar a palavra certa nos momentos incertos”. Em sua mãe Cleuza ela encontra a melhor proteção e amparo. “Mamãe, que a senhora continue irradiando este amor, fé e alegria que sempre me ofereceu. Obrigada por tudo, a senhora é meu exemplo de vida, minha fortaleza”.

Gratidão foi o que manifestou  a empresária Luzélia Santos Mara sua mãe, que ela destaca como “uma mulher incrível que me deu a oportunidade junto ao meu pai de receber a dádiva da vida e também de poder ser mãe, amor de gerações! Grata por tanto amor, te amo mãe!”. Agradecer a mãe que tem, e de também gerar a vida é comum entre as mulheres que receberam a dádiva.

Em síntese muitas empreendedoras manifestaram com frases curtas seus sentimentos: Adriane Cunha ressalta em poucas palavras que “ser mãe é carregar a vida inteira um amor maior que o próprio coração”, e também agradece  para Deus,  a dádiva de ser mãe dos principes Caio, Guilherme e Gustavo. Rosangela Pelissari diz que é  mãe, uma mulher forte,guerreira, persistente, otimista e que procura ajudar dentro dos limites e estar sempre presente. Lourivalda Gomes Barbosa (Nika) a mãe da cantora Áurea Maria, diz que, “amar e honrar uma mãe é reconhecer a própria história”.

“Os filhos tem uma forma maravilhosa de nós mostrar o que realmente  importa na vida, hoje sou mais forte, sou completa, sou MÃE, fez questão de enfatizar a empreendedora Liliane Cavalcante. Tereza Bouret destaca que “ser mãe não é aquela que dá a luz. Ser mãe é aquela que ama o filho, seja ele do seu sangue ou não.  Ser mãe é amar de forma completa, finaliza”.

Muitas empreendedoras e profissionais que compõem a rede BPW Cuiabá preferiram apenas enviar fotografias com suas mães, com seus filhos e até netos, que ficarão na galeria.  Como existe uma máxima de que uma imagem vale mais do que mil palavras, cada qual faz sua leitura.

A cantora e produtora cultural Deize Águena, por exemplo é filha de Maria Anunciação da Costa  Moreira. Queremos crer que somente para ela, ofereceria todas as canções que já interpretou na vida. A outra que nos enviou a foto foi Maria Elza Fernandes, com sua mãe Geraldina, que tem 90 anos, gerou 8 filhos e adotou três. Um exemplo de mãe.

Para encerrar segue um texto de quem não deu a luz na verdadeira acepção da palavra, mas que iluminou caminhos, deixando seu legado.  Aliás “Juntas brilhamos mais e iluminamos caminhos”, é o mote da gestão atual da BPW Cuiabá. Seguem palavras de Madre Tereza de Calcutá, a mãe dos pobres.

Ensinarás a voar ...
Mas não voarão o teu voo.
Ensinarás a sonhar ...
Mas não sonharão o teu sonho.
Ensinarás a viver...
Mas não viverão a tua vida.
Ensinarás a cantar ...
Mas não cantarão a tua canção.
Ensinarás a pensar...
Mas não pensarão como tu.
Porém, saberás que cada vez que voem, sonhem, vivam, cantem e pensem...
Estará a semente do caminho ensinado e aprendido!

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.

Andressa Gonçalves de Souza . 11-05-2020 06:39hs

Que linda homenagem! O coração vibra e bate mais forte de tanto amor e carinho ????

Claudia Aquino . 11-05-2020 07:09hs

Um texto que semeia o amor!!! Parabéns pela iniciativa, foi lindo de ler. Gratidão pela oportunidade de falar dos meus filhos e pelo carinho que colocastes nas palavras. Muito obrigada.

LILIANA CAVALCANTE DE MORAES . 11-05-2020 15:24hs

Linda homenagem... fico feliz em poder participar desse espaço e dizer meu muito obrigada!!! gratidão sempre.

LILIANA CAVALCANTE DE MORAES . 11-05-2020 15:27hs

linda homenagem... foi um prazer participar e estar presente com meus filhos nessa homenagem, parabéns ao portal Rosa choque. gratidão!