Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 04-08-2020 às 09:54

Nënaë uma deliciosa história de empreendedorismo

Geralmente as histórias exitosas, no mundo dos negócios, são escritas por seus protagonistas com muitos fatos e ações que podem ocorrer, até mesmo fora do que se sonhou realizar. A advogada Heleonora Gonçalves legitima isso com a Nënaë

A trajetória de Heleonora Gonçalves, como empreendedora, no preparo e distribuição das delicias da cozinha árabe se confunde com a de mãe | Creditos: Divulgação Nënaë

A persistência e determinação geralmente estão presentes num case de sucesso, e não é raro que a imprevisibilidade pode assumir papel importante no seu enredo e tornar-se uma fonte de inspiração para os que querem a autonomia financeira. A história da jovem empreendedora Heleonora Gonçalves, da Nënaë - Legitimamente Árabe não foi uma exceção.

Atuando desde 2016 no mercado da gastronomia árabe artesanal, em Cuiabá, com produção e distribuição de alimentos, Heleonora relata que seu negócio teve início com uma mesa no Condomínio Alphaville, de maneira informal. Ela evoluiu para bike food e logo após se consolidou na categoria de empreendimento individual. Sua meta é crescer e tornar-se uma referência em Mato Grosso, e quiça no Brasil quando o assunto for comida árabe. Expertise, bons produtos e muita força de vontade são ingredientes que não faltam para que ela alcance o que anseia. Sabe enfrentar os desafios. Embora continue a advogar, mas por conta própria, é o seu negócio gastronômico a prioridade.

Na linha do tempo

O resumo da história de Heleonora Gonçalves mostra que nem tudo em sua vida foi feito de delícias. No ano de 2015, após se tornar mãe, ao término do período de estabilidade, foi demitida do escritório no qual trabalhava por 5 anos. No primeiro momento, o problema a deixou sem chão, mesmo porque  estava passando pelo período que acreditava ser o mais desafiador da sua vida, o da maternidade.

Conforme relata, ela se viu pela primeira vez, na condição de desempregada. "Pois bem, recém mãe, sem emprego, me vi perdida em meio a nova realidade, enfrentei um baby blues intenso, cuidei com muito amor da minha filha, aproveitei para curtir ela por um período", disse Heleonora, apontando que não nasceu em berço de ouro, e questiona a existência de tal berço. Ela  não aprendeu a fazer reservas financeiras, e sabia que o dinheiro iria acabar. Isso anunciava para sua vida um tempo de desespero, que poderia bater a sua porta novamente.

Exemplo pelo exemplo

O fato, entretanto, pode servir como exemplo para as pessoas que vêem as portas se fecharem diante de si, sem perspectivas. É como se fosse um alento, um sim de que tudo pode dar certo. Heleonora recorda, que um pouco antes do ocorrido em sua carreira, sua sogra, Mirts Lacerda,  produzia e vendia, informalmente, comida árabe no condomínio onde residia. Quando ela viu a nora na condição de desempregada, começou um trabalho difícil de convencimento, tentando lhe mostrar que seria um excelente negócio seguir seu mesmo caminho. "Eu, que nunca tinha trabalhado na cozinha, quiçá fazia alguma comida, comecei a analisar seriamente a oferta. Para expressar o que aquele momento lhe remeteu, a empreendedora usa um velho ditado: "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura". Foi convencida.

Heleonora disse sim, ela poderia tentar, e tentou de forma exitosa. "Eu assumi esse negócio, aprendi a cozinhar com a funcionária que está conosco até hoje: Rogenil Marçal de Arruda, a Rose. Começamos a Nënaë em 2016, vendendo comida árabe numa mesa, todas as terças feiras no Condomínio Alphaville Cuiabá.

Sonhar tem preço

A empreendedora, que iniciou o negócio por necessidade, a partir de uma atividade informal, em um período de incertezas, teve muita atitude para conquistar o mercado.  Ela deixa claro que ainda está consolidando o seu negócio e que  continuará trabalhando, faça chuva ou faça sol, com intuito da empresa crescer até conquistar grandes metas.u

"Sonhar não custa nada, mas tem preço sim, e nós estamos buscando, com amor e dedicação, vamos chegar onde queremos”, e neste percurso ela conta com o marido, Alexandre Guto Lacerda que na linguagem moderna poderia ser chamado de sócio afetivo, devido o compartilhamento de atividades que flexibilizam a sua dedicação ao negócio. Ele é um pai amoroso e muitas vezes é ele quem cuida da Giovanna, nossa pequena princesa”.

As andanças e as pessoas

Heleonora andou muito pela cidade que ela chama de linda Cuiabá, e até de Cuiabrasa, pelo calor não só do sol, mas humano. Na caminhada encontrou pessoas, além de seus laços familiares, que de certa forma ajudaram a empresa a ser conhecida. A começar pelo nome do empreendimento. Nënaë, que em árabe quer dizer hortelã.

Através de uma conversa com outra empreendedora, da área de doces finos artesanais, a Denise Arruda, Heleonora foi incentivada a ter uma foodbike, e a dar um nome para seu negócio a partir de um dos ingredientes muito usado na culinária árabe. Após pesquisar chegou-se ao nome Nënaë. A partir do nome, uma outra pessoa entrou na história da empresa, o seu primo, o publicitário João Gordo, da Dona Maria Comunicação Criativa, responsável pela criação da logomarca.

Se a sogra “By Mirts Lacerda” foi sua inspiração, o seu primeiro incentivo para crescer veio do seu pai, Harold Gonçalves que comprou a bike e a presenteou. Armando Onohara, companheiro de sua mãe, Maria Lúcia Ferreira Barros, contribuiu fazendo o suporte de madeira, e a mãe com a  decoração  e assim foi montada a sua bike gourmet.

Com a logomarca, a foodbike, faltava apenas uma grande estréia, e ela aconteceu , no que é hoje o  maior  evento gastronômico da cidade, o “Festival de Chocolate”, criado e organizado por Zilda Castanho, empreendedora por quem Heleonora nutre um “especial carinho”.

As exposições e feiras foram importantes para tornar a marca de sua empresa conhecida, e uma das grandes forças neste sentido foi dada por Patrick Lima, que na época era o executivo de Mall e Mídia do Shopping Pantanal. Após experimentar os produtos Nënaë- Legitimamente Árabe ele abriu uma vaga para que Heleonora participasse da feira, no local, que aconteciam todas as quintas-feiras.

As feirinhas

Muitas foram às participações de Heleonora em feiras e eventos para divulgar a marca e vender diretamente os produtos da Nënaë, e a empreendedora contou muito com a ajuda da amiga Karen Regina Domingo Sobreira.

Para se ter uma ideia de suas andanças, vale destacar que além do Festival do Chocolate, da Feirinha do Pantanal Shopping, a empresa participou de muitos os acontecimentos de pequeno, médio e porte, que ajudaram na difusão da marca: Foram eles: Pantanal Cozinha Brasil, Feira Verde do Alphaville Cuiabá I, Feirinha Torres do Parque, Arraial do Alphamall, Sabor Coletivo, Encontro Gourmet Ginco, Sinfra Food Park, Sabor Magnolia, Feira do TJMT, Feira Gastronômica do Florais Cuiabá, Alphamall Festival, Feira da SETAS, Arte com Sabor Urban Arts, Fabrizio Giannone Goiabeiras, Feira Gastronômica do Residencial Mônaco, Feira Gastronômica do Residencial San Marino, Maratona de Negócios Criativo, Eventos da Maple Bear Cuiabá, Feira das Promotorias, Feira Nacional de Ciência e Tecnologia, Cantinho das Dondocas, Bazar Rafaela Almeida, Centro Sebrae de Sustentabilidade, Associação do Ministério Público, Food Park Orla do Porto, Wedding Day Mato Grosso, Travessa da Justiça, Belvedere Gourmet, Goiabeiras Food Mall, Arraiá do AmoSanta, Morana Pantanal Shopping, Arranjos Express Goiabeiras Shopping, Feira do Jardim das Américas, Happy Hour Brahma Express, Overdoze Sesc Arsenal, Feira Gastronômica Village do Bosque e na Exposição de Mulheres de  Negócios e Profissionais, na reunião mensal de associadas da BPW Cuiabá.

Os clientes

Há uma grande gratidão por parte de Heleonora aos seus clientes, “eles acreditaram na marca, comprando nossa idéia inovadora de levar comida árabe aos eventos de rua”.  A participação em feirinhas ficaram na lembrança, assim como ficou a sua foodbike, não mais utilizada em seu negócio. A empreendedora readequou o empreendimento, e além de atender por encomendas, também aceita contratos para eventos corporativos e banquetes. E a primeira que lhe confiou um evento grande, foi Isis Dorileo, para 100 pessoas.

A confiança de que  muito mais pode ser feito, sempre tem movido Heleonora para dar sempre o seu melhor. Já foram atendidos pela Nënaë, dentre outras empresas em eventos corporativos:  Grupo Valure, Revie, Ginco, Unimed Cuiabá, Goiabeiras Shopping, Morana, Le Lis Blanc, Jhon Jhon Denin, Bontempo, Oncocenter, Conceito e Luz, Animale, Marggoh Acessórios Finos, Andreia Boutique, Alfagarves, Studio Movimento Pilates, Cerimonial Izis Dorileo, IT Iluminação, CDL Cuiabá, Lady Jô Boutique, Carla Soares Esmalteria, Rota 65 Harley Davidson, Romanel, Dita Bonita, Governo do Estado de MT, Alfagarves,  Associação do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Prefeitura de Cuiabá , Condomínio Alphaville, Camicado, Pantanal Shopping, Pai que Cria, Vivaz, Larréa, Larréa e Menezes (escritório de advocacia), Grupo Mulheres do Brasil núcleo Cuiabá, Instituto Dizza Sander.

O aprendizado

De tudo, Heleonora tirou muitas lições, que são aprendizados que podem ficar como inspiração aos que buscam, assim como ela seu lugar nas estatísticas de negócios de sucesso na categoria de MEI. “Empreender, como tudo na vida, tem suas dores e delícias, mas a liberdade conquistada é, na sua concepção, algo realmente mágico, que nunca mais ela  pretendo abrir mão.  “Acredito que em tudo devemos buscar o lado positivo. No momento de uma decepção isso pode parecer difícil, porém, é preciso usar  o ocorrido para refletir e buscar novos rumos, tanto em níveis pessoal, quanto na carreira. Gostaria de dizer para que as pessoas tenham coragem, vejam que a vida pode e deve ser linda, vivida com intensidade e felicidade”, finaliza.

Contrate a Nënaë para o seu próximo evento 65.99664-1550 - http://@nenae.arabe

Veja na galeria de fotos as delícias.

 

 

 

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.

Whady lacerda . 30-04-2020 16:17hs

Esse comentário foi vetado por conter acusações sem provas ou palavras impróprias.