Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 06-07-2020 às 00:58

CORONAVÍRUS: Como adaptar o seu negócio

Especialistas dão dicas para que período de quarentena seja produtivo para todos

| Creditos: Divulgação

Brasileiros são otimistas e buscam alternativas para passar pelo Coronavírus. Não é um momento fácil e não deve ser tratado com desrespeito. Mas não podemos negar que os brasileiros são considerados otimistas por natureza.

E isso é cientificamente comprovado. Segundo uma pesquisa realizada pela Expo Dubai 2020, em setembro de 2019, o Brasil tem o maior percentual de otimistas do mundo.

Segundo a sondagem, 76% dos brasileiros têm uma visão positiva do futuro – número consideravelmente alto em relação à média global, de 56%.

É justamente essa positividade que faz com os brasileiros se ajudem mais em momentos de crise.

Especialista em desenvolvimento humano, Ester Gomes dá dicas de como ser positivo nessa hora de crise e o que é essencial para ultrapassar momentos difíceis:

1- Seja otimista, em tempos que temos que ficar isolados pode ser muito difícil. Mas você sabia que a tristeza e desânimo diminuem nossa imunidade? Então, o caminho é ser otimista, estar fortalecido e com pensamentos positivos diante da adversidade que estamos vivendo.

2- Vamos aproveitar esse período de quarentena e colocar nosso autodesenvolvimento em dia. Que tal utilizar de cursos, livros e aulas on line para aumentar nosso aprendizado? Vamos sair desse período com muito mais aprendizado e sabedoria.

Fonoaudióloga e empresária Laila Wajntraub do Clube da Fala, está disponibilizando aulas de oratória gratuitas, afim de que os profissionais que estão em isolamento possam adquirir conhecimento enquanto esperam a quarentena passar.
“Nosso curso funciona há 13 anos e estamos crescendo cada vez mais. Atendemos uma média de 200 alunos ao mesmo tempo. Porém, fomos pegos de surpresa com essa pandemia do CORONAVÍRUS. No começo achamos que não iria nos abalar, já que não atendemos aglomerações. Aos poucos os alunos começaram a parar de comparecer no Clube da Fala,
os colaboradores ficaram com medo de transitarem e em questão de dias, o pânico tomou conta da população. Tivemos que nos reinventar e modificar rapidamente nosso negócio , nos adaptando a essa nova realidade. Começamos a oferecer treinamento on-line, atender de forma mais personalizada ainda e a ocupar nossos colaboradores com tarefas que não estavam acostumados. Estamos trabalhando mais do que nunca ! Até porque, “Não são os mais fortes que sobrevivem nem os mais inteligentes, e sim os mais suscetíveis a mudanças.“ — Charles Darwin.

A humorista Vivi Cataldi entrou no isolamento social e cancelou seus espetáculos, mas inovou. Ela também é professora de ioga e resolveu dar aulas online para quem busca relaxar nesse momento de tensão, "em uma hora de aula já podemos trazer benefícios ao corpo e para alma, é um passatempo que faz bem, acalma os nervos, nos ajuda a tirar desse clima de aflição."

Já a terapeuta comportamental Ivana Cabral, recomenda a Reprogramação Mental, uma técnica que ajuda a quem está desmotivado no home office, "com a reprogramação, você pode adquirir novos hábitos para conseguir atingir seus objetivos na sua própria casa, te ajuda a diminuir a ansiedade que o medo e o pânico geram, ajudando a mantê-lo mais focado."

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.