Cuiabá - MT, 10-04-2020 às 05:58

IPTU ajuda a causa animal em Santo André

Arrecadação será revertida em ações contra o abandono de cachorros e gatos, guarda responsável e saúde dos animais domésticos e silvestres

Esse gesto de amor ajudará em ações contra o abandono de cachorros e gatos, guarda responsável e saúde dos animais domésticos e silvestres. | Creditos: PixaBay

Munícipes de Santo André têm agora uma nova opção para contribuir com a causa animal e ajudar os pets. A Prefeitura de Santo André inovou e no boleto do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) 2020 haverá um código de barras no valor de R$ 15 cujo pagamento é voluntário e o montante arrecadado será destinado diretamente ao Fundo Municipal de Proteção dos Animais.

Esse gesto de amor ajudará em ações contra o abandono de cachorros e gatos, guarda responsável e saúde dos animais domésticos e silvestres. A contribuição voluntária é simples e fácil de fazer. Junto com o IPTU haverá um código de barras próprio destinado à causa animal e o pagamento pode ser feito preferencialmente até o dia 21 de janeiro.

“No sistema da Prefeitura a data de vencimento é o último dia útil de 2020, mas caso o contribuinte opte em ajudar efetuando a contribuição voluntária até o dia 21 de janeiro, já a partir de fevereiro podemos colocar algumas ações em prática”, explica José Henrique Mioto, diretor do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal, setor ligado à Secretaria de Meio Ambiente de Santo André.

Outro ponto a destacar no projeto da contribuição voluntária é a transparência. “Todas as ações advindas da arrecadação desta contribuição serão amplamente divulgadas, com total transparência como forma de prestar contas a todos que fizeram o pagamento”, informou o secretário de Meio Ambiente de Santo André, Fabio Picarelli.

Criado por lei em 2016, mas só regularizado agora pela atual gestão, o Fundo Municipal de Proteção dos Animais permite doações, auxílios, contribuições, subvenções e transferências de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado, de entidades e organismos de cooperação nacionais e internacionais, de organizações governamentais e não governamentais, entre outros, para iniciativas em prol do bem-estar animal.

Fundo Social - Além de colaborar com a causa animal, os moradores de Santo André também terão a opção de contribuir com as ações realizadas pelo Fundo Social de Solidariedade. O carnê do IPTU 2020 conta com um boleto de R$ 15, com o objetivo de auxiliar projetos de entidades assistenciais do município, ajudando quem mais precisa.

O contribuinte pode escolher fazer as duas doações, contribuindo tanto para a causa animal, quanto para o Fundo Social de Solidariedade, ou se preferir, fazer o pagamento de apenas um dos boletos.

Novo formato e sem aumento - O IPTU de Santo André ganhou novo formato neste ano. A Prefeitura substituiu o tradicional carnê por uma correspondência no formato de boleto, mas que conta com códigos de barras para todas as opções de formas de pagamento disponíveis, já conhecidas pela população.

O imposto não teve aumento e passou apenas por reposição inflacionária de 2,54%, referente ao IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) do período de outubro de 2018 a novembro de 2019.

O boleto que está sendo enviado à população traz as opções de pagamento à vista (com 10% de desconto), em duas vezes (com 5% de desconto), ou em dez vezes, sem desconto. Os códigos de barras podem ser separados uns dos outros caso o contribuinte assim preferir.

As datas de vencimento continuam as mesmas do imposto cobrado neste ano. Para uso industrial e terrenos, o prazo final para pagamento é dia 15 de janeiro. Para uso residencial, comercial, escritórios, misto, apartamentos e garagem, o prazo é até 21 de janeiro.

Para aposentados, pensionistas ou maiores de 65 anos com beneficio de desconto já reconhecido pela Prefeitura, o prazo final para pagamento é 17 de fevereiro.

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.