Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 05-06-2020 às 05:23

Empresária transforma vida de crianças na África do Sul

Sandra Bronzina tem unido pessoas por meio da empresa social Ubuntu para levar oportunidades a crianças residentes na maior favela do mundo, em Soweto, na África do Sul

Sandra Bronzina com crianças da maior favela do mundo | Creditos: Divulgação

Desde que a fundadora da empresa Ubuntu esteve no Soweto, a maior favela na África do Sul, e viu o quanto eles precisam de apoio da humanidade, a empresa vem expandindo e unindo pessoas para mudar a vida das famílias que moram lá.

Assim como em outubro o embaixador da marca esteve lá, no mês de novembro a empresa levou Sandra Bronzina, empresária e amante de causas sociais para o Soweto, no qual vivenciou e proporcionou dias melhores para aquelas crianças.

Soweto  é um dos bairros mais importantes da África do Sul onde abrigam-se 4 milhões de pessoas, ali encontra-se um cenário importante de lutas e guerras, onde o bairro nasceu a base do regime de segregação racial, onde os negros deveriam por lei viver em regiões afastadas dos brancos. Quem passa pelo Soweto vive por sentimento o que aquelas pessoas passaram, sinônimo de luta, resistência e sofrimento, além da grande pobreza e necessidade que passam naquele local.

A empresa tem como grande propósito levar educação para aquelas crianças, que passam grande parte do seu dia na rua brincando, sem apoio e orientação de um adulto.

Sandra Bronzina diz que vale muito a pena cruzar o oceano para sentir o amor das crianças, e que lá ela encontrou a pureza, e que mesmo com tanta carência ela sentiu o amor presente e a generosidade que chega a emocionar. Sandra diz que volta da África do Sul com a necessidade e o compromisso de fazer a diferença no local onde vive.
 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.