Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 09-08-2020 às 16:24

Odontogeriatria: o que é?

Assim como acontece com o restante do corpo, os dentes também precisam de cuidados especiais na terceira idade

Todos os tratamentos devem ser realizados sob orientação de um especialista, que irá indicar qual procedimento de odontogeriatria é ideal para cada caso. | Creditos: PixaBay

O avanço dos anos leva a várias alterações no organismo e na boca não é diferente. Para começo de conversa, a pele da gengiva fica mais fina e ressecada. Ocorre ainda uma diminuição no fluxo salivar, que é agravado com o uso de alguns medicamentos. Além de prejudicar a digestão, já que ela começa na boca com a ação da saliva, há um aumento no risco de infecções, pois o líquido tem ação bactericida. “Por essa razão, em alguns casos indicamos o uso de antibióticos até mesmo para fazer uma limpeza preventiva”, conta o cirurgião dentista, Dr. José Sartoretto, de São Paulo. Acontece também à redução da tonicidade da língua, o que pode atrapalhar na hora de se alimentar e falar. Outras alterações típicas dessa faixa etária são a diminuição da sensibilidade gustativa, que pode levar a pessoa a comer muito sal ou açúcar para realçar o sabor dos alimentos, e a perda dos dentes, que pode ser desencadeada pela falta de destreza para escovar os dentes e passar o fio dental.

Por todas essas razões, é importante que o profissional que cuide da boca desses pacientes seja especializado nessa faixa etária, que faça uma análise global do seu organismo, já que essas questões podem gerar problemas no corpo todo, e trabalhe em conjunto com outros profissionais quando necessário. Outro cuidado essencial é com a abordagem, pois eles podem não entender exatamente as orientações e muitas vezes já vêm com traumas pela forma como a odontologia era feita no passado. A frequência da visita ao consultório, que, aliás, deve ser adaptado a pessoas mais velhas, com itens como barras de apoio, é muito individualizada, pois depende de como o indivíduo consegue fazer a sua higiene, que deve ser igual a dos jovens, mas costuma variar entre 3 e 6 meses.

 

Listamos opções de tratamentos na terceira idade:

Profilaxia dental: é a limpeza realizada para prevenção de doenças bucais e periodontais. Este procedimento consiste na eliminação de tártaros, placas bacterianas e manchas.

Implantes: são dentes similares aos naturais e são indicados quando existe uma perda de elementos dentários. 

Próteses: são aparelhos utilizados para substituir os dentes que estão ausentes na boca, essas próteses podem ser fixas ou móveis, isso irá depender do caso do paciente.

Hoje em dia, a preocupação com a estética dos dentes tem aumentado cada vez mais. A busca por procedimentos como lente de contato e clareamento dental é uma boa opção para os idosos que desejam der o sorriso dos sonhos.

Porém é importante ressaltar que todos os tratamentos devem ser realizados sob orientação de um especialista, que irá indicar qual procedimento de odontogeriatria é ideal para cada caso.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.