Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 14-12-2019 às 12:22

1ª Mostra Afro Cultural no Sesc Pantanal

Evento oferece seminários, oficina e apresentações culturais gratuitas

A programação acontece no Sesc Poconé, na Comunidade Quilombola de Morrinho e no Ginásio da Escola Nossa Senhora Aparecida de Chumbo. | Creditos: Divulgação

A 1ª Mostra Afro Cultural do Sesc Poconé começa nesta quinta-feira (28/11) e segue até o sábado (30/11) com seminários, oficinas e apresentações gratuitas, das 9h às 19h. O objetivo é dialogar com a população sobre a naturalização dos estigmas sociais. A programação acontece no Sesc Poconé, na Comunidade Quilombola de Morrinho e no Ginásio da Escola Nossa Senhora Aparecida de Chumbo.

O público pode participar neste primeiro dia, a partir das 15h, da sensibilização “Olhares tradicionais e contemporâneos do ponto de vista da arte” na comunidade Quilombola de Morrinho, com o artista visual Roger Ramos (SP). A “IV Mostra de Cinema Negro” começa às 19h, no Sesc Poconé, com o Coletivo de Audiovisual Negro Quariterê (MT).

Na sexta-feira (29/11) o debate “O que significa descolonizar o pensamento?” começa às 9h, no Sesc, e terá a presença da professora e pesquisadora, Cintia Cardoso (SC), do analista de arte e educação do Departamento Nacional do Sesc, Leonardo Moraes (RJ) e de Roger Ramos (SP). Das 16h às 18h a Oficina de Grafite será ministrada por Roger Ramos (SP) também no Sesc. No Ginásio da Escola Nossa Senhora Aparecida de Chumbo a “IV Mostra de Cinema Negro Itinerante” tem início às 19h, com o Coletivo de Audiovisual Negro Quariterê (MT).

O último dia da Mostra (30/11) traz o seminário “Aprisionamentos e silenciamentos dos corpos da juventude poconeana” a partir das 9h, com representantes do Conselho Tutelar, da Secretaria de Juventude, da Polícia Militar, da juventude negra poconeana e o do Frei Cristiano Piva. O seminário “A música que você ouve também te ouve?” fará o lançamento do projeto Rádio Jovem com alunos da Escola Eucáris e Frei Carlos, das 16h às 18h, mediado por Leonardo Moraes (RJ). A “Instalação Afrofuturismo” está marcada para às 14h, com Roger Ramos (SP) e alunos do Ateliê de Artes Visuais. Para fechar a programação tem Break na Chincha, às 19h, no Sesc.

“A representatividade pensada a partir do território está em alta e a Mostra é resultado de um processo realizado ao longo do ano pelo Sesc Poconé, que pensa no cidadão poconeano enquanto potência, protagonista da própria história e criativo. Nesta programação, vamos falar de conceitos que não são discutidos e como é possível potencializá-los, já que sempre ficam remetidos ao exotismo e a caricatura na semana de Consciência Negra. O objetivo, portanto, são as pessoas pensarem em si mesmas e no seu papel na sociedade”, ressalta a analista de Cultura do Sesc Poconé, Poliana Queiroz.

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.