Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 14-12-2019 às 12:18

Zilda Zompero à frente da BPW Cuiabá é sucesso que irradia

Com o lema Juntas Brilhamos Mais e Iluminamos caminhos, a empreendedora Zilda Zompero está imprimindo uma gestão de sucesso na BPW Cuiabá e está muito feliz por ser a presidente dos 18 anos.

| Creditos:

Nesta semana a Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais- BPW Cuiabá completa 18 anos, e a atual gestora, Zilda Zompero está fazendo um trabalho muito edificante para a ONG Feminina, que em nível internacional, a primeira BPW  Estados Unidos, completou 100 anos. Zilda diz que é gratificante gerir uma organização tão representativa, que está partindo para a maioridade, e que ela ao aceitar ser presidente ficou imaginando, como poderia contribuir efetivamente para marcar uma etapa tão importante. Então lançou o seu olhar de forma muito cuidadosa para sua história exitosa, para seus projetos sociais relevantes, suas campanhas de grande impacto junto a sociedade, e suas ações de muita representatividade e chegou a conclusão de que ela poderia sim fazer uma gestão a altura de toda trajetória da ONG Feminina, fundada pela jornalista e empreendedora Sueli Batista, que neste ano assumiu a presidência da Academia Mato-Grossense de Letras. A organização em sua gestão recebeu reconhecimentos importantes, a exemploi do Prêmio Qualidade Brasil.

O lema da  gestão de Zilda Zompero  é “Juntas Brilhamos Mais e Iluminamos Caminhos”. Tema que parece que tem a ver com a forma que ela concilia a organização  com suas atividades profissional e empresarial. Pode até parecer que ela fez uma composição, porque sé lighting designer e empresária no segmento de elétrica e iluminação, mas na realidade o slogan nasceu de um desejo de colocar um brilho ainda mais especial na ONG Feminina e motivar não só a sua diretoria, mas todas as associadas a contribuírem, e para ela nada melhor do que mostrar que elas são pontos importantes de luz a iluminar caminhos voltados ao empreendedorismo e ao empoderamento feminino.

Zilda disse que a  BPW Cuiabá tem projetos destacados, que inclusive dois deles foram abraçados em nível nacional.  Tornando-se referências entre todas as BPWs.  Isso ela atribui ao fato da fundadora da BPW Cuiabá, ter MBA em Terceiro Setor e Políticas Públicas, e especializou-se em projetos. “Sueli consegue muito bem captar o que temos como necessidade, e juntas temos trabalhado com muita sinergia e obtendo  resultados muito satisfatórios. Inclusive estamos lançando um projeto internacional de capacitação, liderança e mentoria, que ocorrerá na Universidade Americana, na capital dos Estados Unidos”, disse a líder, deixando claro que honra a trajetória trilhada por outras líderes que realmente tiveram grau de pertencimento à organização. Outro exemplo é Mariza Bazo, também jornalista e empreendedora, que hoje é a primeira vice-presidente da BPW Brasil, e foi presidente por duas gestões da BPW Cuiabá.

Trabalhar em conjunto, respeitando o caminhar do outro é fundamental, e Zilda Zompero tem feito isso para um compartilhamento exitoso e sadio. No ano passado a presidente trouxe  troféu de primeiro lugar, dentre os cases de sucesso com foco na educação e cultura, na Convenção da BPW Brasil, e disse que isso foi atribuído a um trabalho de equipe. “Não medimos esforços para realizar um projeto de grande impacto, e na apresentação conseguimos mostrar em 10 minutos, o que apresentamos em 16 dias, em um shopping da cidade, que foi o 100 anos da moda.  Na realidade, o projeto premiado foi fruto de muita ousadia e parceria, das associadas e da colecionadora Yasmin Nadaf, que nos emprestou seu acervo de revistas de banca, com produções datadas do início do século XX”. Há projetos que também se destacam pela solidariedade, e que tem feito com que a BPW Cuiabá conquiste todos os anos a Certificação de Responsabilidade Social. 

O projeto atual, do aniversário da BPW Cuiabá, Zilda disse que será fabuloso, com muitas atividades comemorativas, que inicia dia 2 e encerra dia 11. Apresentaremos o selo dos 18 anos da BPW Cuiabá através dos Correios, lançaremos o livro, que traz histórias fantásticas voltadas para a nossa trajetória, e ao caminhar de sucesso de muitas mulheres, de negócios e profissionais, obra que está sendo produzida por uma editora que é referência nacional e internacional; teremos o plantio de 18 ipês amarelos no Parque da Família. O ponto alto, será 4 dia do aniversário, com a festa dos 18 anos que ocorrerá no Espaço Stelata- Buffet Leila Malouf, animação os Imitáveis. Tudo está sendo feito com a participação ativa das associadas e isso me gratifica, e mostra que estou cumprindo o que propus ao assumir a gestão, trabalhar juntas, alinhadas e sintonizadas.

 

ABAIXO UM FRAGMENTO DO QUE ZILDA ESCREVEU  NO LIVRO JUNTAS BRILHAMOS MAIS

Olhando para o meu passado, o remetendo ao meu presente e com o olhar para o futuro sempre, eu compartilho de um ditado, “vence na vida quem diz sim”, e foi o que eu fiz, eu disse sim para o empreendedorismo, para a profissão e não demorou para eu acenar positivamente também para um cargo de representatividade na ONG feminina internacional, Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais- BPW Cuiabá, que iniciei como associada em 2011, convidada pela minha cunhada Terezinha Zompero. Eu admirava muito as gestoras da organização, via como falava bem a fundadora, Sueli Batista, que sempre me inspira com suas palavras e a presidente na época, Mariza Bazo sempre firme e propositiva. Eu aceitei o convite e passei a compartilhar experiências prósperas no que tange ao empoderamento feminino. Em 2012 as líderes da BPW Cuiabá viram em mim qualidades para que eu atuasse na diretoria, e abracei um cargo na gestão executiva, como segunda diretora secretária. No ano seguinte, ao ser estruturada a nova gestão da BPW Brasil, a presidente na época Sueli Batista sugeriu o meu nome para que a futura presidente, Eunice Cruz me convidasse para ser a coordenadora do Comitê de Negócios, cargo nacional que passei a ocupar por duas gestões. Quando finalizava a gestão de Mariza Bazo eu já era uma das vice-presidentes, e muito integrada com as associadas e aos objetivos da organização. Na gestão posterior eu passei a ser a primeira vice-presidente, ocupando em 2017 a presidência interinamente, por decisão, em eleição por vacância do cargo. No ano de 2018, em nova eleição fui eleita presidente, e imprimir meu trabalho como o faço na iniciativa privada, com ética, responsabilidade e dedicação.  A rede muito ampliou meu networking.

Iniciei a atividade de presidente da gestão 2018-2020 com o lema de que “Juntas brilhamos mais e iluminamos caminhos”. Eu considerei o mote como um convite para que as mulheres assumam a responsabilidade, cada qual, de acender sua luz para tornar a organização cada vez mais brilhante, com ações que radiam não só os bons negócios entre suas associadas, mas também o amor por novos aprendizados, e a alegria do compartilhamento. Para a minha felicidade, na Convenção da BPW Brasil, trouxemos o troféu de primeira colocada por nosso case de sucesso, que expôs, contou e encenou os 100 anos da moda, a partir de revistas desde 1907, do acervo da colecionadora Yasmin Nadaf, e de peças autorais, produzidas pela Universidade de Cuiabá - Faculdade de Design de Moda.  O evento mostrou que há muita cooperação e união e que temos feito uma gestão aproximando as associadas, a sociedade civil, empresas, profissionais, e as entidades governamentais e a mídia. Enfim todos os stakeholders, que considero como estratégicos para que a organização prospere e seja reconhecida em seu grau de influência e de representatividade.

Em minha vida pessoal, e nas minhas atividades empresarial, profissional e na rede da BPW Cuiabá e do Brasil, eu passei a entender, dentro de cada contexto do tempo e do espaço, o valor imensurável dos relacionamentos que estabelecemos, e que iluminar caminhos, em todos os sentidos, é o segredo do sucesso.

Procuro sempre a convivência harmônica com a família, que embora compreenda minha atuação diferenciada dentro do ambiente dos negócios, nem sempre compreende a razão de muitas vezes eu estar engajada com tanta dedicação às lutas pelo direito e empoderamento feminino. Por outro lado, entretanto, eu sei que se orgulham da mulher que me tornei. Afinal, muitos foram os reconhecimentos que recebi na trajetória, títulos de cidadã mato-grossense, cidadã cuiabana, honorífico de Cuiabá 300 anos; fui inserida entre as 300 mulheres, na mostra histórica, cultural e de equidade, da tricentenária Cuiabá, e tive o nome da minha família no livro dos pioneiros da cidade, e também no Parque da Família. Dentre todos os méritos já recebidos, entretanto, eu julgo como um dos mais significativos, eu ter sido uma das condutoras da Tocha Olímpica, da Rio 2016, e enquanto eu carregava, em junho daquele ano, por uma das ruas de Cuiabá, o símbolo da grande chama mundial, uma luz maior chegava na minha vida, a do meu neto Giuseppe, a certeza de que o futuro continuará radiante, seguindo em passos firmes e decididos com toda a luminosidade em minha vida e na vida daqueles que eu amo.

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.