Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 08-07-2020 às 01:05

Corrida x caminhada, qual o mais indicado?

A modalidade e o ritmo de como praticá-la devem ser definidos junto com seu médico

A fisioterapeuta Raquel Silvério explica sobre o assunto. | Creditos: PixaBay

Antes de iniciar qualquer atividade física é importante ter muito claro quais são os objetivos/ resultados que a pessoa pretende atingir com aquela modalidade, de modo que a escolha seja feita de maneira mais assertiva, o que evita desistências, frustrações e principalmente lesões. Depois disso, envolver um profissional de saúde para que ele ajude e oriente não só na decisão, mas também na maneira de fazê-la, é o segundo passo.

Mas, o que vemos é que as pessoas acabam optando por atividades corriqueiras, como caminhar e correr acreditando que não será necessário procurar um especialista. Mas é ai que pode estar o problema, garante a fisioterapeuta e diretora clínica do Instituto Trata de Guarulhos, Raquel Silvério.

Ambas as atividades necessitam de acompanhamento, frequência, consistência, preparo muscular e ritmo. “De nada adianta sair correndo se a sua musculatura das pernas e do quadril não estiver preparada; assim como não dá para chamar uma amiga, sair por aí todo dia, por 1 hora, caminhando e conversando sem se atentar ao ritmo e a frequência dos batimentos cardíacos. Tudo está interligado e sem saber destes detalhes, o que a pessoa acredita que é o primeiro passo para sair do sedentarismo, pode ocasionar em algumas semanas de molho, por distenção, canelite, tendinite ou outras dores” – resume.

E para ambas as práticas, são necessários diversos cuidados que incluem desde a escolha correta do calçado, até a roupa e o percurso. Outro ponto importante são os cuidados que envolvem a hidratação do corpo, os horários para a prática (principalmente se ela for feita ao ar livre) e os aquecimentos. Vale ressaltar que em qualquer prática de atividade física, deve-se respeitar o limite do corpo, as pausas e os períodos de descanso, dessa maneira se evita lesões, fraturas e o desenvolvimento de patologias e doenças crônicas. “Na fisioterapia, sempre priorizamos o bem estar e qualidade de vida. Reforçando a importância de tomar alguns cuidados, para não prejudicar mesmo que inconscientemente a sua saúde” – finaliza a fisioterapeuta e diretora clínica do Instituto Trata de Guarulhos, Raquel Silvério.

 

Sobre a especialista

Raquel Silvério / Fisioterapeuta (Crefito: 116746-F) e Diretora Clínica do Instituto Trata, possui especialização em fisioterapia músculo esquelética pela Santa Casa de São Paulo, além de formação em terapia manual ortopédica nos conceitos Maitland e Mulligan e forte experiência em tratamentos da coluna vertebral. 

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.