Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 06-12-2019 às 08:31

MCB divulga resultado final da 33ª edição do Prêmio Design

As peças premiadas e selecionadas estarão expostas a partir do dia 23 de novembro

Os produtos e publicações premiados e os 48 selecionados farão parte da exposição do 33º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, | Creditos: Divulgação

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, divulga o resultado do 33º Prêmio Design, a mais tradicional e longeva premiação da área no país, realizada desde 1986. No total, 43 produtos e trabalhos escritos dividem os 1º, 2º, 3º lugares e menções honrosas.

Os vencedores foram selecionados, dentre os 559 inscritos, por duas comissões independentes de jurados. A comissão de produtos foi coordenada por Levi Girardi, designer formado pela FAAP-SP e sócio fundador do estúdio de design e inovação Questtonó, e a de trabalhos escritos por Teresa Riccetti, docente e pesquisadora no curso de design da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Os produtos e publicações premiados e os 48 selecionados farão parte da exposição do 33º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, com abertura no dia 23 de novembro de 2019, data em que haverá o tradicional encontro entre o júri e premiados, lançamento de livro, a feira Mercado das Madalenas, entre outras atividades.

Além da exposição, o MCB disponibiliza aos 1º, 2º, 3º lugares e menções honrosas um selo para ser utilizado em embalagens e em peças gráficas impressas e digitais que fazem referência aos trabalhos vencedores. O selo pode ser solicitado por meio do e-mail contatopremiodesign@mcb.org.br.

“O Prêmio Design Museu da Casa Brasileira tem como objetivo principal reconhecer a excelência do design brasileiro, valorizar a atuação dos profissionais e, consequentemente, incentivar e fortalecer a área”, explica Miriam Lerner, Diretora Geral do MCB.

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.