Jornal Rosa Choque
Publicidade

Cuiabá - MT, 17-11-2019 às 05:44

Divino Quadro recebe Fabiana Queiroga em novo espaço

A galeria situada no Lago Sul promove evento comemorativo com participação da artista plástica

Galeria completa um ano. | Creditos: Divulgação

Para comemorar um ano de atividade em sua unidade no Lago Sul, a empresária Alva Pinheiro, proprietária da Galeria Divino Quadro, recebe, no dia 7 de novembro, em evento para convidados, uma das mais conceituadas artistas plásticas contemporâneas, Fabiana Queiroga. Natural de Goiânia, a profissional apresenta a coleção Hibridações – entre cultura e natureza.

Seu trabalho tem se destacado por trânsitos plurais em disciplinas de produção visual contemporânea como arte, design, moda e arquitetura. Segundo Cristiano Lemes, curador de Queiroga, foram selecionados, para essa mostra, desenhos-pinturas, objetos e colagens virtuais que exploram a semântica dos últimos anos e da vasta produção da artista. “Maneira fragmentada de trazer ao público a qualidade do seu trabalho”. 

“A Fabiana Queiroga está em plena fase de crescimento no mercado de arte do Brasil e no exterior. Aqui em Brasília, está sendo representada pela Divino Quadro. A ideia da exposição é apresentar o respeitado trabalho da profissional, que é muito conceitual”, explica Alva Pinheiro. Segundo ela, o estilo da artista agrada em cheio a quem está atento a nomes que estão despontando atualmente.

 

Divino Quadro

SHIS QI 3 – 1º andar, bloco J – Lago Sul

Tel.: (61) 3551-1113

Deixe seu comentário!

O Jornal Rosa Choque não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Todos os campos marcados com é de preencimento obrigatório.